Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Antes sozinha do que subordinada

Hoje, cansei de te querer. Percebi que você não faz mais parte da minha vida e nem do meu coração. Então vá para bem longe, onde eu não consiga nem sentir o cheiro do seu perfume.

Amarras invisíveis

Te ver ir embora foi como me libertar de amarras invisíveis que me prendiam há muito tempo. Você foi embora e até minha respiração voltou ao normal. E pude sentir a mim mesma, como há muito tempo não sentia. Pude fazer o que tinha vontade sem me preocupar com o que os outros achariam. O peso de tentar te agradar foi finalmente retirado das minhas costas. Pude me enxergar como sou realmente, ao invés de me ver através dos seus olhos. Pude me tratar como eu mereço, com amor e afeto.

Ilusão

Achei que era amor, mas no final era só eu tentando te agradar das mais diversas formas. Nada do que eu fazia era bom o suficiente para você, sempre tinha algo que você queria mudar em mim. Você não gostava de mim, afinal. Você amava a pessoa que eu podia me tornar, de acordo com as suas expectativas. Você mantinha uma imagem distorcida de mim. Nunca me enxergou como eu realmente era. Uma pessoa, que erra e acerta. E que só quer ser amada e compreendida.

No final, acabei agradecendo por você ter me deixado. Sua falta fez com que eu tivesse tempo para cuidar de mim e me valorizar. Hoje, posso ver que sou muito melhor sem você.

Empoderamento

Empoderar-se é um processo diário, que requer esforço. É acordar todos os dias um pouquinho mais forte. É se olhar no espelho, encarando o próprio corpo e admirar cada vez mais a beleza no reflexo que te olha de volta. É se tratar com tanta compaixão, compreensão e respeito com o qual você trataria sua melhor amiga.
É se amar. Criticar a si mesma quando for necessário, mas, acima de tudo, ser gentil consigo mesma.

Meu valor

Tenho meu valor e posso senti-lo cada vez que olho no espelho. Cada vez que consigo realizar algo novo. Cada vez que uso meus talentos e consigo me superar. Cada vez que caio, sofro e choro, mas dou a volta por cima. Eu me arrisco, sou intensa, sou sincera e sou determinada. Às vezes sou frágil, mas isso não diminui minha força. Erro, mas aprendo com isso e procuro sempre melhorar. Eu amo ser quem sou e não trocaria isso por nada nesse mundo.

Não é você quem vai determinar o meu valor.

Prefiro ser sozinha, sabe. Do que ser menosprezada e silenciada. Do que ter como prato principal a sua indiferença.
Antes só do que sua.

Felicidade

Desde pequena, vi mulheres a minha volta passando por situações em que eram menosprezadas e maltratadas por seus companheiros. A sociedade me ensinou que eu deveria me manter no meu lugar e aceitar isso. Que eu deveria me calar se algum homem me tratasse mal, porque isso provavelmente significava que ele gostava de mim.

Mas eu me empoderei. Desconstruí aos poucos tudo o que me foi dito e imposto e transformei situações difíceis em novas possibilidades. Percebi que não era obrigada a aceitar pouco.

Percebi que tenho muito valor sim. E, depois de tentar agradar aos outros tantas vezes, encontrei a felicidade ao perceber que a única pessoa que eu precisava agradar era eu mesma.

Estereótipos

Com o passar do tempo, as mulheres foram conquistando cada vez mais direitos e caminhamos para uma sociedade livre de estereótipos em que podemos escolher ficar em casa ou trabalhar fora, ter filhos ou não. Estamos cada vez mais livres e empoderadas. Nos tornamos donas de nossas vidas.

Inteira

Há muito tempo, alguém me disse que a gente deixa pedacinhos de quem somos em cada pessoa por quem já nos apaixonamos.
Me pergunto se você ainda guarda os estilhaços das lembranças de nós e qual será o caminho os seus neurônios percorrem para chegar até mim?
Não quero mais ser um pedaço que não se encaixa em lugar algum. Ou uma metade a ser completada. Quero ser inteira e inteira serei.
Nem que eu tenha que sair recolhendo todos os pedaços que deixei por aí.

Carta na manga

Não me olha desse jeito nem me vem botando defeitos. Te conheço, você só quer o que não pode ter. E, quando consegue, não lhe interessa mais. Não serei tua próxima carta na manga. Não sou objeto, não sou moeda de troca. E não estou ao seu dispor.

Cansei de você

Hoje, você não está aqui, e eu fiquei com essa vontade interminavelmente insistente de descansar de você. Hoje, mais do que nunca, quis que você viesse tirar tuas coisas do meu apartamento. E o número de vezes que desejei nunca ter te conhecido foi maior do que o número de reviravoltas na política brasileira.
Hoje, diferente dos outros dias, cansei de te querer. Cansei de te entender. Cansei de ser tudo o que você quis de mim e de não me sobrar tempo para florescer.

Reciprocidade

Ainda há tempo de dizer que amo sim, mas não talvez não do jeito que convenha ao resto do mundo. Joguei o romance no lixo faz anos, agora só trabalho com reciprocidade.
Só amo quem me ama de volta, quem reconhece em mim a beleza. Porque dia desses acordei numa manhã conturbada e me dei conta de que não preciso amar quem me culpa, quem abusa, quem me reduz à pequenez de uma histeria.
Não devo amor para ninguém. E abuso não aceito de mais ninguém. Muito menos de quem diz me amar.

Desculpas

Hoje, só posso pedir desculpas a mim mesma por ter aceitado tão pouco. Por ter aceitado as migalhas que você me deu e achar que isso era amor. Por me sentir sempre tão insegura ao seu lado, cada vez mais sua e menos dona de mim. Por não conseguir falar o que eu pensava e por engolir todos os meus sentimentos, para não te incomodar nem te irritar. Por ter te colocado em um pedestal, tão alto e inalcançável.

Por ficar calada todas as vezes em que você feriu meus sentimentos. Por depender emocionalmente de alguém que gostava tanto de me agredir.

Por acreditar que você gostava de mim. Quando na verdade tudo o que você queria era um troféu para mostrar para todos.

Tua

Perdi tanto tempo sendo tua que esqueci de ser minha primeiro. Quando te perdi, pensei estar enlouquecendo. Os dias foram passando e, a cada dia que eu levantava da cama, ainda com certo esforço, podia sentir a dor diminuindo de intensidade. Nesse meio tempo, conheci pessoas incríveis, aprendi coisas novas e me permiti viver. Sem amarras, sem nada que me prendesse. Sem ninguém para me julgar nem me controlar. Cresci tanto ao te perder que nem sei se quero voltar a te ver.

Cansei

Cansei de ser o seu talvez. Cansei de ser o seu “amanhã a gente vê”, o seu “mês que vem eu decido”. Não sou um dia qualquer no seu calendário. Sou o feriado prolongado. E, na minha agenda, não há mais lugar para você.

Escolhas

Quem faz as escolhas sou eu. Eu decido o tamanho da minha saia, a cor do meu batom e quem merece minha atenção. Sou eu, só eu, que decido.