Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

A estrada que trilhei

O passado é um grande professor que traz valiosas lições e ensinamentos para o futuro. Por isso, sempre saiba analisar com bons olhos as memórias e lembranças passadas, e encontre novas possibilidades para o que vem pela frente!

continue lendo
Compartilhar

A vida ensina a gente

Não dá muito bem para a gente prever o que vai acontecer. Geralmente, as coisas simplesmente acontecem. A gente segue tentando planejar tudo nessa vida, mas a vida não sai como a gente planeja – não na maioria dos casos. Sinceramente, é uma incógnita essa nossa vontade de controlar tudo o tempo todo, qual o real propósito disso? Será que se soubéssemos o que nós viveríamos antes de vivermos, nós ainda trilharíamos o mesmo caminho? E será que se não trilhássemos estaríamos fazendo a coisa certa? A vida vai ensinando a gente a ser quem a gente é, do seu jeito torto e desengonçado, apenas deixando que os caminhos se encarreguem da sua parte. Viver nunca foi fácil e nunca será, mas o importante é crescer a cada passo desse caminho largo.

Temos que aprender com o que vivemos

A melhor forma de seguir a nossa vida é simplesmente aprendendo com os passos que damos. Nem sempre a gente sabe para onde está indo. Nem sempre a gente sabe o que está fazendo com a própria vida, mas temos apenas que seguir e tentar fazer as coisas da melhor forma possível. Temos que seguir tentando encontrar coragem para encarar a vida como ela se apresenta, mesmo que não saibamos como enfrentar cada uma das situações que se impõe em nossa frente. A vida é muito mais complexa do que a gente pode imaginar, é verdade, e não há como prever o que pode acontecer, mas nós sempre podemos tentar de novo e de novo e de novo e quantas vezes forem necessárias até que a gente acerte. O importante é sempre aprender com as nossas experiências, sejam elas boas ou ruins.

As dificuldades ensinam

A gente reclama da vida tanto quanto a gente respira: o tempo inteiro. Nem adianta dizer que não, você com certeza reclama muito mais do que imagina, só não se deu conta disso porque é realmente um hábito, é natural, é normal, é rotineiro. Só que não tem que ser. Reclamar não deve e não pode ser um hábito, especialmente porque faz com que as coisas se tornem ainda mais difíceis do que já são. Não importa o que aconteça, você precisa cuidar de si e isso começa com essa terapia diária em não reclamar. As dificuldades ensinam: geralmente, pessoas que passaram por muitas situações difíceis conseguem lidar muito melhor com a vida e apreciam ainda mais os momentos calmos e felizes, mesmo que efêmeros. Tudo o que acontece com a gente, acontece por um motivo e é isso o que nós temos que ter em mente quando estamos com vontade de reclamar de alguma coisa, de alguma experiência ruim: experiências ruins também são experiências e também ensinam.

Tentamos errar menos

Quando nos tornamos adultos, nós percebemos que as nossas vidas são repletas de erros. Todos os dias, nós cometemos erros tão primários que a única coisa em que podemos pensar é: cara, como que eu fiz isso de novo? Como eu não pensei que as coisas poderiam acabar da mesma forma se eu não estou fazendo nada para mudá-las? De qualquer forma, ao percebermos que, diariamente, cometemos esse tipo de deslize, nós, naturalmente, passamos a tentar errar menos. Todos os dias, nós temos essas pequenas vitórias como levantar da cama no primeiro toque do despertador (às vezes) ou começar a praticar uma atividade física que vai fazer todo o seu corpo funcionar melhor. Diariamente, nós desenvolvemos hábitos que podem fazer com que a vida seja mais leve. Diariamente, nós tentamos e isso é o que realmente importa.

Nem sempre sabemos como mudar

Muitas vezes, nós queremos mudar alguma coisa, seja em nós mesmos, seja em nossos hábitos, mas querer não é necessariamente poder, certo? Nem sempre nós sabemos como mudar, nem sempre a gente sabe como fazer as coisas da forma diferente que a gente faz habitualmente. Mudar é um grande passo porque faz com que a gente tenha que sair da nossa zona de conforto, faz com que a gente tenha que dar um passo maior, muitas vezes, do que a gente acha que consegue dar. A vida é esse negócio louco que só vai acontecendo sem que a gente perceba, sem que a gente saiba realmente como levar, mesmo assim levamos, mesmo assim tentamos e isso é o que vale no fim do dia: a tentativa.

Mudar é difícil

Existem tantas coisas que incomodam a gente, mas que a gente simplesmente não sabe como levar, não sabe como fazer diferente. Tem coisas que a gente só quer que mude, sem saber como mudar, sem saber como fazer para que as coisas sejam de outra forma. Mudar é difícil porque exige um esforço descomunal, exige que estejamos dispostos a fazer alguma coisa a mais para que a vida seja diferente. Por isso, não se cobre tanto. Lembre-se que foram os seus erros que te trouxeram até aqui, foi tudo o que você viveu, todos os caminhos por onde você passou que fizeram com que você se tornasse essa pessoa que você é hoje. Mude o que você não gosta em você, mas lembre-se que as coisas que você não gosta também fazem parte de você.

Nem sempre tudo é fácil

Quando somos mais jovens, acreditamos que, com o passar dos anos, as coisas vão ficar mais fáceis. Acreditamos que vamos saber mais quando formos mais velhos, mas os anos vão passando e a gente percebe que, na verdade, nunca vamos realmente saber de nada. Vamos ficando mais e mais experientes e não conseguimos entender para onde vai toda essa experiência uma vez que, sinceramente, não sentimos que sabemos realmente de muita coisa. Nessa vida, as coisas não são fáceis como a gente imaginou que seriam, certo? Tudo parece muito menos complicado para as crianças – talvez porque elas tenham essa inocência tão bonita que sempre tenta ver o lado positivo da vida. Talvez, se nós continuássemos com a nossa inocência infantil, a vida seria muito mais simples, muito mais fácil de lidar e de entender. E se, só por um dia, nós tentássemos resgatar isso? E se, só por um dia, tentássemos novamente sorrir de forma infantil e inocente?

