Mensagem Com Amor

Poemas

Poemas sobre Felicidade

Poemas de felicidade. Alegria em versos e rimas para alegrar o seu dia! Não existem caminhos para a felicidade porque ela está dentro de você, basta aproveitar!

Definição

A felicidade é um estado de espírito.
Se a sua mente ainda estiver num estado
de confusão e agitação, os bens materiais
não vão lhe proporcionar felicidade.
Felicidade significa paz de espírito.

Visite também: frases de Felicidade

Felicidade

Oriza Martins

Manhã de sábado, ensolarada,
Dia de paz, de flores, de jardinagem,
Vou, feliz, dar um trato na folhagem,
Cuidar do roseiral e da ramada...

Virão comigo o meu amor, o sol, o vento,
Borboletas, falenas e colibris,
Embalados ao cantar dos bem-te-vis,
Emoldurados pelo azul do firmamento...

Vou regar a fascinante alamanda,
Tornar minha pousada colorida,
Deliciosa, perfumada de lavanda...

E após essa jornada tão florida,
Deitaremos numa rede da varanda,
Fazendo amor até esquecer da vida...

A Felicidade

Tristeza não tem fim
Felicidade sim

A felicidade é como a pluma
Que o vento vai levando pelo ar
Voa tão leve
Mas tem a vida breve
Precisa que haja vento sem parar

A felicidade do pobre parece
A grande ilusão do carnaval
A gente trabalha o ano inteiro
Por um momento de sonho
Pra fazer a fantasia
De rei ou de pirata ou jardineira
Pra tudo se acabar na quarta-feira

Tristeza não tem fim
Felicidade sim

A felicidade é como a gota
De orvalho numa pétala de flor
Brilha tranqüila
Depois de leve oscila
E cai como uma lágrima de amor

A felicidade é uma coisa boa
E tão delicada também
Tem flores e amores
De todas as cores
Tem ninhos de passarinhos
Tudo de bom ela tem
E é por ela ser assim tão delicada
Que eu trato dela sempre muito bem

Tristeza não tem fim
Felicidade sim

A minha felicidade está sonhando
Nos olhos da minha namorada
É como esta noite, passando, passando
Em busca da madrugada
Falem baixo, por favor
Pra que ela acorde alegre com o dia
Oferecendo beijos de amor.

Idade

Existe somente uma idade para a gente ser feliz,
somente uma época na vida de cada pessoa
em que é possível sonhar e fazer planos
e ter energia bastante para realizá-las
a despeito de todas as dificuldades e obstáculos.

Existe uma só idade para a gente se encantar com a vida e viver apaixonadamente
e desfrutar tudo com toda intensidade
sem medo, nem culpa de sentir prazer.

Fase dourada em que a gente pode criar
e recriar a vida,
a nossa própria imagem e semelhança
e vestir-se com todas as cores
e experimentar todos os sabores
e entregar-se a todos os amores
sem preconceito nem pudor.

Tempo de entusiasmo e coragem
em que todo o desafio é mais um convite à luta
que a gente enfrenta com toda disposição
de tentar algo novo, de novo e de novo.
e quantas vezes for preciso.

Essa idade tão fugaz na vida da gente
chama-se
e tem a duração do instante que passa.

Samba

Hoje tem Samba,
Tem Samba sim sinhô,
Tem Samba sim sinhô,
Tem Samba sim sinhô.

Hoje acordei tão bem,
Tão contente a cantar.
Um verso na cabeça,
Repetindo sem parar.

Levantei muito disposto,
O cavaco eu peguei.
Fiz alguns acordes
E a cadência firmei.

Hoje tem Samba,
Tem Samba sim sinhô,
Tem Samba sim sinhô,
Tem Samba sim sinhô.

Convidei Carlinhos, Glay,
O Toninho, o Bedan.
O Poeta Edmundo;
Fizemos um Samba bom.

E mandando o recado
No cavaco o Delzinho.
Juntos somos “Bom Malandro”
Cantando samba com carinho.

O dilema e os labirintos

O dilema e os labirintos
Num gesto terno de afeição.
Faz o esfarrapante se erguer do chão.
Afugenta a preguiça, antes que,
A formiga venha ensinar.
Sai do mundo da fantasia.
Veja em frente à luz do farol.
Cicatrizando as feridas do coração.
Que provocou uma sangria.
O aprontar de um amargor no destino.
Os acertos com os erros.
Fracasso? Somos de barro.
Onde foi que ocultou dos olhos o agasalho.
Amordaçada a boca cala.
Existência na transparência.
A indolência da impaciência.
Os dilemas em labirintos sinistram.
Pesarosos pesadelos afrontosos.
Ainda bem que interditado.
Seria o castelo assombrado?
Recomeço um ponto de virtude.
Segurar no leme do novo navio.
Firmeza não pode ofuscar.
Entoar do deserto, cantiga tão bela.
Chega aos ouvidos à nova canção.
O ampliar da ousadia, canta a alegria,
No contracanto.

