Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Todo excesso esconde uma falta

Eu acabo cometendo sempre os mesmos erros. Já tentei de tudo para mudar meu jeito, mas parece que não aprendo. Por causa do meu comportamento, perdi o meu bem mais precioso: você. Todos os excessos que venho cometendo são pra esconder toda a falta que sinto do nosso amor. Preciso de mais uma chance!

continue lendo
Compartilhar

Mesmos erros

Parece que eu não aprendo, estou viciada em cometer os mesmos erros. De novo e de novo, como se repetisse uma matéria que não entra na minha cabeça ou fizesse uma prova para a qual estudei, mas mesmo assim não consegui assimilar o que eu precisava estudar. E eu tento, de novo e de novo. Tento largar os velhos hábitos, prometo que vou mudar, mas no final acabo fazendo tudo de novo. Estou cansada de nunca aprender, de correr atrás de quem não me valoriza e de fazer tudo para quem não faria nada por mim.

Excessos

Perfumes, joias, os carros e a casa da praia... Nada disso supre a falta que eu sinto do seu cheiro, do seu toque, das viagens e da brisa do mar que sentimos juntos. Trocaria essa vida por uma vida de sentimentos ao seu lado.

Por que nos machucamos tanto?

Por que temos essa mania de nos machucarmos tanto? De insistir nos mesmos erros? E de ainda por cima, continuar fingindo que estamos bem? Que estamos felizes e satisfeitos, quando tudo o que queremos é sair correndo em disparada para algum lugar bem longe daqui? Algum lugar em que ninguém nos conheça e possamos começar tudo de novo. Por que insistimos em nos machucar?

Eu destruí tudo o que construí

Eu fui capaz de destruir tudo o que construí. Todas as pontes que construí a caminho da confiança das pessoas, eu destruí com as minhas atitudes, muitas vezes sem perceber o que fazia. Às vezes falta consciência mesmo, falta experiência e nós só aprendemos quando perdemos o que temos de importante. É doloroso, mas faz parte do processo.

Eu nunca aprendo

Eu nunca aprendo a me desvencilhar de situações que me fazem mal. Eu tenho um vício por sofrer, algo que me atrai na tristeza e na melancolia. Eu romantizei durante muito tempo a ideia de que não posso ser feliz sozinha. E agora me encontro em pedaços, desejando que alguém estivesse aqui para me amparar. De nada serve ter pessoas que só estão ao seu lado por interesse e nas horas divertidas. Durante a tristeza, eu estou realmente sozinha.

Última chance

Essa é a última chance que eu estou te dando para ser sincero comigo. Para que pare de mentir e me diga a verdade, me diga o que realmente sente. Para que seja honesto, comigo e com você mesmo.
Chega de esconder seus sentimentos por trás de piadas, chega de fingir que não sente nada ou que não se importa. Você não consegue mentir para mim, eu te conheço bem demais. Pare com o excesso de autoconfiança e admita uma vez na vida que você tem medo sim de ficar sozinho e deseja alguém ao seu lado.

Não há como esconder

Não há como esconder o que eu ainda sinto por você. Por trás de tudo o que eu digo, não consigo disfarçar o que sinto. Você faz falta aqui e não há um dia em que eu não pense em você. Fantasio com a ideia de que você vai voltar, mesmo sabendo que isso não acontecerá.

 

Padrão de comportamento

Eu já cansei de analisar os meus padrões, parece que eles nunca mudam. Quanto mais eu reflito, mais vejo o quanto estou presa a eles. É o padrão de comportamento de sempre se importar com quem não se importa de volta, de não saber distinguir a reciprocidade, de mentir para mim mesma, de me iludir sempre pelos mesmos motivos, de amar só quem não me ama de volta. E de sempre estar mergulhada em sofrimento e decepção, não saber para onde ir e não enxergar uma saída desse caminho.

Refúgio

Minhas mentiras tornaram-se o meu refúgio. As coisas que repito para mim mesma com tanta frequência que já acredito serem verdade. Meu refúgio é esse mundo que eu construí para mim mesma, em que não existe a dor, nem a decepção e nem o medo da perda.

Tento fingir

Tento fingir que eu já te superei, que as coisas não são mais como antes e que lembrar de você não me afeta em nada. Mas a falta de você me incomoda toda noite. A saudade me traz insônia e durante os meus dias eu tento disfarçar e fingir que estou bem. Acabo exagerando nessas demonstrações, porque no fundo não consigo lidar com a sua ausência. Tudo o que eu mostro é o contrário do que eu sinto.

Exageros que encobrem

As minhas palavras exageradas encobrem o que eu realmente sinto. O meu bem-estar excessivo encobre o fato de que na verdade eu me sinto sozinha, abandonada e incompreendida. Todos os dias ao acordar eu visto minha máscara, visto meu sorriso falso, para que ninguém perceba como eu realmente me sinto e o quanto eu preciso de ajuda e apoio. Não quero lidar com meus sentimentos agora, não sei como fazer isso. Então, eu só fico em silêncio.

Todo excesso esconde uma falta

Todo excesso esconde algo por trás. A arrogância esconde uma incompreensão, uma insegurança por trás. A autoestima muito alta esconde a falta de confiança em si mesmo. A necessidade de ser engraçado o tempo todo esconde no fundo uma tristeza. Todos nós temos coisas que escondemos por trás de características mais suaves. Segredos que não compartilhamos com qualquer pessoa.

Lidar com a perda

Lidar com a perda de algo ou alguém que amamos nunca é fácil, leva tempo. E por muito tempo podemos acabar mascarando o luto e o sofrimento com um falso sentimento de paz. De que estamos bem com a situação e nada nos incomoda. Mas por dentro há um vazio, por dentro há uma dor inexplicável.
Deixe a dor sair, libere o sofrimento. É preciso botar para fora tudo aquilo que te corrói por dentro. Para que você possa superar, para que você possa seguir em frente.

Alguém que você ama se foi

O que acontece com você por trás do seu sorriso forçado? Por trás da expressão que finge tranquilidade, mas esconde uma ponta de desespero? Por trás de tudo isso que você esconde, o que há?
Você perdeu alguém que ama e não conseguiu superar. Está tudo bem, permita-se chorar, permita-se sentir. Você só é humano, não é um robô ou uma máquina. Você tem emoções, não tem problema não estar bem.

Dessa vez não vou desistir

Não, eu não vou desistir. Vou continuar insistindo que você foi feito para mim e eu para você. Continuarei insistindo que você não quer admitir algo que também sente, algo que não consegue controlar. Você gosta de mim, dá para ver de longe. Seu orgulho não te leva a nada. Somente até chances desperdiçadas.

fechar