fechar
Receba diariamente lindas mensagens para se inspirar!

Você vai receber até 1 mensagem por dia R$ 0,39+tributos por mensagem recebida. Assinatura diária, renovação automática. Para cancelar envie
SAIR para o 50005. Se
tiver dúvida, envie AJUDA
para 50005. Serviço
válido para todas
as operadoras.

Anterior
Imagens para Refletir

Acalme sua mente, reflita com essas imagens!

Anterior
Próxima
Poesia de Tudo

Mergulhe no mundo das poesias e encante-se!

Próxima

Poesias sobre amor não correspondido

Confira as melhores poesias cheias de sentimento e compartilhe.

Reflexo

Pablo Neruda

Se sou amado Quanto mais amado Mais correspondo ao amor. Se sou esquecido Devo esquecer também Pois amor é feito espelho Tem que ter reflexo.

facebooktwittergoogle+

O Amor

Fernando Pessoa

pinterest

O amor, quando se revela Não se sabe revelar Sabe bem olhar pra ela Mas não lhe sabe falar Quem quer dizer o que sente Não sabe o que há de dizer Fala: parece que mente Cala: parece esquecer Ah, mas se ela adivinhasse Se pudesse ouvir o olhar E se um olhar lhe bastasse Pra saber que a estão a amar! Mas quem sente muito, cala Quem quer dizer quanto sente Fica sem alma nem fala Fica só, inteiramente! Mas se isto puder contar-lhe O que não lhe ouso contar Já não terei que falar-lhe Porque lhe estou a falar...

facebooktwittergoogle+
Publicidade

Coisa Amar

Manuel Alegre

pinterest

Contar-te longamente as perigosas Coisas do mar. Contar-te o amor ardente E as ilhas que só há no verbo amar Contar-te longamente longamente Amor ardente. Amor ardente. E mar Contar-te longamente as misteriosas Maravilhas do verbo navegar E mar. Amar as coisas perigosas Contar-te longamente que já foi Num tempo doce coisa amar. E mar Contar-te longamente como dói Desembarcar em ilhas misteriosas Contar-te o mar ardente e o verbo amar E longamente as coisas perigosas.

facebooktwittergoogle+
sms

Amor alheio

Mario Quintana

Quiseste expor teu coração a nu E assim, ouvi-lhe todo amor alheio Ah, pobre amigo, nunca saibas tu Como é ridículo o amor... alheio!

facebooktwittergoogle+

O verbo no infinito

Vinicius de Moraes

Ser criado, gerar-se, transformar O amor em carne e a carne em amor; nascer Respirar, e chorar, e adormecer E se nutrir para poder chorar Para poder nutrir-se, e despertar Um dia à luz e ver, ao mundo e ouvir E começar a amar e então sorrir E então sorrir para poder chorar. E crescer, e saber, e ser, e haver E perder, e sofrer, e ter horror De ser e amar, e se sentir maldito E esquecer de tudo ao vir um novo amor E viver esse amor até morrer E ir conjugar o verbo no infinito...

facebooktwittergoogle+

Soneto de Fidelidade

Vinicius de Moraes

pinterest

De tudo ao meu amor serei atento Antes, e com tal zelo, e sempre, e tanto Que mesmo em face do maior encanto Dele se encante mais meu pensamento Quero vivê-lo em cada vão momento E em seu louvor hei de espalhar meu canto E rir meu riso e derramar meu pranto Ao seu pesar ou seu contentamento E assim, quando mais tarde me procure Quem sabe a morte, angústia de quem vive Quem sabe a solidão, fim de quem ama Eu possa me dizer do amor (que tive) Que não seja imortal, posto que é chama Mas que seja infinito enquanto dure.

facebooktwittergoogle+

Amar não é

Julyana Fernandes

pinterest

Amor não é se envolver com a pessoa perfeita Aquela dos nossos sonhos Não existem príncipes nem princesas Encare a outra pessoa de forma sincera e real Exaltando suas qualidades Mas sabendo também de seus defeitos O amor só é lindo quando encontramos alguém Que nos transforme no melhor que podemos ser.

facebooktwittergoogle+
sms

Confia em meu amor

William Shakespeare

Duvida da luz dos astros De que o sol tenha calor Duvida até da verdade Mas confia em meu amor.

facebooktwittergoogle+

Amor é fogo que arde sem se ver

Luís de Camões

Amor é fogo que arde sem se ver É ferida que dói e não se sente É um contentamento descontente É dor que desatina sem doer É um não querer mais que bem querer É um andar solitário entre a gente É nunca contentar-se de contente É um cuidar que se ganha em se perder É querer estar preso por vontade É servir a quem vence o vencedor É ter com quem nos mata lealdade Mas como causar pode seu favor Nos corações humanos amizade Se tão contrário a si é o mesmo amor?

facebooktwittergoogle+

Relógio do mundo

Mario Quintana

Quando duas pessoas fazem amor Não estão apenas fazendo amor Estão dando corda ao relógio do mundo.

facebooktwittergoogle+

Saudade

Pablo Neruda

pinterest

Saudade é solidão acompanhada, é quando o amor ainda não foi embora, mas o amado já... Saudade é amar um passado que ainda não passou, é recusar um presente que nos machuca, é não ver o futuro que nos convida... Saudade é sentir que existe o que não existe mais... Saudade é o inferno dos que perderam, é a dor dos que ficaram para trás, é o gosto de morte na boca dos que continuam... Só uma pessoa no mundo deseja sentir saudade: aquela que nunca amou. E esse é o maior dos sofrimentos: não ter por quem sentir saudades, passar pela vida e não viver. O maior dos sofrimentos é nunca ter sofrido.

facebooktwittergoogle+
sms

Beleza, bem, verdade

William Shakespeare

Não chame o meu amor de Idolatria Nem de Ídolo realce a quem eu amo Pois todo o meu cantar a um só se alia E de uma só maneira eu o proclamo. É hoje e sempre o meu amor galante Inalterável, em grande excelência Por isso a minha rima é tão constante A uma só coisa e exclui a diferença. "Beleza, Bem, Verdade", eis o que exprimo "Beleza, Bem, Verdade", todo o acento E em tal mudança está tudo o que primo Em um, três temas, de amplo movimento. "Beleza, Bem, Verdade" sós, outrora Num mesmo ser vivem juntos agora.

facebooktwittergoogle+

Soneto do Amor Total

Vinicius de Moraes

pinterest

Amo-te tanto, meu amor... não cante O humano coração com mais verdade ... Amo-te como amigo e como amante Numa sempre diversa realidade. Amo-te afim, de um calmo amor prestante E te amo além, presente na saudade. Amo-te, enfim, com grande liberdade Dentro da eternidade e a cada instante. Amo-te como um bicho, simplesmente De um amor sem mistério e sem virtude Com um desejo maciço e permanente. E de te amar assim, muito e amiúde É que um dia em teu corpo de repente Hei de morrer de amar mais do que pude.

facebooktwittergoogle+