Datas Especiais / Dia dos Pais

Poesias de Dia dos Pais

Encante o chefe da família com poesias cheias de amor, alegria e carinho. Neste Dia dos Pais, declare todo o seu sentimento!

Pai

Pai, olho tuas mãos
Elas são importantes na construção de teus filhos
Que elas saibam ser firmes no orientar
Serenas no amparar
Que elas não fujam ao dever de punir
E não se aviltem por agredir

Tuas mãos, pai
Devem ser o exemplo do teu trabalho
E que não se abram apenas materialmente
Que isso é um modo de fechar a consciência
Mas que, ao abri-las estejas abrindo muito mais
O teu coração e a tua compreensão

Teus olhos, pai, que responsabilidade eles têm
Que eles vejam as qualidades de teus filhos
Por pequenas que sejam para que as faças crescer
Mas que não deixem de ver os defeitos e as falhas
Porque pode ser teu o dever de corrigi-las

Não te consideres, pai, sem defeitos
Mas que isso não te desobrigues
Da perfeição de ensinares o que sabes certo
Ainda que tu mesmo tenha dificuldade em segui-lo
Mais importante do que consegui-lo
Sem dúvida será lutar por ele

Pai, o que se quer de ti
É que pai sejas
No conceber por amor
No receber por amor
No renunciar por amor
No amor total dos filhos que
Sem teu amor
Perderão o significado da própria vida

Pai, estás presente no sangue
Na herança biológica
Na cor, no nome, na língua
Tudo isso, porém, desaparecerá
Senão te fizeres presente no coração.

Poesia: Exemplo de um Pai

Nos moldes do capitalismo
Devemos sempre ter
Roupas e sapatos
De grife
Celulares
Notbooks
Tablets
Carros importados
E tantos outros utensílios
Que dão poder aos seus
Usuários
E um lugar na sociedade consumista
Assim a maioria dos pais
Pensam que dar bens materiais aos
Seus filhos
É a função mais importante de um pai
Desdobram-se, então, em longas jornadas
De trabalho
E dão os bens materiais
Almejados por seus filhos
Alguns alegam que se não derem
Os filhos ficam revoltados, outros
Que não têm tempo para os filhos
E os outros se iludem que ao darem presentes
Revelam-se ótimos pais
Mas se esquecem que
O mais importante são os valores ensinados
Aos seus filhos
Como a honestidade
A humildade
Solidariedade
Respeito
Amor ao próximo
O não na hora certa
E o mais importante
O exemplo de um pai
Pois mesmo com o falecimento
Nunca esqueceremos das palavras
E atitudes
Daquele que, simples e humilde
Ensinou-nos tantos conceitos
Para sobrevivermos em nossa
Existência tão conturbada
Aqui no planeta Terra

Tenho tantas saudades
Do meu querido pai
Que mesmo carente de bens materiais
Sempre me ensinou tantas lições
Através de seus grandes exemplos
E gestos fraternos
Durante sua convivência
Em família
E na sociedade
Nunca esquecerei de suas noções tão
Sólidas sobre
A honestidade
Pois atualmente são poucas
Pessoas que se revelam
Honestas em suas ações e
Sentimentos na convivência
Cotidiana com o próximo.

Presença de Pai

Leonardo André

Pai
A tua presença constante
O olhar, às vezes, distante
Me fazem te admirar
O teu abraço apertado
Mãos firmes e sempre ao meu lado
Me dão forças pra caminhar
O teu sorriso ilumina
A tua voz me fascina
Me acalma nas horas de dor
Amigo, herói, companheiro
Sincero, leal, verdadeiro
O meu exemplo de amor
Hoje eu quero te agradecer
Ter me dado o dom de viver
De ser forte, crescer e lutar
Quero dar-te um abraço bem forte
E sorrir bem feliz pela sorte
De ser teu filho e poder te abraçar...

Figura Expressiva

Mário Osny Rosa

Pai figura expressiva
Na vida de todos os filhos
Às vezes, até agressiva
Na dúvida dos empecilhos
No contato de cada dia
A cada um orientar
Como uma velha magia
Para um dia ostentar
Ensina com segurança
Só as argurias da vida
Pra que tenha esperança
Sem a vitória perdida
Ensinar o caminho do bem
Mostrar toda a realidade
Pra logo chegar ao além
Para viver em sociedade.

Para Ser Pai

Celito Medeiros

Para ser pai, é primeiro preciso ter sido filho
Ao ter um filho, aí será considerado um pai
Não é preciso ser rico, pode ser maltrapilho
Pode ser cafajeste, vagabundo ou vem e vai
Para ser pai não precisa de linha genética
Pode ser um pai pelo fato de uma adoção
Muitas vezes ser um pai que ensine ética
Ou falar em honestidade sendo um ladrão
Para ser pai de fato e com todo direito
É preciso a atenção em tempo integral
Ser abnegado para surtir o bom efeito
Para ser pai em consideração normal
Precisa ensinar tudo com muito jeito
Ter um filho orgulhoso é o bom sinal.