Cantoria Serena

A cantoria serena
Infindos sonhos deslumbrantes.
Brisa que é só minha.
Estanca leve a sussurrar.
Alumia os pés, cantoria ao entardecer.
Prende a canção do coração.
Ao calar-te, sinto-te distante.
Se ao longe escutas, a terna suave voz.
Que a alma lhe toca, felicidade sorrir a sorte.
Sorriso exuberante extravasa a alegria.
Singeleza irradia repleta afasta a melancolia.
Teu aroma perfumado incendeia.
O dizer de um ditado, que diz,
“maravilhosamente basta.”

Eu Era Feliz

Nos meus tempos de escola
Eu era feliz e disto sabia
Só não sabia que esta felicidade
Se perdia, enquanto a gente crescia...

A vida era uma eterna festa
O mundo uma eterna regalia
Hoje o mundo é tão diferente
Não se parece com o que a gente vivia...

Prestava atenção às aulas
E à professora obedecia
Mesmo sendo uma boa aluna
Fazia muita estripulia...

Depois da aula gangorra, queimada e ping-pong
Pique-bandeira, pique -pega e 5 marias
Havia entre nós afeto, carinho
Celebrávamos a amizade a cada dia...

Dia dos pais e dos mestres
Nenhum de nós se esquecia
E para demonstrar nosso afeto
Serenata para eles a gente fazia...

E debaixo de suas janelas
Na mais profunda euforia
Ao som dos Beatles, Tim Maia e outros
Era aquela cantoria...

De repente, um "te amo" fora da hora
Provocava a desarmonia
E em meio a tanto riso
Era ainda maior a nossa alegria...

E para agradecer a serenata
Bombons para todos se distribuía
Retribuindo docemente o carinho
Aumentava nossa simpatia...

Mas com o passar do tempo
O mundo foi perdendo a magia
E hoje toda esta felicidade
É somente nostalgia...

Agora, adulta, por outros caminhos, eu trago
Doces lembranças da infância e adolescência
Tempo que vivemos intensamente
Tempo em que eu era feliz e sabia!

Garoto

Lá vai o garoto cruzando a estrada
com a sacola nas mãos e o boné virado,
Pensando na vida e fazendo planos
deixando para traz, a vida cigana,
E sozinho ele pensa falando baixinho
meu deus me ajude, não me deixe sozinho,
A noite chegou, e o sono bateu,
e na beira da estrada ele adormeceu,
Ao raiar do dia, ele ainda dormia
mas foi acordado por alguém que dizia,
De onde tu vens, e pra onde tu vais
onde tu moras, e quem são teus pais,
E com lágrimas nos olhos o garoto exclamou,
não tenho morada! minha mãe me abandonou,
E aquele casal que estava ali parado
ficaram em silêncio na beira da estrada,
Pensaram, pensaram, e depois perguntaram,
garoto, quer vir com a gente?
E o garoto aceitou.
E com um vasto sorriso, ele perguntou,
Vou ter uma casa, um lugar pra brincar?
posso jogar bola e também estudar?
E o moço sorrindo-lhe respondeu,
sim, terás uma casa e também poderá
brincar, amanhã irei ao colégio para te matricular,
O tempo passará e você irá crescer,
terás que ser alguém na vida,
ninguém nasceu para sofrer,
o saber não ocupa lugar,
nesta vida é preciso lutar, se você quiser vencer!

Veio Pelo Vento

Veio pelo vento,
Aqueles tantos gritos de alegria,
Era correria sem razão,
Seria pega-pega?

Veio pelo vento,
Gargalhadas sem controle,
Me fizeram lembrar quem eu era,
Quem realmente eu sou.

Veio pelo vento,
O sinal estridente...
Fim de recreio, lá longe,
Mas aqui, continua,
E anima minha vida de adulto.

Aconchego

Saio de casa bem cedo
para ir trabalhar
e meu dia apenas começa.
E isto é normal,
E esta rotina às vezes
me deixa cansado
mas quando o dia termina
eu retorno apressado,
Se eu chego em casa
com ar de bom moço
você não hesita e sorri,
Me fala do dia agitado
que teve e das coisas
Que gosto de ouvir,
E por um instante
eu te olho sem nada dizer
e você novamente sorri,
Me abraça e me beija
se deita em meu peito
e a gente se ama feliz.

O Súbito Sorriso

O súbito sorriso.
Extraído de um choro.
Gravado em memória.
Teima em permanecer.
Na mente o conhecimento,
Da sobrevivência.
De sonho já construído.
Alegre expressão facial.
Felicidade especial conquistada.
Que faz sorrir, querer saltar.
Melodia ritmada do cantar.
E em seus braços te amar.
Lembranças lembradas.
De um tempo recuperado.
Se o adeus foi inevitável.
A resposta virá e dirá.
Que a felicidade tem nome.
É eterna e verdadeira.
Não somente passado.
Dê um começo rabiscado!

comentarios

anterior

Reginaldo Rossi

As melhores frases do rei do brega

próxima

Amigas

O afeto e o companheirismo que une!