Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Chaves para ser feliz

É impossível viver sem felicidade, certo? Se você anda meio cabisbaixo está na hora de mudar essa situação! Venha ser feliz com uma ajudinha da ciência!

continue lendo
Compartilhar

Perdoe-se

Assim como é inútil se queixar do efeito da gravidade sobre a Terra, é impossível tentar viver sem emoções negativas, já que fazem parte da vida e são tão naturais quanto a alegria, a felicidade e o bem-estar. Aceitando as emoções negativas, conseguiremos nos abrir para desfrutar a positividade e a alegria.

Não espere admiração

Pesquisas recentes mostram que ser feliz não tem nada a ver com ser admirado, ganhar na loteria ou ser promovido no emprego. Os enganos nessa área são inúmeros, mas há cada vez mais neurocientistas, psicólogos e até economistas investigando o assunto.

Atente-se às escolhas

Nicholas Christakis, pesquisador da Universidade Harvard, constatou que a felicidade de cada pessoa depende não somente das suas próprias escolhas e ações, mas também das opções e atitudes daqueles que nem sequer conhece.

Exercite-se

Pratique esporte. Para que isso funcione, não é preciso malhar numa academia até se cansar ou correr 10 quilômetros por dia. Basta praticar um exercício suave, como caminhar em passo rápido por 30 minutos diários, para que o cérebro secrete endorfinas, essas substâncias que nos fazem sentir-nos “drogados” de felicidade.

Nada de detalhes

Pessoas mais felizes não são minuciosas e têm uma proteção emocional natural contra o desgaste dos pequenos detalhes. Uma crítica comum às pessoas felizes é que elas não são realistas — levam a vida alegremente sem levar em conta os perigos e problemas do mundo. Pessoas satisfeitas tendem a ser menos analíticas e atentas a detalhes. Muita atenção aos detalhes pode interferir no nosso funcionamento cotidiano. Pessoas felizes são menos críticas e mais receptivas com estranhos, o que as torna mais suscetíveis a mentiras e golpes.

Não acomode

Prive-se dos prazeres imediatos: banho demorado, barra de chocolate, sessão de TV... as pessoas mais felizes têm metas longas e definidas. Até a pessoa mais esforçada concorda que uma vida cheia de objetividade e sem prazeres é muito chata. Pessoas felizes sabem se permitir certas indulgências momentâneas que são gratificantes. Se você se concentra principalmente em atividades que te dão prazer instantâneo, você pode estar perdendo os benefícios de ter uma meta definida. Objetivos nos levam a correr riscos e fazer mudanças.

 

Poder

40% de nossa capacidade de ser feliz está ligada ao poder de mudança, de acordo com a pesquisadora da Universidade da Califórnia, Riverside, Sonja Lyubomirsky.

Desapegue do dinheiro

Sucesso não traz, necessariamente, felicidade. Ter dinheiro ou ser famoso só nos faz ter faíscas de alegria. A definição de sucesso para as gerações mais novas mudou. Não é que as pessoas não busquem dinheiro e poder, mas há outros incentivos. No passado, sucesso era definido de maneira restrita, e as pessoas ficavam numa empresa até a aposentadoria. Agora, há uma ânsia por ascender no trabalho, ter equilíbrio na vida pessoal e encontrar um propósito.

Não se culpe

Temos que nos dar o direito de ser humanos e perdoar nossas fraquezas. os baixos níveis de perdão estão relacionados à presença de transtornos como depressão, ansiedade e baixa autoestima.

Comece a meditar

Esse simples hábito combate o estresse. A longo prazo, a prática regular de exercícios de meditação ajuda as pessoas a enfrentar melhor as armadilhas da vida, superar as crises com mais força interior e ser mais elas mesmas baixo qualquer circunstância. A meditação também é um momento conveniente para orientar nossos pensamentos para o lado positivo.

Seja Curioso

Ao que parece, a curiosidade consiste basicamente em explorar. Pessoas curiosas em geral entendem que, apesar de não ser fácil se sentir desconfortável e vulnerável, este é o caminho para se tornar mais forte e sábio. Pessoas curiosas investem em atividades que lhe causam desconforto, pois estas atuam como um trampolim para estados psicológicos mais elevados.

Tenha resiliência

A felicidade depende de nosso estado mental, não de nossa conta corrente. nosso nível de felicidade vai determinar aquilo ao qual nos apegamos e a força do sucesso ou do fracasso. os pacientes depressivos atribuem seus fracassos a eles próprios e o sucesso a situações externas à sua pessoa, enquanto as pessoas positivas tendem a pendurar-se medalhas no peito, atribuindo os problemas a outros. Nas pessoas, a resiliência expressa a capacidade de um indivíduo de enfrentar circunstâncias adversas, condições de vida difíceis e situações potencialmente traumáticas, e recuperar-se delas.

Corra riscos

Situações complicadas, incertas e até mesmo desgastantes são fundamentais para aumentar nossa sensação de satisfação. Pessoas verdadeiramente felizes aparentam saber intuitivamente que a felicidade duradoura não se trata apenas de fazer aquilo de que gostamos. Ela também exige crescimento pessoal e se aventurar além dos limites da sua zona de conforto.

Simplifique!

Precisamos identificar o que é verdadeiramente importante e nos concentrar sobre isso. Já se sabe que quem tenta fazer demais acaba conseguindo realizar pouco, e por isso o melhor é se concentrar em algo e não tentar fazer tudo ao mesmo tempo. O conselho não se aplica apenas ao trabalho, mas também à área pessoal e ao tempo de lazer.

Torça pelos outros

Comemorar de verdade o sucesso dos seus amigos pode te fazer mais feliz do que conquistar os seus próprios. Você já ouviu isso um milhão de vezes: um bom amigo é aquele com quem você pode contar quando precisa. As pessoas mais felizes são aquelas que estão presentes nos sucessos dos amigos e cujas realizações são comemoradas por eles. Na vida, existem muitas pessoas esperando uma oportunidade para mostrar seu heroísmo. Difícil mesmo é encontrar pessoas que realmente conseguem compartilhar a alegria e realização dos outros sem sentir inveja.

Reflita no final do dia

Uma maneira é pensar nos progressos diários que um profissional alcança no fim de cada dia. Quem faz isso tem índices mais altos de satisfação e é mais produtivo. Deve-se também valorizar os próprios pontos fortes e, no caso dos chefes, os pontos fortes das pessoas da equipe, o que aumenta a eficiência dos times.

Admita sentimentos ruins

Admitir sentir raiva ou inveja pode nos tornar mais flexíveis, e a habilidade de mudar nosso estado mental é fundamental para o bem-estar. As pessoas mais saudáveis psicologicamente têm um entendimento nato de que as emoções servem como um feedback, um sistema de radar interno que fornece informações sobre o que está acontecendo (e o que vai acontecer) no nosso universo social. Pessoas felizes e radiantes não escondem seus sentimentos negativos. Elas reconhecem que a vida é cheia de decepções e batem de frente com elas, sempre usando de sua raiva para se defender e de sua culpa como motivador para mudar seu próprio comportamento.

fechar