Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Deixa disso, menina!

Vi você outro dia em um canto sozinha. Estava triste e pensativa. Faltava algo. Na hora, pensei em chegar perto para perguntar se alguma coisa havia acontecido. Mesmo com a nossa distância e aquelas palavras ditas no fim do inverno, me preocupava com você. Antes de ir, me perguntei onde ele poderia estar. Queria ter certeza que não chegaria e não nos encontraria juntos. Sabe-se lá porque, ele fez da nossa amizade um erro. Você, infelizmente, acreditou. Instantes depois, ele chegou e te puxou pra perto. Em silêncio, seguiram juntos. Te vi sumir, não no horizonte, ao lado dele. Pra bem longe.

Então, naquele momento decidi que escreveria essa carta. Sei que você já não me escuta, mas se ainda se importar, quero que leia com atenção e se lembre de como era sua vida há três anos.
Antes de tudo, desliga logo esse celular. Não precisa mais esperar aquela ligação pra sempre. Às vezes, ele simplesmente não se importa ou por saber que você estará sempre do outro lado da linha, demora tanto. Por acaso, adianta passar por cima de tudo o que sente por um final feliz que só dura uma noite? Aposto que agora mesmo você está aí pensando em como será a próxima discussão, com o coração picado e misturado com pequenos cacos de vidro que ele, repito ELE, deixou cair. É sempre o mesmo do mesmo, como não se cansa?
Te vejo perdendo-se todos os dias, cada vez mais e mais. Não sei o que você enxerga no espelho, mas te juro, essa realmente não é você ou quem você planejou ser.

Sabe, dia desses lembrei de quando você era realmente sozinha. Da maneira que sorria sem medo de estragar tudo. Do batom vermelho e dos sapatos com estampa de estrela. Você ainda os guarda em algum lugar ou se desfez porque ele achava que brilhavam demais? Eu amava você assim.

O que o amor fez com você, menina? Que desperdício de alma, de tempo, de vida. Aprende logo pra sofrer menos e se gostar mais: o amor não é uma gaiola. Muito pelo contrário, ele liberta. Nos permite ser tudo aquilo que queremos ser. Sair finalmente da nossa triste solidão interior e mostrar pra alguém o que poucos sabem.

Não estranhe essas palavras escritas de mau jeito em um pedaço de papel qualquer. Só queria te fazer entender que não existem motivos pra você gastar um segundo amando quem não ama quem você é. Agora mesmo, tantas histórias estão sendo escritas, e você continua aí, vivendo de lembranças que nem existiram de verdade. Contentando-se com restos e abraçando quem só te vira as costas. Deixa disso logo, menina!

Copiar texto

Texto copiado