Famosos / Escritores / Escritores internacionais

Frases de Michel Foucault

Filósofo, historiador das ideias, teórico social, filólogo e crítico literário. Michel Foucault nasceu em 1926 e faleceu em 1984, na França. Conheça um pouco de suas ideologias de vida e pensamentos críticos.

Relação do castigo

Retirada do livro Vigiar e Punir

Mas a relação castigo-corpo não é idêntica ao que ela era nos suplícios. O corpo encontra-se aí em posição de instrumento ou de intermediário; qualquer intervenção sobre ele pelo enclausuramento, pelo trabalho obrigatório visa privar o indivíduo de sua liberdade considerada ao mesmo tempo como um direito e como um bem. (…) O castigo passou de uma arte das sensações insuportáveis a uma economia dos direitos suspensos.

Compartilhar

O poder judiciário

Retirada do livro Vigiar e Punir

Utopia do poder judiciário: tirar a vida evitando de deixar que o condenado se sinta mal, privar de todos os direitos sem fazer sofrer, impor penas isentar de dor.

Compartilhar

O que somos?

Retirada do Documentário Foucault x Foucault

Também devemos nos perguntar sobre o que somos no presente, na atualidade.

Compartilhar

A cultura

Retirada do Documentário Foucault x Foucault

Que possamos considerar nossa própria cultura como algo tão estranho a si mesmo quanto a cultura.

Compartilhar

Escrever é...

É se transformar, é desprender-se de si mesmo, dissociar-se de si mesmo. Se eu já soubesse onde estava indo, não escreveria.

Compartilhar

Nos afirmar

Devemos não somente nos defender, mas também nos afirmar, e nos afirmar não somente enquanto identidades, mas enquanto força criativa.

Compartilhar

O poder

Retirada do livro Vigiar e Punir

Temos antes que admitir que o poder produz saber (e não simplesmente favorecendo o porquê serve ou aplicando o porquê é útil); que poder e saber estão diretamente implicados; que não há relação de poder sem constituição correlata de um campo de saber, nem saber que não suponha e não constitua ao mesmo tempo relações de poder.

Compartilhar

Sobre a culpa de um suspeito

Retirada do livro Vigiar e Punir

A culpa não começava uma vez reunida todas as provas: peça por peça, ela era constituída por cada um dos elementos que permitiam reconhecer um culpado. Assim, uma meia-prova não deixava inocente o suspeito enquanto não fosse completada: fazia dele um meio-culpado; o indício, apenas leve, de um crime grave, marcava alguém como um pouco criminoso.

Compartilhar

Indispensável

Existem momentos na vida onde a questão de saber se pode pensar diferentemente do que se pensa, e perceber diferentemente do que se vê, é indispensável para continuar a olhar ou a refletir.

Compartilhar

O que é o discurso?

O discurso não é simplesmente aquilo que traduz as lutas ou os sistemas de dominação, mas aquilo porque, pelo que se luta, o poder do qual nos queremos apoderar.

Compartilhar

Sobre o livro História da Sexualidade

Retirada do Documentário Foucault x Foucault

Escrever uma história da sexualidade afastada da ideia de um poder repressor e de censura.

Compartilhar

A alma

A alma, efeito e instrumento de uma anatomia política; a alma, prisão do corpo.

Compartilhar

comentários

anterior

Hedy Lamarr

Uma revolucionária na arte e na tecnologia

próxima

Acalma o meu pensamento

O que é capaz de trazer tranquilidade para o seu interior?