Palavras

Entre as minhas primeiras palavras estava pai. Esse nome tão simples e que sempre esteve ao meu alcance nos momentos necessários. Foi o pai que chamei quando um pesadelo me acordou ou quando as lágrimas ameaçavam correr por meu rosto. Foi o pai que me ensinou brincadeiras e sempre me deu aquela força na escola. Mesmo quando, em minha adolescência, eu batia portas irritado e queria ignorar o que ele dizia, era o pai, com sua voz firme e justa que me fazia lembrar como não era necessária toda aquela raiva. Pai, é você quem eu sempre quero ter ao meu lado, é sua a mão que me guia e que, mesmo adulto, ainda é necessária para mim. Pai é sinônimo de amor!

Copiar texto