Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

A Tal da Amizade

O que seria de nós sem os nossos verdadeiros amigos? Saiba um pouco mais sobre essa tal de amizade com lindas mensagens...

continue lendo
Compartilhar

Sublime e sem explicação

Nathália Oldoni

A amizade significa, pra mim, uma sublime relação que não tem explicação!
Não foram poucas as vezes que me peguei pensando no quanto sou feliz e abençoada por ter ao meu lado pessoas especiais, com as quais sei que posso contar a qualquer hora. Amigos verdadeiros que Deus colocou em meu caminho para multiplicar as alegrias, dividir as tristezas e marcar os meus passos nessa incrível jornada chamada: VIDA!

Sinceridade, confiança, lealdade, disponibilidade, tolerância, compreensão, amor e sintonia: ingredientes essenciais pra que uma amizade seja duradoura e dê frutos maravilhosos!

Meus amigos são os grandes responsáveis por acrescentarem brilho à minha vida e por disseminarem em meu coração e em minha mente alguns valores, gestos, sentimentos e palavras, que ficarão ali eternizados! Saint-Exupéry afirmou em sua obra O Pequeno Príncipe: "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas." É, concordo plenamente com essa afirmação.

Estou passando hoje aqui para deixar registrado o meu agradecimento aos amigos verdadeiros que fazem a diferença em minha vida! Obrigada por existirem e por me permitirem conviver com cada coração gigante e cheio de amor! É um privilégio ter vocês caminhando comigo! Que assim seja pra sempre! Eu os amo incondicionalmente!

A Tal da Amizade

Emir Tavares

Procurei muito, longos caminhos percorri.
E quanto mais eu me questionava mais eu me distanciava dessa tal da amizade.
Confuso e aturdido fiquei, pois eu sempre ouvi dizer acerca dessa tal da amizade.
E no meio desse caos existencial que em mim se instalou eu comecei a aprender algo sobre essa Tal da amizade.
Fiz o caminho de volta. Penoso, confesso. Mas só então meus olhos se abriram e meu coração bateu mais forte.
Passei a procurar não mais essa Tal da amizade.
Passei a amar o valor de uma Verdadeira amizade. Não preciso me distanciar; muito menos me questionar.
Ao fazer o caminho de volta, ao me aproximar dessa minha natureza, aceitando-me como sou, descobri que tinha e era amado por tanta gente. Não precisava ir longe.
Eles sempre estiveram perto. Muito perto! Desisti, então, de procurar amigos. Nada disso faz mais sentido.
Descobri que, acima de tudo, preciso ser eu, O amigo.

Tal qual é a amizade

Jacqueline Collodo

Amizade
é tal qual beijo
dado pela Lua sem pejo
ao Céu,
dado pelo Sol ao Mar
ao léu.

Amizade
é tal qual sublime
perfume de cesta antiga
de vime,
perfume do que é seguro
e redime.

Amizade
é tal qual irmãos
da mesma mão,
do mesmo ser,
da mesma hora.
Aquele que chora
lhe faz saber.

Amizade
é tal qual um
que caminhou
não deixou pra depois,
encontrou um outro
e se tornou dois.
Tal qual toalha de mesa
que une diversas pontas
numa só grandeza.

Exemplo de amizade

Renata Andrade

O que me fez sentir vontade de escrever foi ler esse fim de semana o livro "O Menino do Pijama Listrado" de John Boyne. Nunca chorei tanto na vida lendo um livro... em frente ao PC as lágrimas escorriam pelo rosto, me emocionei de verdade. E o que mais fez com que isso acontecesse, foi a grande cumplicidade e amizade de dois meninos, que é desenvolvida tendo como cenário um dos campos de exterminação de judeus mais famoso, Auschwitz.
Amizade, no dicionário Aurélio, está definida como "ligação intima entre duas pessoas". E isso percebe-se na intensa relação em que Bruno e Shmuel desenvolvem, separados por uma cerca, que divide seus mundos mas que ao mesmo tempo une por essa grande afinidade que os dois adquirem, sem ao menos brincarem juntos como fazem as outras crianças. O que une essas duas crianças é muito mais forte, sendo focada a situação de divergências e diferenças em que tal amizade foi fincada. E isso é o que mais emociona no livro, a simplicidade dessas duas crianças, compartilhando vivências antes de chegarem àquele lugar que mudaria suas vidas...
A maior lição que esse livro nos traz, é que devemos quebrar todas as barreiras existentes em nossa vida que nos separam/ privam de muitas coisas. Bruno e Shmuel fizeram exatamente isso, quebraram os muros existentes e começaram a cultivar o que viria a se tornar uma grande amizade. O mundo seria bem melhor se existissem mais pessoas como essas duas crianças... com essa enorme relação de amor/amizade.