Aos Nossos Pais

A jornada pareceu árdua e difícil
O desânimo tentou se apossar por vezes
Entretanto, o lembrar de suas faces preocupadas
E tanto envelhecidas no correr destes anos
De seu trabalho, de suas orações, de seu apoio incondicional para nos dar o melhor
Nos impulsionou deveras para a luta
Obrigado, muito obrigado pelo silêncio
Quando eu reclamava e
Obrigado também pelas suas palavras de estímulo quando eu me calava
Nessa nossa grande batalha, creiam-nos a vitória também é de vocês
Continuaremos até o dia em que possamos
Juntos, de mãos dadas, sermos ao mesmo tempo
Pais e filhos dos nossos sonhos
De nossas realizações, do que sentimos.

Meu Pai

Ivone Boechat

Gosto de rever
A imagem forte do meu pai
Tremendo o assoalho
Ao caminhar
É doce me lembrar
Como se temia
Quando ele perdia
A abotoadura
O guarda-chuva
A chave de fenda
Hoje é lenda
A figura enigmática
A disciplina dura
A rotina sistemática
O pai não morr
Ele corre na frente
Pra levantar o segredo do véu
E guardar pra gente
O lugar mais estrelado do céu

Amor ilimitado

Existe algo ilimitado no amor de um pai
Algo que não pode falhar
Algo no qual acreditar
Mesmo que seja contra o mundo inteiro
Nos dias da nossa infância
Gostamos de pensar
Que nosso pai tudo pode
Mais tarde
Acreditaremos que seu amor
Pode compreender tudo.

Feliz dia dos Pais!

Poema: Ser Pai

Ser pai
É acima de tudo, não esperar recompensas
Mas ficar feliz caso e quando cheguem
É saber fazer o necessário por cima e por dentro da incompreensão
É aprender a tolerância com os demais e exercitar a dura intolerância
Com os próprios erros

Ser pai
É aprender errando, a hora de falar e de calar
É contentar-se em ser reserva, coadjuvante
Deixado para depois, mas jamais falar no momento preciso
É ter a coragem de ir adiante, tanto para a vida quanto para a morte
É viver as fraquezas que depois corrigirá no filho
Fazendo-se forte em nome dele e de tudo
O que terá de viver para compreender e enfrentar

Ser pai
É aprender a ser contestado mesmo quando no auge da lucidez
É saber que experiência só adianta para quem a tem, e só se tem vivendo
Portanto, é aguentar a dor de ver os filhos passarem
Pelos sofrimentos necessários
Buscando protegê-los sem que percebam
Para que consigam descobrir os próprios caminhos

Ser pai
É saber e calar. Fazer e guardar. Dizer e não insistir
Falar e dizer. Dosar e controlar-se. Dirigir sem demonstrar
É ver dor, sofrimento, vício, queda e tocaia
Jamais transferindo aos filhos o que a alma lhe corrói
É jamais transferir aos filhos a quota de sua imperfeição
O seu lado fraco, desvalido e órfão

Ser pai
É aprender a ser ultrapassado mesmo lutando para se renovar
É compreender sem demonstrar e esperar o tempo de colher
Ainda que não seja em vida
Ser pai é aprender a sufocar a necessidade de afago e compreensão
Mas ir às lágrimas quando chegam

Ser pai
É saber ir-se apagando à medida em que mais nítido
Se faz na personalidade do filho
Sempre como influência, jamais como imposição
É saber ser herói na infância, exemplo na juventude
E amizade na idade adulta do filho
É saber brincar e zangar-se. É formar sem modelar, ajudar sem cobrar
Ensinar sem o demonstrar, sofrer sem contagiar, amar sem receber

Ser pai
É saber receber raiva, incompreensão, antagonismo, atraso mental, inveja
Projeção de sentimentos negativos, ódios passageiros, revolta, desilusão
E apesar de tudo, responder com capacidade de prosseguir sem ofender
De insistir sem mediação, certeza, porto, balanço, arrimo, ponte
Mão que abre a gaiola, amor que não prende, fundamento, enigma, pacificação

Ser pai
É atingir o máximo de angústia no máximo de silêncio
O máximo de convivência no máximo de solidão
É, enfim, colher a vitória exatamente quando percebe que o filho
A quem ajudou a crescer já, dele, não necessita para viver
É quem se anula na obra que realizou e sorri
Por tudo haver feito para deixar de ser importante.

Menina Mimada

Quando te chamo
Sei que me ouves onde estas
Mas não consigo ouvir sua voz
Te busco, não te encontro
Sei que estas do meu lado, não posso te ver
Só essa dor infinda no peito
Essa saudades que dói, machuca
Ah, meu pai, como queria você aqui comigo
Sentiria seu braço forte a me amparar
Como quando criança que me protegia
Me guardava de todas as dores
Hoje sofro só, você não esta mais aqui comigo
Me amparando, me dando forças pra viver
Sem você fico perdida, desprotegida
Isso penso eu, meu pai
Sei que de onde estas cuida e zela por mim
Continuo sendo sua menina mimada
A luz dos seus olhos
Deus só deu a mim para você
E como filha única sempre mimada
Hoje não tenho quem me mime mais
Aprendi a me defender sozinha e lutar
Cresci, meu pai, aqui estou
Deixando para você todo meu carinho, meu amor
Eu te amo
Sempre estarás comigo e no meu coração
Nas minhas lembranças.

