Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Natal em textos

Homenageie seus amigos e familiares compartilhando lindos textos natalinos. Curta a melhor época do ano emocionando os entes queridos. Viva o Natal!

A caixinha de beijos

Há algum tempo, um homem castigou a sua filhinha de três anos por desperdiçar um rolo de papel de embrulho dourado.

O dinheiro era pouco naqueles dias, razão pela qual o homem ficou furioso ao ver a menina a embrulhar uma caixinha com aquele papel dourado e a colocá-la debaixo da árvore de Natal.

Apesar de tudo, na manhã seguinte, a menina levou o presente ao seu pai e disse: “Isto é para ti, Papá!”

Ele sentiu-se envergonhado da sua reação furiosa, mas voltou a “explodir” quando viu que a caixa estava vazia.

Gritou e disse: “Tu não sabes que, quando se dá um presente a alguém, se coloca alguma coisa dentro da caixa?”

A menina olhou para cima, com lágrimas nos olhos, e disse: “Oh, Papá, não está vazia. Eu soprei beijos para dentro da caixa. Todos para ti, Papá.”

O pai quase morreu de vergonha, abraçou a menina e suplicou-lhe que lhe perdoasse.

Dizem que o homem guardou a caixa dourada ao lado da sua cama durante anos e, sempre que se sentia triste, mal humorado, deprimido, pegava na caixa e tirava um beijo imaginário, recordando o amor que a sua filha ali tinha colocado.

De uma forma simples, mas sensível, cada um de nós tem recebido uma caixinha dourada, cheia de amor incondicional e de beijos dos nossos pais, filhos, irmãos e amigos…

Jesus, O Cristo

Jorge Tasso

A estrela reveladora
anuncia uma época
repleta de esplendor.
Nasceu numa manjedoura,
teria uma vida imorredoura.
Humilhado e crucificado,
veio ao mundo tirar o pecado.
Foi traído e por todos atraído.
Sob suas vestes alvas,
surgia o caçador de almas,
o desbravador do fraterno amor.
Os ensinamentos de teus pregões
não foram menos santificados,
que os cravos que te levaram
para a vida eterna.
Teu coração imaculado
transbordava bondade e caridade.
Tua coroa será sempre a de um rei,
a pacificar os foras da Divina Lei.
Por isso, pelo visto,
serás sempre o nosso Cristo.
Entrego-te minh’alma nua
para que dela faças
imagem e semelhança à tua.

Natal

Hilda Persiani

O Natal está chegando,
Enfeitando a cidade de luz,
Estamos todos esperando
O nascimento de Jesus!

A criançada inocente
Espera um presente.
Papai Noel, seja bonzinho,
Não esqueça do pobrezinho.

Também faço o meu pedido
E quero vê-lo atendido:
Atente ao que estou lhe pedindo,

Papai Noel, quero de presente
Ver todo adulto contente
E toda criança sorrindo!

Papai Noel, este ano será diferente?

Ógui Lourenço Mauri

Papai Noel, que saiba muito bem,
Ano a ano, aguardo em vão seu presente.
Que neste Natal seja diferente,
Considere-me seu filho também!...

Papai Noel, tente, enfim, me explicar
Por que só frequenta as casas bonitas.
Se sempre faz ali suas visitas,
Por que não chega às crianças sem lar?

Ter dia certo pra ganhar presente...
Papai Noel, que tradição nociva!
Pois às crianças gera expectativa
E atende às privilegiadas somente.

Eu desconfio que não vai mudar nada...
Pois, a meu ver, a vida só piorou.
Não tive pai, mamãe me abandonou;
Eu pertenço à infância desamparada.

Mas não perco a esperança, mesmo assim!..
Vou à praça tomar banho na fonte
E, ansioso, aguardar, debaixo da ponte,
Papai Noel com presente pra mim.

De mãos dadas

Amigo secreto é bom, trocar mimos e carinho;
Sentir que neste Natal, ninguém ficará sozinho.

Convidem também Jesus, para esta festa de amor.
Ele trará suas bênçãos, sua paz de Redentor.

Trocando muitos presentes, deixo aqui uma esperança,
A paz de um grande futuro, para o jovem e a criança.

Nós que já temos história, temos muito a oferecer.
Vivência, dor e alegria, soubemos tudo vencer.

Nossos braços carinhosos, sempre prontos a abraçar,
Nossas mãos laboriosas, vamos agora juntar.

Não faltarão ao banquete, reunidos nesta ceia,
Nossos parentes e amigos, grande festa, casa cheia!

