Mensagem Com Amor

Famosos / Cinema e TV / Atrizes / Atrizes nacionais

Frases de Cléo Pires

Filha dos grandes artistas, Glória Pires e Fábio Júnior, a atriz conquistou o público com o seu talento, beleza e carisma. Atualmente, Cléo possui uma carreira cheia de sucessos. Conheça o seu pensamento.

Coisas distintas

Cléo Pires

Não acredito nessa coisa de sexo só com amor. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

Tênue

Cléo Pires

Eu realmente não quero me tornar aquele clichê de atriz que só consegue se relacionar com os outros através de seus personagens. E essa linha é muito tênue.

Tendência

Cléo Pires

Tenho uma tendência forte a cair na tentação de sentir raiva muito rapidamente. Fico arisca, ríspida e fria. É um saco.

Ser famosa

Cléo Pires

Eu sempre achei difícil ser famosa, achava difícil a minha mãe ser famosa, por mais que eu quando criança aproveitasse dessa popularidade de alguma forma.

Crenças

Cléo Pires

Acredito em reencarnação, então comecei a entender que também tinha uma responsabilidade na minha própria dor que ele havia me causado por ter sido ausente. Começou meio por aí. Acredito também que o que me incomoda e me dói eu tenho o direito e o dever de transformar. Foi lento e doloroso. Ainda é. Mas eu o amo muito e a minha consciência é essa hoje em dia, o resto vai caminhar naturalmente.

Virar mulher

Cléo Pires

Demorei para virar mulher, no sentido mais forte da palavra, porque era tímida demais. No fundo, tinha muito medo da vida, de tudo, das pessoas, então, me defendia. Ficava encolhida dentro de mim. Quando comecei a ter essa consciência, vim para fora com tudo.

Conquistar o mundo

Cléo Pires

Gosto da vida boa, de dinheiro, de viajar, do luxo, adoro tudo isso como qualquer pessoa. O que eu gostaria era de trazer o mundo todo comigo.

Tatuagens

Cléo Pires

Elas têm ensinamentos profundos, nas quais acredito. São marcas fortes da minha vivência, de coisas que aprendi, sensações, de viradas na minha trajetória.

Ensinamentos

Cléo Pires

"Só enriquece aquele que dá". É um ensinamento que aprendi desde criança com minhas avós. Elas eram mulheres fortes, que tinham uma noção de comunidade muito humana. Em algum momento da minha vida eu me vi voltando para essa noção de olhar o outro. É enriquecedor fazer algo de bom para outra pessoa.

Incentivos

Cléo Pires

Quando era mais nova, ficava muito melancólica durante dias ao ver que uma criança não tinha o que eu tinha. Eu me sentia culpada. Ficava numa depressão horrível. Parava a minha vida por causa da dor do outro e isso não é bom. A dor tem que te incentivar a ser melhor, para você poder estender a mão e ajudar quem precisa.

Ilusão

Cléo Pires

Na minha profissão, existe um universo muito sedutor de você acabar vivendo os personagens, de acabar sendo aceito por causa deles. Você vai ser aplaudida, vai ser tudo maravilhoso. E é ótimo se sentir aceito, amado. Mas é uma espécie de ilusão. Então, comecei a me questionar por que estava mais gostoso viver a vida das minhas personagens do que a minha vida? E estou mais a fim de viver a minha vida!

Maternidade

Cléo Pires

Engraçado, essa é uma coisa na qual tenho pensado bastante. Desde muito nova, sempre tive fases em que dizia: "Gente, eu preciso ser mãe". Louca! Gosto do ato de acompanhar aquele mini ser, de entender exatamente quem é ele, de amá-lo e de fazê-lo se sentir amado e forte para ser exatamente quem ele é e poder contribuir com a sua própria parte no mundo. Para mim esse é o conceito de ser pai e mãe. E eu quero fazer isso, mas tenho muito medo de engravidar, um medo quase inespecífico. Imaginar que vou ter um link com uma outra pessoa para sempre, que vai ser o pai do meu filho. Vá que dê a louca naquele cara e ele vá embora? Não quero isso, eu tenho medo.