Quem?

Quem disse que por de trás daquela barba que nos arranha o rosto não tem um coração moleque querendo brincar?
Quem disse que por detrás daquela voz grossa não tem um menino criativo querendo falar?
Quem foi que falou que aquelas mãos grandes não sabem fazer carinho se o filho chorar?
Quem foi que pensou que aqueles pés enormes não deslizam suaves na calada da noite para o sono do filho velar?
Quem é que achou que no fundo do peito largo e viril não tem um coração de pudim quando o filho amado, com um sorriso largo, se põe a chamar?
Quem foi que determinou que aquele coroa de cabelos brancos não sabe da vida para querer me ensinar?
Pai, você me escolheu filho, eu te fiz exemplo!

Lembranças

Pensei que fosse fácil fazer-te um poema, papai
Mas vejo que tua vida é um poema difícil
Que a gente não pode escrever
Vejo os calos das mãos que contam histórias
Histórias de chinelos, falando uma linguagem
Que os filhos não entendem
Vejo os calos dos joelhos que contam
Histórias humildes de horas silenciosas
Conversadas com Deus
Vejo as rugas da fronte que falam das rugas da alma
Como sulcos da terra que as chuvas abriram
Vejo os pés cansados, rasgados
Por espinhos que a gente não vê
Vejo o calor brilhante do coração que sempre nos ama
Quando ainda não sabíamos amar
Eu me lembro de um pai que dorme de olhos abertos
Pensando no filho que não abre os olhos
Lembro-me de um pai
Que varre o lixo das ruas
Pensando no lixo das casas
Lembro-me de um pai
Que bebe suas mágoas na garrafa
Pensando matar as mágoas da vida
Lembro-me de papai
É difícil fazer um poema para ti
Que vives o poema mais lindo.

As Mãos do Meu Pai

Mário Quintana

As tuas mãos tem grossas veias como cordas azuis
Sobre um fundo de manchas já cor de terra
Como são belas as tuas mãos
Pelo quanto lidaram, acariciaram ou fremiram
Na nobre cólera dos justos
Porque há nas tuas mãos, meu velho pai
Essa beleza que se chama simplesmente vida
E, ao entardecer, quando elas repousam
Nos braços da tua cadeira predileta
Uma luz parece vir de dentro dela
Virá dessa chama que pouco a pouco, longamente
Vieste alimentando na terrível solidão do mundo
Como quem junta uns gravetos e tenta acendê-los contra o vento
Ah, Como os fizeste arder, fulgir
Com o milagre das tuas mãos
E é, ainda, a vida
Que transfigura das tuas mãos
Essa chama de vida, que transcende a própria vida
E que os anjos, um dia, chamarão de alma...

Poema: Missão de ser Pai

Ser pai é uma missão
Não é apenas reprodução
Ser pai é dar amor, carinho e proteção
Ser amigo leal nas horas certas
E severo com brandura quando for preciso
Para educar e mostrar o caminho certo
Nos quais os filhos vislumbrarão
Uma referência a seguir
Pai é proteção e segurança
Quando suas mãos buscam as mãos dos filhos
Eles sentem-se seguros e protegidos
E caminham lado a lado sem temor
Mesmo que estejam temerosos
De enfrentar qualquer obstáculo que surgir
Em suas vidas e caminhos

Pai é o amigo para as brincadeiras
É o confidente nas angustias
É o sorriso na alegria
É o companheiro nas tristezas
É o amparo no cansaço
E o colo quando o sono chega
Velando com ternura o meu adormecer
E se eu ficar doente, o franzir de sua testa
Reflete a preocupação e busca logo os recursos
Para que eu possa logo sarar
Esse é o meu pai
Aquele homem bondoso
Que eu sempre vou amar!

Quem é Você

Que tantas vezes, com palavras duras me fez chorar
E entender que sozinho não vou chegar a nenhum lugar
Sempre esquece que já estou crescido
Não precisa mais agir assim comigo
Hoje eu vim aqui pra gente conversar
Aprendi. Você é mesmo desse jeito
Mas fica um vazio dentro do meu peito
Pai, eu sinto uma vontade de chorar
Que me ajuda toda vez que eu preciso
Meu vilão, você é o melhor AMIGO
Que da vida eu poderia esperar
Pai, chega aqui mais perto eu quero te abraçar.

comentários

anterior

Outubro Rosa

O lugar onde se abriga o coração merece uma atenção especial

próxima

Futuro

Para acontecer como queremos, tem que ser feito agora!