Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Casamentos abusivos

Algumas vezes, o "sim" dito no altar não é garantia de um final feliz. Muitas mulheres acabam sofrendo em casamentos abusivos, sendo oprimidas por seus parceiros e sendo vítimas dos mais variados tipos de violências. Venha saber mais sobre esse assunto!

Não é amor

Não é amor se fere, se machuca. Não é amor se você não puder compartilhá-lo com outras pessoas, se precisa escondê-lo a todo momento. Não é amor se causa medo ou desconfiança. Não é amor se você não pode ter amigos ou uma vida social fora de casa. Não é amor se te faz insegura. Não é amor se faz com que você se esqueça de como era feliz antes.

Aprendendo a dizer não

Aprenda a dizer ‘não’ a todo desrespeito e dor que possam querer lhe infligir. Diga ‘não’ para os homens que lhe fazem mal, diga ‘não’ para os abusos, diga ‘não’ para as mentiras, diga ‘não’ para um relacionamento que só causa sofrimento. É importante perceber sua própria força e coragem para se impor contra as injustiças que você vem sofrendo.

Como se proteger

Ao perceber que está em um relacionamento abusivo, conte com a ajuda de familiares e amigos que queiram o seu bem. Não perca tempo ao lado de um agressor, achando que ele poderá mudar ou melhorar. Denuncie as agressões e busque maneiras legais de afastar o perigo de você. Abrigue-se com pessoas que possam te proteger.

Identifique uma relação abusiva

Um relacionamento abusivo não está necessariamente ligado a agressões físicas. Se o ciúme é excessivo e as reações dele são exageradas, se ele te ofende ou te desrespeita, se ele te manipula para afastar seus amigos ou te obriga a trocar de roupa, se ele não confia em você mesmo que você nunca tenha dado motivos para desconfiança, é provável que você esteja ao lado de uma pessoa abusiva.

Aprenda a identificar relacionamentos abusivos clicando aqui!

Amor de verdade

Quem ama de verdade cuida e protege, não bate. Quem ama de verdade respeita e elogia, não xinga. Quem ama de verdade abraça, não empurra. Quem ama de verdade exalta qualidades, não passa o tempo inteiro pontuando defeitos. Quem ama de verdade é honesto, não mente. Quem ama de verdade quer o bem da companheira acima de tudo, acima até das divergências.

Cuide de suas amigas

Se suas amigas estiverem em uma relação abusiva, cuide delas. Muitas mulheres que estão inseridas em uma situação de risco, convivendo com o agressor, não percebem que estão dentro de um relacionamento ruim até que as coisas desandem. Tente alertá-las, usando argumentos claros e objetivos que evidenciem os abusos que elas estão sofrendo.

Vergonha é não ser feliz

Por que você sentiria vergonha de denunciar a pessoa que te agrediu, sendo que a culpa não foi sua? Vergonha é ofender, agredir ou violentar outro ser humano. Vergonha é estar presa a um namoro ou casamento onde violências ocorrem, só para permanecer de acordo com as convenções. Vergonha é não ser feliz, saudável e livre. Denuncie.

Palavras também machucam

Palavras são capazes de ferir tanto como a agressão física. Se o seu companheiro te humilha, desvaloriza e fala coisas horríveis para você, isso também quer dizer que você está presa em um relacionamento abusivo. O pior de tudo é que ele pode não querer parar por aí, partindo para outros tipos de violência. Esteja atenta.

Prova de amor

A maior prova de amor que uma mulher pode dar a alguém é ser ela mesma. Se o relacionamento está podando sua personalidade ou reprimindo seus desejos, isso significa que é um relacionamento infrutífero, desgastante e com enorme possibilidade de ser abusivo. Seja sempre fiel a quem você é, independente do seu companheiro.

Ciclo vicioso

A confiança uma vez quebrada não pode ser reconquistada tão facilmente, porque é muito difícil que as pessoas mudem de uma hora para outra. Tome cuidado ao querer perdoar quem já te machucou porque a tendência é que continuem a te machucar. Perceba os ciclos viciosos nos quais você possa estar presa.

Melhor do que isso

Você pode fazer melhor do que um relacionamento abusivo. Existem muitas pessoas no mundo que te amarão de verdade e cuidarão de você sem te ferir. Só é preciso ter confiança em si mesma para se abrir para o novo. Mantenha calma, saia de uma situação precária e viva experiências maravilhosas.

Independência e autonomia

Uma mulher independente e com autonomia para fazer o que deseja é uma mulher feliz. Não é natural que uma mulher não possa escolher a roupa que usará para sair ou não possa conviver normalmente com colegas de trabalho. Um parceiro que se coloque entre uma mulher e sua autonomia também está se colocando entre ela e seu direito de ser livre.