Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Não confunda ciúme com abuso

Ciúme é um sentimento involuntário, mas o modo como agimos ao senti-lo é totalmente controlável! Impedir que o parceiro frequente determinado ambiente ou converse com uma pessoa é inaceitável, pois somos responsáveis apenas por nós mesmos! Aprenda a diferenciar ciúme e possessividade!

Possessividade é diferente de ciúme

O ciúme é um sentimento e, como sabemos, nós não temos muito controle sobre o que sentimos, afinal, os sentimentos nascem naturalmente em nós, porém podemos muito bem controlar como agimos diante de nossos sentimentos e por isso que a possessividade é algo que podemos e devemos evitar. Porque ser possessivo com o parceiro é quando a pessoa adota um sentimento nocivo e prejudicial, ou seja, tudo bem o parceiro sentir ciúme de algum amigo ou amiga, mas não está nada bem se ele (ou ela) começar a falar para você se afastar dessas pessoas, começar a impedir que você saia de casa sozinho(a) ou até mesmo começar a ter o controle de sua vida, que, inclusive, é o próximo tópico…

Ciúmes em excesso? Tome cuidado!

Controle e ciúme não são a mesma coisa

Já entendemos bem que o ciúme é um tipo de sentimento que nasce involuntariamente na gente, mas ele também não tem nada a ver com o controle. Preste atenção aos detalhes, afinal, uma coisa é quando ele(a) se preocupa contigo, outra coisa é tentar proibi-lo(a) de sair para algum lugar ou de ver algumas pessoas. Essa restrição não é saudável e ninguém tem esse direito. Por isso, tome cuidado!

Palavras que ferem

Quando a pessoa é ciumenta e permite que isso se manifeste por meio de ações para tentar controlar ou ser possessivo com o parceiro, começam a surgir as agressões verbais. Nesse momento, o(a) parceiro(a) acredita que, ao ferir o outro com palavras, irá rebaixá-lo(a) ou humilhá-lo(a) em um ponto onde a pessoa ficará submissa a ele(a) e, assim, terá o controle total, pois o outro não fará mais aquilo que o(a) parceiro(a) não gosta afim de evitar brigas desse tipo. Fique atento(a) a esses detalhes, porque isso não é saudável! Lembre-se: ninguém pode levantar a voz dessa forma para você, combinado?

As acusações

Como se já não bastassem todos os outros tópicos, o(a) parceiro(a) que tem o ciúme descontrolado ainda adora fazer as famosas acusações. Não há uma razão que justifique isso, mas eles(as) as fazem por se verem como vítimas e começam a acusar pensando que, dessa forma, você confessará algo e ele(a) "vencerá".

Aprenda a controlar seu ciúmes!

Ameaças

Não permita que o(a) parceiro(a) faça ameaças para você por causa de ciúme, nesse caso. Ou seja, não acredite que ele vai te abandonar se você não fizer o que ele quer, tampouco não permita que ele ameace te ferir caso você não pare de falar com aquela pessoa ou não deixe de sair com os seus amigos. Tais comportamentos não devem ser tolerados, porque não são saudáveis. Então, caia fora dessa o mais rápido possível!

Nem tudo o que é meu também é seu

Sabe aquela história de que "o que é meu é seu e vice-versa" que é contada pelo(a) parceiro(a), principalmente quando ele(a) quer vasculhar o seu celular? Não caia nessa! Ninguém quer olhar o celular do outro sem a pretensão de procurar por alguma coisa ou para alimentar as paranoias que o ciúme coloca na mente da pessoa. Não permita que isso aconteça, pois o celular é seu e as suas conversas com os seus amigos são particulares.

Você escolhe a sua própria roupa

Outro ponto importante é quando o(a) parceiro(a) tenta controlar a forma como você se veste com a desculpa de que só está “preocupado(a)” com você. No fundo, a razão pela qual ele(a) não quer que você use aquela roupa específica é porque ela te deixa atraente e pode chamar a atenção de algumas pessoas. Lembre-se: você pode e deve se vestir da maneira que achar melhor e se sentir mais confortável!

Identifique se seu relacionamento é abusivo!