Fase radical

Cléo Pires

Tive uma fase muito radical, de preconceito total com a exposição na mídia. Depois decidi ir com tudo, me expus, e percebi que também não era o que eu queria. Hoje estou procurando um meio termo.

Discussões

Cléo Pires

Não dou pano para manga porque eu não falo baixarias.

Pazes com Fábio Jr.

Cléo Pires

A gente teve uma briga feia, mas são coisas muito pessoais que não vêm ao caso falar. Ele viajou na maionese, é muito turrão, e foi uma coisa que me magoou muito. Sou muito protetora das pessoas que eu amo e que me ajudaram na vida, por isso eu rompi com ele. Mas ele é meu pai, eu sou apaixonada por ele, não tinha como isso perseverar dessa forma. Eu amadureci, ele também, as coisas mudaram muito, e acho que foi bom a gente ter brigado.

Cheiro

Cléo Pires

Não tenho essa de fetiche. Gosto muito dessa coisa da pessoa, do cheiro.

Fundo do poço

Cléo Pires

Todos precisam de ajuda. Eu já precisei de ajuda. Várias pessoas me tiraram do fundo do poço.

Grande espelho

Cléo Pires

A minha profissão é um grande espelho, é mais fácil identificar as coisas no espelho, né? Você vê meio de fora de alguma forma, por mais que numa personagem você também esteja dentro. É doido, mas é maravilhoso.

Vida = desafio

Cléo Pires

Encaro a vida como um desafio. E amo viver assim.

Personalidade

Cléo Pires

Eu sou difícil. Alguns me classificariam como chata. Eu diria que sou trabalhosa.

Adotada na vida

Cléo Pires

Eu me senti adotada na vida pela família do meu pai, o Orlando. Senti esse amor que não é de sangue. E amo esse amor por escolha.

Conexão

Cléo Pires

Acho que é normal quando você ama alguém, está apaixonado e vê sua vida ao lado daquela pessoa, você fica querendo trazer frutos cada vez mais significativos para a vida dos dois. Ao mesmo tempo em que dá um supermedo, porque eu tenho esse medo, mas eu confio muito no Rômulo e sei que nossa conexão nunca vai se esvair.

Humanista

Cléo Pires

Não tem nada mais cafona do que essa história de feminista e machista. Sou como Madonna, humanista.

Equilíbrio

Cléo Pires

Eu era muito autoafirmativa, bélica, voluntariosa, ficava sempre na defensiva. Ainda me sinto voluntariosa, mas estou aprendendo a encontrar o equilíbrio, a pegar mais leve. É ruim para mim, mas não tenho nem para onde ir, não posso sair de mim mesma.

Péssima perdedora

Cléo Pires

Sou péssima perdedora. Sou muito fêmea alfa. Mas estou tentando melhorar e assumir que sou sensível.

Artista

Cléo Pires

Eu já quis ser marceneira, cozinheira, decoradora, paisagista. Acreditava que dava para não ser artista sendo filha de quem sou.

Atriz

Cléo Pires

Nunca quis ser atriz. Nunca fiz nada para merecer qualquer papel. Só fui me apaixonar pela profissão quando vi o filme pronto.

Paixão

Cléo Pires

Não me apaixono por homens que fazem loucuras.

Escolha de personagem

Cléo Pires

Muitas coisas podem ser o elemento motivador para a escolha de um personagem. Pode ser a identificação em algum aspecto ou um desejo de explorar certos universos, a vontade de contar uma história ou a oportunidade de trabalhar com certos profissionais ou o desafio de sair da zona de conforto.

Possibilidades

Cléo Pires

A vida tem muitas possibilidades. É difícil você encontrar alguém que ache esse sentimento importante para a relação. Um acaba querendo ser dono do outro. E eu não posso me sentir presa.

Relação com o pai

Cléo Pires

De um tempo pra cá, vivo um processo de amar ele inteiro, maluco do jeito que é, com todas as "emes" que ele fez comigo durante a vida.

