fechar
Receba diariamente lindas mensagens para se inspirar!

Você vai receber até 1 mensagem por dia R$ 0,39+tributos por mensagem recebida. Assinatura diária, renovação automática. Para cancelar envie
SAIR para o 50005. Se
tiver dúvida, envie AJUDA
para 50005. Serviço
válido para todas
as operadoras.

Anterior
Garota Exemplar

Veja algumas frases do livro Garota Exemplar e se surpreenda

Anterior
Próxima
Novo Amor

Leia e aposte em novas chances de encontrar um grande amor!

Próxima

Poemas de Mário Quintana

De uma forma simples e serena, Mário Quintana consegue alcançar nossos corações de forma que mal conseguimos perceber. Permita-se abrir para as sutilezas da vida, através desses versos.

Tenta Esquecer-me

Mário Quintana

pinterest

Tenta esquecer-me… Ser lembrado é como evocar Um fantasma… Deixa-me ser o que sou, O que sempre fui, um rio que vai fluindo… Em vão, em minhas margens cantarão as horas, Me recamarei de estrelas como um manto real, Me bordarei de nuvens e de asas, Às vezes virão a mim as crianças banhar-se… Um espelho não guarda as coisas refletidas! E o meu destino é seguir… é seguir para o mar, As imagens perdendo no caminho… Deixa-me fluir, passar, cantar… Toda a tristeza dos rios É não poder parar!

facebooktwittergoogle+

Canção Para Uma Valsa Lenta

Mário Quintana

Minha vida não foi um romance… Nunca tive até hoje um segredo. Se me amar, não digas, que morro De surpresa… de encanto… de medo… Minha vida não foi um romance Minha vida passou por passar Se não amas, não finjas, que vivo Esperando um amor para amar. Minha vida não foi um romance… Pobre vida… passou sem enredo… Glória a ti que me enches de vida De surpresa, de encanto, de medo! Minha vida não foi um romance… Ai de mim… Já se ia acabar!

facebooktwittergoogle+
Publicidade

Os Parceiros

Mário Quintana

Sonhar é acordar-se para dentro: de súbito me vejo em pleno sonho e no jogo em que todo me concentro mais uma carta sobre a mesa ponho. Mais outra! É o jogo atroz do Tudo ou Nada! E quase que escurece a chama triste... E, a cada parada uma pancada, o coração, exausto, ainda insiste. Insiste em quê?Ganhar o quê? De quem? O meu parceiro...eu vejo que ele tem um riso silencioso a desenhar-se numa velha caveira carcomida. Mas eu bem sei que a morte é seu disfarce... Como também disfarce é a minha vida!

facebooktwittergoogle+
sms

Bilhete

Mário Quintana

Se tu me amas, ama-me baixinho Não o grites de cima dos telhados Deixa em paz os passarinhos Deixa em paz a mim! Se me queres, enfim, tem de ser bem devagarinho, Amada, que a vida é breve e o amor mais breve ainda.

facebooktwittergoogle+

Do amoroso esquecimento

Mário Quintana

Eu agora - que desfecho! Já nem penso mais em ti... Mas será que nunca deixo De lembrar que te esqueci?

facebooktwittergoogle+

Canção do amor imprevisto

Mário Quintana

Eu sou um homem fechado. O mundo me tornou egoísta e mau. E a minha poesia é um vício triste, Desesperado e solitário Que eu faço tudo por abafar. Mas tu apareceste com a tua boca fresca de madrugada, Com o teu passo leve, Com esses teus cabelos... E o homem taciturno ficou imóvel, sem compreender nada, numa alegria atônita... A súbita, a dolorosa alegria de um espantalho inútil Aonde viessem pousar os passarinhos.

facebooktwittergoogle+

Poeminha sentimental

Mário Quintana

O meu amor, o meu amor, Maria É como um fio telegráfico da estrada Aonde vêm pousar as andorinhas... De vez em quando chega uma E canta (Não sei se as andorinhas cantam, mas vá lá!) Canta e vai-se embora Outra, nem isso, Mal chega, vai-se embora. A última que passou Limitou-se a fazer cocô No meu pobre fio de vida! No entanto, Maria, o meu amor é sempre o mesmo: As andorinhas é que mudam.

facebooktwittergoogle+
sms

Trova

Mário Quintana

Coração que bate-bate... Antes deixes de bater! Só num relógio é que as horas Vão passando sem sofrer.

facebooktwittergoogle+

A canção da vida

Mário Quintana

pinterest

A vida é louca a vida é uma sarabanda é um corrupio... A vida múltipla dá-se as mãos como um bando de raparigas em flor e está cantando em torno a ti: Como eu sou bela amor! Entra em mim, como em uma tela de Renoir enquanto é primavera, enquanto o mundo não poluir o azul do ar! Não vás ficar não vás ficar aí... como um salso chorando na beira do rio... (Como a vida é bela! como a vida é louca!)

