Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Bíblia Antigo Testamento

Joel

Leia nas páginas a seguir o texto integral do livro de Joel.

Este é um dos livros dos Profetas Menores que compõem o Velho Testamento, e tem como autor o próprio profeta Joel. Não há uma determinação exata da época em que se passam os eventos do livro, mas acredita-se que ele foi escrito após o fim do exílio dos hebreus na Babilônia, pois não há menções a este evento, nem a nenhum rei da era monárquica anterior ao cativeiro.

Nos quatro capítulos que o compõem, o livro revela uma profecia composta por duas partes distintas. Na primeira parte, após uma praga de gafanhotos causar a devastação das plantações na região da Judeia, o profeta chama o povo e os sacerdotes a jejuarem, se arrependerem e suplicarem a Deus por salvação – uma liturgia de penitência. Essa ação também leva Joel a ser visto como um profeta a serviço do Templo de Jerusalém.

Após a demonstração de fé e penitência do povo, Deus liberta-os do mal e lhes abençoa com novas plantações. Na segunda parte, a profecia se torna apocalíptica e trata sobre o fim dos tempos. A união entre as duas partes do livro surge na demonstração de que a praga de gafanhotos atua como uma representação simbólica do que acontecerá no momento do Juízo Final. No Dia de Deus, os exércitos do Senhor cairão sobre as nações em julgamento. Aqueles, porém, que demonstrarem arrependimento, que jejuarem e orarem a Deus, também serão salvos. Deus lhes abençoará com nova vida, assim como trouxe uma nova plantação ao povo da Judeia.

O livro ensina que as graças de Deus podem ser alcançadas quando cada fiel se dedica a isso. Ensina também que, no momento do Juízo Final, toda nação que quiser ser salva deverá demonstrar arrependimento frente ao julgamento de Deus.

Fortaleça a sua fé com essa leitura!