Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Minha vida sem você

Ao fim de um relacionamento, seja ele longo ou breve, temos que nos acostumar com a ausência da pessoa amada e de toda aquela rotina a dois. É nessa hora que geralmente sentimos dificuldade e total desânimo. Afinal, se ‘reacostumar’ dá trabalho!

continue lendo
Compartilhar

As mensagens

Nos falávamos todos os dias e o máximo de vezes que dava. E isso, claro, mudou. Sem mensagens no decorrer do dia, sem “bom dia”, “eu te amo”, “como está?” e “durma bem”. Me acostumar foi difícil! No começo, a cada cinco minutos eu pegava o celular, apenas para me certificar se havia mensagem e se sim, não o deixar esperar, até que uma hora me dei conta da bobagem que eu estava fazendo.

Rotina

Sem você por aqui, tive que me reinventar. Tudo o que já era uma rotina ao seu lado, mudou e não foi por opção, mas porque tinha que ser assim. E, eu, tive que ser criativa e preencher os vazios que ficaram com algo novo, sem demonstrar que doía fazer isso.

Meu dia

Durante os dias da semana, eu não tive um porto seguro para quem eu pudesse contar tudo e ver o dia passar mais rápido, além de compartilhar dúvidas, raivas e as alegrias do dia a dia.

As lembranças

As lembranças me perseguiram e ficaram aqui me rodeando por muito tempo. Mas, precisei fazer uma mala dentro de mim, eu tranquei tudo o que me impedia de ir além sem você.

Faz falta

Não posso dizer que estou sendo o mais maduro com o fim. Porque doeu e, às vezes, ainda dói. Faz falta te ter aqui a todo instante e dá saudade dos nossos momentos.

Lugares

Nós dois frequentamos muitos lugares juntos. Foram comemorações, passeios e até obrigações que nos levaram até eles. No início, foi difícil voltar em alguns deles, mas hoje precisei encarar e saber lidar, mesmo doendo.

Finais de semana

O final de semana chegou. Sem você, não soube bem o que fazer. Os dias pareceram longos, teve espaço para mais atividades, substituindo o nosso tempo juntos. Fiquei sem saber o que fazer para evitar pensar em você, mas a sua ausência insistia em me lembrar o nosso fim.

 

Planos

Claro que fizemos mil planos juntos. E, isso foi desde o comecinho da relação. Tínhamos projetos, ideias e sonhos lado a lado, até que você precisou partir e eu tive que separar o fazer sozinha e o que eu deixaria de lado.

O sentimento

Todo o amor que me invadia, aqui ficou. Pouco a pouco, ele foi se trancando dentro de mim e dando espaço a outras prioridades e novos sentimentos. Mas, não posso ser tolo, confesso que muitas vezes achei que ele nunca passaria.

Cama vazia

Parece loucura dizer isso, mas até a minha cama sentiu sua falta. Ela já tinha se acostumado com sua presença, com o seu lugar favorito dela e o nosso abuso de, em dias de preguiça, ficar lá como se fosse a nossa moradia.

Silêncio

O silêncio virou a minha rotina no começo. Eu não queria falar com as pessoas, não queria explicar o que houve e nem ouvir conselhos, precisei de um tempo só para mim.

Abrigo

Em você eu tinha um abrigo. Tinha paz e um confidente. As coisas mudaram desde a sua partida. Me vi só muitas vezes, até ver que eu precisava principalmente de mim, antes de necessitar de você.

Os amigos

Nossos amigos se dividiram, para eles, parecia um crime nós dois termos chegado ao fim e eles serem amigos de ambos. Nesse caso, senti falta até deles e não só de você. Mas, não compartilhar de momentos com todos juntos também era difícil, você levou até isso de mim. Seria bem mais fácil se você estivesse aqui agora.

Lágrimas

Por muito tempo, as lágrimas foram minhas aliadas. Estar ali, com elas, me fazia melhor. Eu sentia um alívio a cada vez que eu chorava, porque parecia que junto com cada lágrima ia embora um pouco de você. Mas, também foi difícil lidar com o fato de não ter você ali para me consolar naquela hora.

Familiares

Entre diversos defeitos nossos, minha família via apenas as nossas qualidades. Notaram o quanto você me fez bem e se apegaram a nossa felicidade. Quando me viram sem você, questionaram. E, para aqueles mais distantes, ainda tive que repetir o que houve. Ah, como doeu no começo... Mas, depois, virou parte eu dar explicações.

fechar