 

O que vivi me trouxe até aqui

É claro que você não deve viver só de lembranças, não deve viver apenas do que só você já viveu, mas você deve, é claro, lembrar de tudo o que te trouxe até aqui. Deve lembrar que a vida é muito mais do que o presente, assim como a vida é muito mais do que o passado. Você deve viver lembrando-se diariamente do caminho que você trilhou, valorizando as suas vitórias e também as suas derrotas, valorizando essas pequenas experiências que fazem de você quem você é. A gente tem uma mania ruim de esquecer o que nos trouxe até aqui, de desvalorizar as nossas batalhas e as nossas dificuldades. É preciso lembrar do passado para seguir em frente e seguir em frente é essencial.

Não faria nada diferente

Independentemente do que você viveu, independentemente de tudo pelo que você tenha passado tenha te transformado em uma pessoa muito diferente do que você imaginava que você seria, é preciso entender que tudo isso faz parte de você. Tudo isso é parte de quem você é e é isso o que importa porque você ser quem é faz com que a sua vida valha cada segundo. O mundo é esse lugar doido onde a gente nem sempre sabe como agir, onde a gente nem sempre sabe o que fazer. A vida é muito dolorosa às vezes, mas isso não significa que a gente queira fazer as coisas de forma diferente do que temos feito nos últimos anos.

As dificuldades me ensinaram

Todos esses anos eu aprendi como ser uma pessoa melhor. Eu aprendi a amar com todo o meu coração e aprendi que os meus erros são extremamente importantes para que eu possa crescer todos os dias como ser humano. Essas dificuldades me fizeram entender que a vida é muito mais do que acertos e muito mais do que felicidades. Todos os dias, eu olho para mim mesma e eu sinto que tomei as decisões certas, mesmo quando tomei decisões erradas. São os erros que nos levam pelos caminhos mais interessantes, que nos levam pelos caminhos mais inusitados e mais incríveis. São as dificuldades que fazem de nós quem nós somos e, mais do que isso, fazem com que sejamos melhores do que fomos no dia anterior.

Quero ir além

Desde que me entendo por gente, eu quero ser diferente. Desde que me entendo por gente, eu quero ser mais, eu quero ir até onde eu preciso ir e, então, tentar ir mais longe do que eu já fui anteriormente. Eu quero crescer e aprender com os meus erros, quero ser mais do que eu já imaginei que poderia ser. Dessa vida, eu quero levar só essas coisas boas e incríveis que nós descobrimos quando estamos em lugares repletos de energia boa, em lugares que fazem com que a gente se sinta pleno, com que a gente se sinta completo. Não há nada como estar com as pessoas que a gente realmente ama e só quem quer ir além, só quem não se contenta com tão pouco, pode saber disso.

Que as dificuldades me impulsionem

Quando penso em tudo o que eu já vivi, tento imaginar que foram essas experiências que me fizeram quem eu sou. Eu nunca conseguiria trilhar o caminho que trilhei se as coisas tivessem realmente dado certo para mim o tempo inteiro. São as dificuldades que me fizeram crescer tanto, que me fizeram evoluir e ser muito mais do que eu já fui. Não importa o que aconteça, a vida tem que seguir e uma vida sem dificuldades é uma vida desperdiçada: como alguém que nunca teve problemas pode aprender a como lidar com eles? Não, não gostaria de ter isso para a minha vida. A única coisa que eu quero é ter garra suficiente para sempre seguir de cabeça erguida.

A estrada é tortuosa

Ninguém disse que a vida seria fácil. Ninguém disse que a gente deveria sempre seguir de cabeça erguida e sem olhar para baixo: a vida é muito mais difícil do que a gente imagina e não há problema algum em fraquejar. Todos nós fraquejamos em algum ponto de nossa história. Todos nós pensamos em desistir, em fazer diferente. Lembre-se que as coisas podem ser muito mais difíceis do que você imagina, mas isso não significa que você não possa e não deva tentar de novo e de novo. A estrada é tortuosa, mas a vista é linda e isso é a única coisa que realmente importa no fim do dia.

Vamos ser mais

Assim como eu não me contento com pouco, eu também não quero que você se contente. Não quero que você aceite tão pouco das pessoas que estão ao seu redor, que você aceite tão pouco da vida. Vamos ser mais do que podemos ser juntos. Vamos crescer e vamos além disso tudo que a gente tem trilhado nos últimos anos. Vamos crescer diariamente um ao lado do outro porque essa é a única coisa que realmente importa. A vida passa rápido demais para que a gente viva sem intensidade: a única coisa mais importante do que conseguir, é tentar. E ao seu lado eu quero tentar ser mais, eu quero ir além, eu quero crescer.

O caminho é gratificante

Mais importante do que chegar ao seu objetivo, é como você faz para atingir a sua meta. Metas são coisas lindas que precisam estar ali para que nós saibamos até onde nós queremos chegar, para sabermos além do lugar que nós precisamos ir. Metas são necessárias para que nós possamos entender o que ainda podemos ganhar. Metas são essenciais, mas o caminho, ah, o caminho precisa ser gratificante. Você precisa curtir a vida antes de chegar aos seus objetivos: o caminho tem que ser divertido e feliz porque, caso contrário, não vale a pena. Se só existir dor e nenhum prazer, então, não tem motivos para seguir com essa meta. Lembre-se disso sempre!

fechar