Nem só de amor

Glória Cunha

Nem só de amor vive o homem, mas também da arte gerada por ele.

Copiar texto