O que falar desse sentimento

Bianca Chagas

Às vezes, eu paro pra refletir, reflito sobre tudo, das coisas mais simples, às coisas mais complexas deste mundo. Às vezes, me perco diante dos meus pensamentos... Neles estão inclusos os mais diversos pensamentos, os mais diferentes jeitos de agir, pensar e falar, e os mais diversos sentimentos.

Dentre eles, encontro a amizade, mas o que falar dela? Do dicionário ela é: afeição recíproca entre dois entes. Ou seja, boas relações. E os estudiosos tratam dela como uma virtude extremamente necessária à vida.

Pois é, concordo plenamente com todos os que pensam assim, amizade é um amor que nasce afim de unir corações, almas, ou seja, pessoas por um só sentimento.

Mas nesse amor não está incluso um relacionamento romântico-sexual, e sim muito mais que isso, nesse amor está incluso um relacionamento humano que envolve muita afeição, lealdade, carinho e respeito, amor ao qual podem ser dadas várias provas com apenas um abraço de consolo, uma palavra de conforto, um sorriso de carinho.

Pois esse amor é o amor que vem da amizade que é derivada do melhor dos sentimentos: o próprio amor. Por isso, cultive e conserve as amizades que você tem, pois amizades de verdade são difíceis de encontrar e muito fáceis de perder.

Verdadeira amizade

Blog Mundo Secreto

Muitas pessoas dizem que não existe, dizem que ninguém é amigo de ninguém, que as pessoas só se aproximam das outras por necessidade e nada mais.
Eu, na verdade, penso que isso é mentira! A amizade verdadeira existe sim, como eu posso contar meus segredos a alguém que não confio? E como essa pessoa conta seus segredos para mim se ela não confia em mim? Como podemos passar tanto tempo com os nossos "amigos" sem realmente conhecê-los? E como vamos conhecer se não dermos uma chance a amizade? É realmente verdade que nos cercamos de pessoas por necessidade, mas algumas dessas pessoas, uma verdadeira minoria, nos cercamos delas porque gostamos realmente delas, porque gostamos de conversar com elas, porque sabemos que elas estarão conosco aconteça o que for. E isso é a amizade verdadeira, aquela que não existe por necessidade ou que aparece por um segundo, mas aquela que nasce em um segundo e dura a vida toda.

A beleza do viver

Meire Oliveira

A vida pode ser bela
quando sabemos para qual ângulo olhar
basta não ter medo dela
abrir as asas ao infinito e voar.

Quando se enxerga o mundo além do umbigo,
além do que vai em nosso interior
consegue-se ver tudo mais nítido
tudo passa a fazer um sentido amplo olhado com amor.

Assistir a um lindo por-do-sol ou admirar o mar
são presentes de Deus através da natureza,
são prazeres que fazem nossa alma se deliciar
trazendo a nossa vida toda sua divina beleza.

Assim também são os amigos que encontramos a cada dia
presentes que nos chegam sem explicação
e passam a nos ajudar a pintar nossa vida com total maestria
a eles tenho uma profunda e eterna gratidão e guardo cada um num belo lugar do meu coração.

 

Loucos e Santos

Oscar Wilde

Escolho meus amigos não pela pele ou outro arquétipo qualquer, mas pela pupila.
Tem que ter brilho questionador e tonalidade inquietante.
A mim não interessam os bons de espírito nem os maus de hábitos.
Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero meu avesso.
Que me tragam dúvidas e angústias e aguentem o que há de pior em mim.
Para isso, só sendo louco.
Quero os santos, para que não duvidem das diferenças e peçam perdão pelas injustiças.
Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.
Não quero só o ombro e o colo, quero também sua maior alegria.
Amigo que não ri junto, não sabe sofrer junto.
Meus amigos são todos assim: metade bobeira, metade seriedade.
Não quero risos previsíveis, nem choros piedosos.
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem, mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos.
Quero-os metade infância e outra metade velhice!
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto; e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que “normalidade” é uma ilusão imbecil e estéril.

fechar