facebooktwittergoogle+

Das utopias

Mário Quintana

Se as coisas são inatingíveis... ora! Não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos se não fora A mágica presença das estrelas!

facebooktwittergoogle+

Poeminha do contra

Mário Quintana

Todos estes que aí estão Atravancando o meu caminho, Eles passarão. Eu passarinho!

facebooktwittergoogle+
sms

Os poemas

Mário Quintana

Os poemas são pássaros que chegam não se sabe de onde e pousam no livro que lês. Quando fechas o livro, eles alçam vôo como de um alçapão. Eles não têm pouso nem porto; alimentam-se um instante em cada par de mãos e partem. E olhas, então, essas tuas mãos vazias, no maravilhado espanto de saberes que o alimento deles já estava em ti...

facebooktwittergoogle+

Os Retratos

Mário Quintana

pinterest

Os antigos retratos de parede Não conseguem ficar longo tempo abstratos. Às vezes os seus olhos te fixam, obstinados Porque eles nunca se desumanizam de todo Jamais te voltes pra trás de repente. Não, não olhes agora! O remédio é cantares cantigas loucas e sem fim… Sem fim e sem sentido… Dessas que a gente inventava enganar a solidão dos caminhos sem lua.

facebooktwittergoogle+

Simultaneidade

Mário Quintana

- Eu amo o mundo! Eu detesto o mundo! Eu creio em Deus! Deus é um absurdo! Eu vou me matar! Eu quero viver! - Você é louco? - Não, sou poeta.

facebooktwittergoogle+

Um bom poema

Mário Quintana

Um bom poema é aquele que nos dá a impressão de que está lendo a gente ... e não a gente a ele!

facebooktwittergoogle+
sms

Da observação

Mário Quintana

Não te irrites, por mais que te fizerem... Estuda, a frio, o coração alheio. Farás, assim, do mal que eles te querem, Teu mais amável e sutil recreio...

facebooktwittergoogle+

Da discrição

Mário Quintana

Não te abras com teu amigo Que ele um outro amigo tem. E o amigo do teu amigo Possui amigos também...

facebooktwittergoogle+

Dos nossos males

Mário Quintana

A nós bastem nossos próprios ais, Que a ninguém sua cruz é pequenina. Por pior que seja a situação da China, Os nossos calos doem muito mais...

facebooktwittergoogle+

Inscrição para um portão de cemitério

Mário Quintana

Na mesma pedra se encontram, Conforme o povo traduz, Quando se nasce - uma estrela, Quando se morre - uma cruz. Mas quantos que aqui repousam Hão de emendar-nos assim: "Ponham-me a cruz no princípio... E a luz da estrela no fim!"

facebooktwittergoogle+
sms

Presença

Mário Quintana

É preciso que a saudade desenhe tuas linhas perfeitas, teu perfil exato e que, apenas, levemente, o vento das horas ponha um frêmito em teus cabelos... É preciso que a tua ausência trescale sutilmente, no ar, a trevo machucado, as folhas de alecrim desde há muito guardadas não se sabe por quem nalgum móvel antigo... Mas é preciso, também, que seja como abrir uma janela e respirar-te, azul e luminosa, no ar. É preciso a saudade para eu sentir como sinto - em mim - a presença misteriosa da vida... Mas quando surges és tão outra e múltipla e imprevista que nunca te pareces com o teu retrato... E eu tenho de fechar meus olhos para ver-te.

facebooktwittergoogle+

Esperança

Mário Quintana

Lá bem no alto do décimo segundo andar do Ano Vive uma louca chamada Esperança E ela pensa que quando todas as sirenas Todas as buzinas Todos os reco-recos tocarem Atira-se E — ó delicioso vôo! Ela será encontrada miraculosamente incólume na calçada, Outra vez criança... E em torno dela indagará o povo: — Como é teu nome, meninazinha de olhos verdes? E ela lhes dirá (É preciso dizer-lhes tudo de novo!) Ela lhes dirá bem devagarinho, para que não esqueçam: — O meu nome é ES-PE-RAN-ÇA...

facebooktwittergoogle+

Se eu fosse um padre

Mário Quintana

Se eu fosse um padre, eu, nos meus sermões, não falaria em Deus nem no Pecado - muito menos no Anjo Rebelado e os encantos das suas seduções, não citaria santos e profetas: nada das suas celestiais promessas ou das suas terríveis maldições... Se eu fosse um padre eu citaria os poetas, Rezaria seus versos, os mais belos, desses que desde a infância me embalaram e quem me dera que alguns fossem meus! Porque a poesia purifica a alma ... a um belo poema - ainda que de Deus se aparte - um belo poema sempre leva a Deus!

facebooktwittergoogle+