Desafios

Cléo Pires

Adoro desafio. Lógico que você fica com raiva de certas pessoas, mas faz parte. Você tem uma vida pública e as pessoas têm interesse em você.

Ser quem é

Cléo Pires

Aprendi a aceitar exatamente quem eu sou, a enfrentar meus desejos reais, a aceitar os julgamentos. Me sinto mais capaz, mais bonita, com mais coragem de ser quem eu sou.

Superação

Cléo Pires

Descobri que morro de medo de altura, de ficar pendurada, que tenho medo do mar. Estou querendo superar tudo isso.

Casamento

Cléo Pires

Acho tão complexo esse assunto. Ainda estou num processo de entendimento dos meus motivos, de como contribuí para a relação chegar onde chegou. E nem gosto desse termo "casamento". Acho muito cristalizado. Quer dizer um tipo de vida que não me interessa.

Vida

Cléo Pires

Minha vida não é perfeita, não é cartesiana, a minha distância mais curta entre um ponto e outro é uma curva e é isso que temos para hoje.

TPM

Cléo Pires

É como se um espírito baixasse em mim.

Naturalmente

Cléo Pires

Sou super materna com meus irmãos. Gosto de orientar, cuidar, ajudar a evoluir. E ser mãe é isso. Mas acho que é um caminho muito natural. Não sou o tipo de pessoa que fala "pronto, agora vou ser mãe". As coisas vão acontecer naturalmente.

Casamento com João Vicente

Cléo Pires

Coisas que eu tinha abafado e que eram essenciais para mim começaram a transbordar. Quando me dei conta, pensei: "Não é essa vida que eu quero ter".

Frágil

Cléo Pires

Na verdade, sou muito frágil. Essa imagem (de forte) deve ser porque sempre tentei me defender muito na vida, porque sempre me senti sozinha.

Adoção

Cléo Pires

Sinto muita vontade de adotar, mas tenho sentido cada vez mais que, primeiro, preciso viver a reação química de ter um filho biológico.

Pequenos prazeres

Cléo Pires

A única droga que consumo é junk food (lanches gordurosos), todos os finais de semana.

Traição

Cléo Pires

Às vezes são coisas corriqueiras que podem ser um fardo para o outro. Pode ser algo que estou acostumada a fazer e que machuca o outro. É algo tão intrínseco da personalidade que, mesmo não querendo fazer aquilo, você faz.

Segurança

Cléo Pires

Não quero ser porto seguro de ninguém nem estar numa relação que me dê apenas segurança.

Ser mãe

Cléo Pires

Filho enriquece a vida. Sobre o relógio biológico, não sei. Sempre quis ser mãe. Eu me apaixonava e queria ser mãe. Quando a relação acabava, falava: "Não nasci para isso, melhor ficar sozinha". Sempre fui muito mãe dos meus irmãos, principalmente da Antônia.

Mãe

Cleo Pires

Não gostava de ver as novelas da minha mãe quando criança. Se ela chorava, eu também chorava. Se alguém a maltratasse, eu ficava furiosa.

Relação com a irmã

Cléo Pires

Quando a Antônia nasceu, eu pirei! Dormia grudada nela, dava mamadeira, enchia a paciência da babá, só pensava na Antônia. Nem ela aguentava mais.

Aliar-se

Cléo Pires

Se quiser me aliar a alguém é para criar asas e ganhar o mundo, quebrar tudo. E o que vejo dos casamentos não gosto. Me senti limitada, mas pela consciência que tinha. Deixei de passar por processos importantes.

Evolução

Cléo Pires

Não fico querendo bater palma para maluco dançar. Então, o que querem ou não falar, o que as pessoas acham, realmente não me interessa. Me interessa viver, sentir que estou fazendo o meu melhor, que estou evoluindo, que erro mesmo, mas me levanto.

comentários

anterior

Diga sim para o presente!

Você tem adiado a sua vida com medo do que pode acontecer? Diga sim e viva mais!

próxima

Presentes Dia dos Namorados

Surpreenda o seu amor com um presente especial!