Mensagem Com Amor

Famosos / Escritores / Escritores internacionais

Frases de Mia Couto

António Emílio Leite Couto, conhecido como Mia Couto, é um biólogo e escritor moçambicano. om catorze anos de idade, teve alguns poemas publicados, e desde então traz obras diversificadas e encantadoras.

Anjo

Cada um descobre o seu anjo tendo um caso com o demônio.

Língua

A nossa língua comum foi construída por laços antigos, tão antigos que por vezes lhes perdemos o rastro.

Chuva

Não riam alto, que a chuva está é dormindo...

Raça

Minha raça sou eu mesmo. A pessoa é uma humanidade individual, cada homem é uma raça, senhor polícia.

Domingo

Os domingos são assim, são iguais aos dias de semana mas só que de gravata.

Ideias

Há quem pense que pode pescar e congelar conceitos. Essa pessoa será quanto muito um colecionador de ideias mortas.

Aprendizado

Falar é fácil. Custa é aprender a calar.

Voz

Talvez minha voz seja um pano; sim, um pano que limpa o tempo.

Moldura

A cidade não é um lugar. É a moldura de uma vida.

Destino

O destino o que é senão um embriagado conduzido por um cego?

Tempo

Devia era, logo de manhã, passar um sonho pelo rosto. É isso que impede o tempo e atrasa a ruga.

Dentes

O velho sorria.Os dentes, nele, eram um artigo indefinido.

Esperança

Os desafios são maiores que a esperança? Mas nós não podemos senão ser otimistas... O pessimismo é um luxo para os ricos.

Palavras

Os sonhos falam em nós o que nenhuma palavra sabe dizer.

Luz

Mesma hora de sempre, essa hora em que a luz adoece, cansada de tanto dia.

Viúva

A chuva é uma mulher. Uma dessas viúvas de vaidade envergonhada: tem um vestido de sete cores mas só o veste no dia em que sai com o Sol.

Luz

Não é da luz do sol que carecemos... Carecemos do nascer da Terra.

Idade

Hoje sei como se mede a idade: vamos ficando velhos quando não fazemos novos amigos.

Bilhete

O que nos faz ser pessoa não é o Bilhete de Identidade. O que nos faz pessoas é aquilo não cabe no bilhete de identidade.

Mar

O mar é o habilidoso desenhador de ausências.

Sonho

Lá fora, a chuva sonhava, tamborileira. E nós éramos meninos para sempre

Dia

Os flamingos empurram o sol para que o dia chegue ao outro lado do mundo.

Tempo

Somos donos do tempo apenas quando o tempo se esquece de nós.

Ternura

Do ponto de vista da álgebra a ternura é um absurdo.

Peixe Vivo

A vida é assim: peixe vivo, mas que só vive no correr da água.

Caminhos

Quem vive num labirinto, tem fome de caminhos.

Amor

A terra pode amolecer por força do amor? Só se o amor for uma chuva que nos molha a alma por dentro.

Web

A web é uma rede mas também uma teia. Nessa teia a que voluntariamente aderimos seremos a aranha se tivermos...

Lugares

Em criança não nos despedimos dos lugares. Pensamos que voltamos sempre. Acreditamos que nunca é a última vez.

História

A história de um homem é sempre mal contada. Porque a pessoa é, em todo o tempo, ainda nascente.

Raça

A minha raça sou eu, João passarinheiro. A pessoa é uma humanidade individual. Cada homem é uma raça.

comentários

anterior

Solidão que cura

Buscar momentos de solidão pode ser a solução para a sua dor

próxima

Soldados

Heróis ou vilões, pouco importa, eles dão a vida por nós!