fechar
Receba diariamente lindas mensagens para se inspirar!

Você vai receber até 1 mensagem por dia R$ 0,39+tributos por mensagem recebida. Assinatura diária, renovação automática. Para cancelar envie
SAIR para o 50005. Se
tiver dúvida, envie AJUDA
para 50005. Serviço
válido para todas
as operadoras.

Anterior
Aniversário de 15 Anos

Mensagens de Aniversário para Debutantes. Momento Especial.

Anterior
Próxima
Livros para o Dia dos Pais

Livros para presentear todos tipos de pais!

Próxima
comente

Livros de Poemas e Poesias 4

Ondas e Outros Poemas Esparsos

Euclides da Cunha

Baixe o PDF do Livro!

Euclides Rodrigues da Cunha nasceu em 1866, no Rio de Janeiro. Foi escritor, sociólogo, repórter jornalístico, historiador, geógrafo, poeta e engenheiro e eleito em 1903 para a cadeira 7 da Academia Brasileira de Letras. Morreu em 1909. Ondas e Outros Poemas Esparsos foi escrito por Euclides da Cunha no Rio de Janeiro, em 1883, quando o autor tinha apenas 14 anos de idade.

facebooktwittergoogle+

Espírito Errante

Benedito Germano Neponuceno

Baixe o PDF do Livro!

A obra de Benedito Germano Neponuceno, O espírito Errante é uma coletânea de poesias cujo principal assunto são os conflitos do ser humano, sendo um espírito errante e apto a questionamentos e reflexões.

facebooktwittergoogle+
Publicidade

Madressilvas

Brasílio Machado

Baixe o PDF do Livro!

Como poeta, sofreu intensamente a influência de Castro Alves, de quem foi colega e íntimo amigo. Daí, talvez, seu entusiasmo pela poesia, que o levou a publicar três coletâneas de versos: Madressilvas, em 1876, Perpétuas, em 1882 e Ave Maria, em 1900. São de Madressilvas, os famosos versos dedicados à Piracicaba.

facebooktwittergoogle+

Crisfal

Cristóvão Falcão

Baixe o PDF do Livro!

A écloga, que narra os amores e as desventuras do pastor Crisfal e da pastora Maria, aparece publicada pela primeira vez na edição de 1554 da Menina e Moça de Bernardim Ribeiro, saída em Ferrara e acompanhada da seguinte epígrafe: Écloga de Cristóvão Falcão chamada Crisfal.

facebooktwittergoogle+

Camafeus Romanos

Eugênio de Castro

Baixe o PDF do Livro!

Obra data de 1921, escrita por Eugênio de Castro pertencente a segunda fase do poeta, a fase neoclássica, que corresponde aos poemas escritos já no século XX. Na segunda fase vemos um poeta voltado à Antiguidade Clássica e ao passado português, revelando um certo saudosismo, característico das primeiras décadas do século XX em Portugal.

facebooktwittergoogle+

Vida de Pobre na Cidade Grande

Edinaldo Alecrim Machado

Baixe o PDF do Livro!

Na obra o autor mostra a trajetória de um homem lutador, que trocou o interior pela cidade grande em busca de crescimento, tudo isso em forma de poesia.

facebooktwittergoogle+

Antônio Nobre

Baixe o PDF do Livro!

E é na solidão do seu quarto da rue des Écoles que escreverá muitos dos poemas que integrarão o Só, publicado em Paris em 1892, pelo editor dos poetas simbolistas, Léon Vanier. A obra é mal acolhida em Portugal, com exceção de alguns amigos, mas quando o livro é reeditado seis anos depois, as reações já são mais favoráveis. Hoje faz-se-lhe finalmente justiça e Só está entre os maiores livros da literatura portuguesa. Só é um retrato do país em fins do séc. XIX, em especial do Norte ( Douro e Minho), feito com grande ironia.

facebooktwittergoogle+

Obras

Bento de Figueiredo Tenreiro Aranha

Baixe o PDF do Livro!

Dois incidentes ocasionaram a perda da maioria de suas obras de Tenreiro Aranha. O que se salvou foi reunido em um volume póstumo, Obras literárias de Bento de Figueiredo Tenreiro Aranha, publicado em 1850, 39 anos após sua morte, e tendo sua segunda edição em 1899, que inclui: idílios, dramas, oratórios, odes e cantatas em português e na língua geral. Segundo Silvio Romero o caráter nacionalista da poesia de Tenreiro Aranha está no fato de haver ele feito entrar os índios brasileiros em algumas das suas produções.

facebooktwittergoogle+

Lucrécias

Bruno Seabra

Baixe o PDF do Livro!

Nota-se que em geral as Lucrecias não são da escola da Lucrecia romana e que o poeta mostrou-se com elas um pouco livre. As poesias são quase todas cantos de amor e de flores, cantos de um poeta na primavera dos anos e embora em quase todas se veja radiando alegria, transpira daqui e dali em versos que por descuido escaparão, um rápido testemunho da vida trabalhosa e pouco feliz do autor.

facebooktwittergoogle+

Contos, Cartas, Frases e Poemas

Djalma de Freitas Pinheiro

Baixe o PDF do Livro!

Socialista, de 50 e poucos anos. Djalma de Freitas Pinheiro, autor do livro Contos, cartas, frases e poemas, como o título já diz escreve seus contos e afins a partir de experiências de sua vida e fala sobre amor e solidão em um misto de poesia e texto.

facebooktwittergoogle+