Mensagem Com Amor

Famosos / Escritores / Escritores nacionais

Frases de Manoel de Barros

Manoel de Barros é considerado pelos críticos com o maior poeta contemporâneo brasileiro. Carlos Drummond de Andrade recusou o título de maior poeta vivo, em sua época, por considerar Manoel de Barros o maior. Sua obra é extensa, mais de 30 obras, inspire-se com os melhores trechos!

Quase tudo

Meu fado é de não entender quase tudo. Sobre o nada eu tenho profundidades.

Velho baú

Guarda num velho baú seus instrumentos de trabalho 1 abridor de amanhecer 1 prego que farfalha 1 encolhedor de rios -e 1 esticador de horizontes.

Ponto de entulho

Sou mais a palavra ao ponto de entulho. Amo arrastar algumas no caco de vidro, envergá-las pro chão, corrompê-las, - até que padeçam de mim e me sujem de branco.

Viver muitos anos

Por viver muitos anos dentro do mato Moda ave O menino pegou um olhar de pássaro - Contraiu visão fontana. Por forma que ele enxergava as coisas Por igual como os pássaros enxergam.

Tentei descobrir

Tentei descobrir na alma alguma coisa mais profunda do que não saber nada sobre as coisas profundas. Consegui não descobrir.

Fim da tarde

No fim da tarde, nossa mãe aparecia nos fundos do quintal : Meus filhos, o dia já envelheceu, entrem pra dentro.

Água e luz

O mundo não foi feito em alfabeto. Senão que primeiro em água e luz. Depois árvore.

O menino gostava

A mãe reparou que o menino gostava mais do vazio do que do cheio. Falava que os vazios são maiores e até infinitos.

Meus sapatos

Afundo um pouco o rio com meus sapatos. Desperto um som de raízes com isso á altura do som é quase azul.

Pregado

Eu precisava de ficar pregado nas coisas vegetalmente e achar o que não procurava.

Criado no Mato

Fui criado no mato e aprendi a gostar das coisinhas do chão ? Antes que das coisas celestiais.

As aves

Quando as aves falam com as pedras e as rãs com as águas - é de poesia que estão falando.

Esquecido pelo mundo

Quando o mundo abandonar o meu olho. Quando o meu olho furado de beleza for esquecido pelo mundo. Que hei de fazer.

Anda no trilho

Quem anda no trilho é trem de ferro, sou água que corre entre pedras: liberdade caça jeito.

Compreender

Poesia não é para compreender mas para incorporar Entender é parede: procure ser árvore.

O maior apetite

O maior apetite do homem é desejar ser. Se os olhos vêem com amor o que não é, tem ser.

Meio das coisas

Passava os dias ali, quieto, no meio das coisas miúdas. E me encantei.

Silêncio das formas

Sou livre para o silêncio das formas e das cores.

Força que inunda

Natureza é uma força que inunda como os desertos.

Melhor jeito

Melhor jeito que achei para me conhecer foi fazendo o contrário.

Não morou nunca...

E, aquele que não morou nunca em seus próprios abismos Nem andou em promiscuidade com os seus fantasmas não foi marcado. Não será exposto às fraquezas, ao desalento, ao amor, ao poema.

A palavra amor

A palavra amor anda vazia. Não tem gente dentro dela.

Lambe as palavras

Poeta é um ente que lambe as palavras e depois se alucina.

Me fechava

Eu via a natureza como quem a veste. Eu me fechava com espumas.

Pelo menos

Escrever nem uma coisa Nem outra - A fim de dizer todas - Ou, pelo menos, nenhumas. Assim, Ao poeta faz bem Desexplicar - Tanto quanto escurecer acende os vaga-lumes.

Eternidade

Há um comportamento de eternidade nos caramujos.

Viajar

Gosto de viajar por palavras do que de trem.

Nascerão

As flores dessas árvores depois nascerão mais perfumadas...

comentarios

anterior

Priscila Rôde

Conheça esta escritora da nova geração que vem chegando.

próxima

Coisas que só uma mãe entende

O Dia das Mães está chegando e é preciso valorizar esse amor