O ano que está findando, nesta seara de amor,
Vamos sim agradecer, numa oração, com fervor.

Ano Novo, tudo igual, pergunto: mudar pra quê?
Se tanto amor nós trocamos, coisa linda de se ver!

Nesta boa confraria, continuamos na estrada;
A vocês, que eu amo tanto, nunca deixarei, por nada!

Feliz Natal e excelente Ano Novo pra todos vocês!

Cartão de Natal

Chico Xavier

Ao clarão do Natal, que em ti acorda a música da esperança, escuta a voz de alguém que te busca o ninho da própria alma!… Alguém que te acende a estrela da generosidade nos olhos e te adoça o sentimento, qual se trouxesses uma harpa de ternura escondida no peito.

Sim, é Jesus, o amigo fiel, que volta.

Ainda que não quisesses, lembrar-lhe-ias hoje os dons inefáveis, ao recordares as canções maternas que te embalaram o berço, o carinho de teu pai, ao recolher-te nos braços enternecidos, a paciência dos mestres que te guiaram na escola e o amor puro de velhas afeições que te parecem distantes.

Contemplas a rua, onde luminárias e cânticos lhe reverenciam a glória: entretanto, vergas-te ao peso das lágrimas que te desafogam o coração…É que ele te fala no íntimo, rogando perdão para os que erram, socorro aos que sofrem, agasalho aos que tremem na vastidão da noite, consolação aos que gemem desanimados e luz para os que jazem nas trevas.

Não hesites! Ouve-lhe a petição e faze algo! … Sorri de novo para os que te ofenderam; abençoa os que te feriram; divide o famel com os irmãos em necessidade; entrega um minuto de reconforto ao doente; oferece uma fatia de bolo aos que moram, sozinhos, sob ruínas e pontes abandonadas; estende um lençol macio aos que esperam a morte, sem aconchego do lar; cede pequenina parte de tua bolsa no auxílio às mães fatigadas, que se afligem ao pé dos filhinhos que enlanguescem de fome, ou improvisa a felicidade de uma criança esquecida.

Não importa se diga que cultivas a bondade somente hoje quando o Natal te deslumbra!… Comecemos a viver com Jesus, ainda que seja por algumas horas, de quando em quando, e aprenderemos, pouco a pouco, a estar com ele, em todos os instantes, tanto quanto ele permanece conosco, tomando diariamente ao nosso convívio e sustentando-nos para sempre.

Feliz Natal

Todos os anos era a mesma coisa: eu e minha irmã, que já estávamos dormindo, sendo acordados pelos nossos pais para irmos à Missa do Galo , onde sempre , logo no início da celebração, meu pai se lembrava de que havia esquecido alguma coisa em casa e que precisava voltar lá para apanhá-la …
ele ia e, sempre, só voltava já no final da missa …
E logo que acabava a solenidade, lá íamos nós de volta pra casa, cambaleando e cheios de sono … e quando chegávamos, sempre todas as luzes da casa estavam acesas e o meu pai corria na nossa frente e dizia para que nós esperássemos um pouco no portão, porque pode- ria ser algum ladrão …Mas logo depois Ele voltava , chegava na porta e dizia:

– Papai Noel esteve aqui ! …Só pode ter sido enquanto eu fui apanhar vocês na igreja!…E olha só isso: ale deixou uma porção de presentes no fogão!….

E então nós corríamos e sempre encontrávamos o fogão todo enfeitado e cheio de presentes : uma bicicleta que minha irmã havia pedido na sua cartinha e o chão todo sujo de cocô de um pato de verdade que eu havia pedido ao Papai Noel e que estava lá, amarrado num dos pés do velho fogão …Sempre também tinham outros presentes que, geralmente, eram roupas e sapatos que o Papai Noel, com todos os seus conhecimentos sobrenaturais , bem sabia que nós estávamos precisando …

Ele também sempre deixava pegadas da sua bota no chão da cozinha, as quais iam do fogão até a janela…e elas eram brancas como talco, mas os nossos pais nos diziam que o trenó do Papai Noel era todo forrado com talco, para que os presentes ficassem bem cheirosos … e nós acreditávamos! …

A mesa da sala também sempre estava enfeitada para a ceia, que tinha bolo , castanhas, rabanadas , passas … e também refresco de vinho-tinto com água …

Mas quase sempre a ceia só era apreciada mesmo no café da manhã do dia seguinte, porque no resto da noite de Natal nós ficávamos era brincando com os presentes …

Das melhores coisas da minha infância, ficaram na minha lembrança esses antigos natais …