Bem-vindo, céu azul!

Os momentos ruins são como as tempestades: não duram para sempre. Não há necessidade de desespero. Os dois são necessários, pois sem eles os bons momentos e o céu azul não voltariam para iluminar o que virou breu. Agradeça por cada instante e mantenha a sua fé!

Comentários