Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Poemas bíblicos

A palavra de Deus pode ser espalhada ao mundo de diversas maneiras. Deixe a poesia ser o instrumento para levar o Espírito Santo para todos os lugares!

A mácula

Lucas Menezes

O meu refúgio,

A minha natureza,

O meu Deus, a quem confio,

É dono de todas as belezas.



Mas há quem pergunte:

“Se ele é dono disso, daquilo,

Da natureza e das coisas belas,

Ele também é dono das mazelas?”



Deus não nos priva dos erros,

Tampouco dos acertos que vêm e vão.

Seguir a estrada do mal é uma escolha,

Mas propagar o bem também é uma opção.



Pois Deus é tão Deus,

Que ao invés de criar

Um mundo fabuloso e ideal,

Foi criador o bastante para fazer o Real!



Trazer à tona toda a realidade,

Todas as chances e oportunidades,

Os desvios e a desigualdade,

A mentira e a verdade.



Pois só assim

O livre-arbítrio

Que fora prometido

É cumprido!



Deus, obrigado pelas serpentes e maçãs

Que colocastes em nossos caminhos.

Prevenir o mal é um erro,

Descurar o bem é um atino.

Encha seu coração com a paz de Deus

Miserere

Lucas Menezes

Perdoa-me!

Mude-me!

Usa-me!



Pois só o pecado

Nos faz retornar ao ponto de partida,

Do relacionamento com Deus.



Pois só a mudança nos faz pensar,

Reestruturar as nossas vidas

E mudar de atitude com os seus.



Pois só a entrega ao Senhor

Nos faz inteiros

E nos faz humildes, como os plebeus.



Lava-me, Senhor, de toda a minha culpa.

Purifica-me, Senhor, de todo o meu pecado.

Em forma de oração, eu me sinto abraçado.



Não basta chorar,

Pedir perdão,

Implorar

E esperar!



Deus sempre estará lá,

De braços e ouvidos abertos,

Perdoando as nossas atitudes.

Mas só nós mesmos podemos mudar!



Para que o pecado não se repita,

Para que o perdão não vire rotina,

Para que a mudança e a entrega

Não se percam em vida.

Vara e cajado

Lucas Menezes

O vale das sombras não me assusta mais,

O vale da morte não me faz cócegas.

Nunca temerei mal algum!

A bíblia me fez ter Vida com palavras prósperas.



A vara e o cajado do Senhor,

Velho pastor de ovelhas,

São como capítulos e versículos,

São como pão e vinho na ceia.



A vara e o cajado do Pastor,

Velho senhor dos ensinamentos,

São como Eva e Adão,

São como velho e novo testamento.



O Senhor é o meu pastor!

Nada me faltou,

Nada me faltará!



O Senhor é o meu Deus!

Com uma haste e um báculo,

Me guia, me ilumina e me abençoa.

Luz e dilúvio

Lucas Menezes

A Arca de Noé já anunciava...

Peixes, leões, girafas,

Cavalos, elefantes, zebras,

Porcos, macacos e pássaros.



Não temereis!

Ame os animais,

Os seus domésticos,

Os perdidos pelas ruas

E os que vivem a cantar na natureza.



Os cães são puros,

Já que ninguém pode provar, afirmo!

Cada latido deles é um “Eu te amo”.



Os peixes são benevolentes,

Já que ninguém pode provar, afirmo!

Respiram embaixo d’água para oxigenar o oceano.



Os cavalos são fortes,

Já que ninguém pode provar, afirmo!

Cavalgam, transportam e relincham

Para proteger e carregar os humanos.



Os elefantes são frívolos,

Já que ninguém pode provar, afirmo!

Eles não temem os ratos, mas o fazem por humildade.



Os porcos são limpos,

Já que ninguém pode provar, afirmo!

Vivem na lama para compensar a salubridade.



Os pássaros são altruístas,

Já que ninguém pode provar, afirmo!

Comem pouco para sobrar mais ao próximo.



Até o dia em que Deus retornar

E provar a todos nós, meros mortais,

Que cada latido, cada respiração,

Cada relincho e cada pio

É um ecoar de esperança!

Deixe a sua vida cheia da gratidão de Deus

A escolha

Lucas Menezes

Mil já caíram ao meu lado...

Faltam dez mil à minha direita!

A minha caminhada,

Por mais larga a passada,

Segue estreita.



Mas e quando os dez mil caírem?

Será que irei aguentar?

Será que irei temer?

A quem devo confiar?



Quando não a ciência,

A crença.

Quando não o remédio,

A bênção.



Quando não os amigos,

A família.

Quando não eu,

Deus.



Entre vales e lugares mal-assombrados,

Sigo com a fé em Deus, aguerrido e agradecido.

Pois Deus nunca escolheu “o abençoado”,

Mas sempre abençoou o escolhido.

Poesia divina

Lucas Menezes

7 dias foi o tempo necessário

Para agarrar uma caneta

E traçar toda a história da humanidade.



Uma semana foi o bastante

Para contar histórias de anciões,

Para traduzir a língua dos homens e dos anjos

Em uma única poesia.



Um quarto de um mês foi necessário

Para transformar a órbita em elipse,

Para criar a Gênesis, Êxodo e o Apocalipse.



Esse curto espaço de tempo

Foi o bastante para a criação do maior livro,

Que não é a Bíblia,

Mas o mundo em que vivemos.



O bastante para nos ensinar

A nunca perguntarmos: por quê?

Mas sempre: para quê?



O bastante para nos mostrar

Que Sócrates, Antônio Conselheiro

E Jesus Cristo

Morreram pela injustiça, mas bem-quistos.



Uma poesia de vida e vitória,

Dificuldade e glória.

Isso tudo só prova

Que Deus é o maior poeta da história!

12

Lucas Menezes

O número Doze

É um número especial,

Ultrapassa toda a soma numeral

E todos os rótulos,

Pois carrega em si a Fé

E a entrega dos Apóstolos.



Pedro, Filipe, André,

Tiago, Mateus, Tomé,

João, Zilote, Bartolomeu,

Iscariotes, Tiago e Tadeu.



O número 12 não é 7,

Como o número de dias

Em que o criador fez o mundo.



Tampouco 7,

Como a quantidade de pecados

Em um cenário infecundo.



O número 12 não é 10,

Como os mandamentos

Que constam na tábua de Moisés.



O número 12 não é 3,

Como a quantidade de dias

Para ressuscitar e lavar os seus pés.



12 é um número

Sagrado e exclusivo

Para seguidores exímios.



E mesmo que haja um traidor,

Doze é a soma,

Multiplicação e divisão

De todo o louvor.

Edifique sua alma e eleve sua fé