Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Nobel de Literatura

A função do Prêmio Nobel de Literatura é premiar os melhores escritores por todo o seu trabalho e contribuição para o mundo literário. O prêmio existe desde 1901 e é entregue anualmente.

O que é?

O Prêmio Nobel de Literatura é um prêmio literário concedido anualmente desde 1901 e considerado o maior prêmio de literatura do mundo. De acordo com Alfred Nobel, criador e idealizador do prêmio, o Nobel de Literatura deve ser concedido para um autor que tenha produzido, através do campo literário, o mais magnífico trabalho em uma direção ideal. O trabalho considerado para o prêmio é a obra inteira do escritor, os principais livros, mentalidade, estilo e filosofias.

Primeiro prêmio

O primeiro Prêmio Nobel de Literatura foi entregue em 1901 para o poeta francês Sully Prudhomme, com 62 anos na época. A Academia Sueca atribuiu o prêmio ao francês, na palavras da Academia, em especial reconhecimento a sua composição poética, que dá provas de idealismo elevado, perfeição artística e uma combinação rara das qualidades do coração e do intelecto.

Polêmica!

Os vencedores do prêmio geram certa polêmica e muitos afirmam que o Nobel de Literatura é tendencioso, pois muitos autores mundialmente reconhecidos foram ignorados, como Marcel Proust, Vladimir Nabokov, Liev Tolstói, Émile Zola e Franz Kafka.

Mais famosos

Muitos escritores vencedores do Prêmio Nobel de Literatura sequer tiveram suas obras publicadas em solo brasileiro. Entre os mais famosos para nós brasileiros, podemos destacar o ex-primeiro ministro britânico e autor das Memórias da Segunda Guerra Winston Churchill. A obra O Velho e o Mar é bastante conhecida no Brasil e seu autor Ernest Hemingway também foi vencedor do Nobel. Outro autor bastante conhecido no Brasil é um dos criadores do teatro do absurdo, Samuel Beckett. Podemos destacar também o poeta chileno Paulo Neruda e o escritor e jornalista colombiano Gabriel García Márquez, autor de Cem Anos de Solidão.

País com mais vencedores

O país com maior número de vencedores do Prêmio Nobel de Literatura é a França, com 12 ganhadores. A Alemanha aparece logo atrás, com 11 premiados, seguida dos Estados Unidos com 9 vencedores e do Reino Unido com 8 premiados.

Academia Sueca

A instituição responsável por anunciar o vencedor do Prêmio Nobel de Literatura é a Academia Sueca. A Academia Sueca é composta por 18 membros, metade deles escritores e o restante linguistas ou professores. O ganhador do prêmio é anunciado no começo do mês de outubro de cada ano.

Primeiro não europeu

O primeiro vencedor não europeu do Nobel de Literatura foi o poeta indiano Rabindranath Tagore, em 1913. O prêmio só foi parar nas mãos de um não europeu novamente 17 anos depois, em 1930, com o escritor americano Sinclair Lewis.

Língua Portuguesa

Nenhum autor brasileiro foi agraciado com o prêmio. O único escritor de língua portuguesa a ganhar o Prêmio Nobel de Literatura foi o português José Saramago, em 1998. Segundo a Academia Sueca, Saramago foi ganhador do prêmio por suas parábolas portadores de imaginação, compaixão e ironia, que tornam compreensíveis realidades fugidias.

Guerras

Por consequência da Primeira e Segunda Guerra Mundial, o Prêmio não foi entregue em 7 ocasiões. Em 1914, 1918, 1935, 1940, 1941, 1942 e 1943.

Vivos

Dos 108 autores premiados na história, 20 ainda estão vivos em 2013. A ganhadora mais velha ainda viva é a escritora britânica Doris Lessing, nascida em 1919 e que, em 2013 faz 94 anos. O escritor mais jovem a receber o Nobel de Literatura foi o autor e poeta britânico Jospeh Rudyard Kipling, que recebeu o prêmio em 1907 com 42 anos.

Recusas

Dois escritores já recusaram o prêmio: Boris Pasternak e Jean-Paul Sartre. Em 1958, o russo Boris Pasternak foi impedido pelo governo da então União Soviética de receber o prêmio e foi forçado a devolvê-lo por conta de sua obra Doutor Jivago, que fazia duras críticas ao regime comunista da União Soviética. Em 1964, o escritor e filósofo francês Jean-Paul Sartre recusou o prêmio, alegando que o Nobel vai contra sua filosofia, pois nenhum escritor pode ser transformado em instituição.

Continente mais premiado

Outro ponto criticado no Prêmio Nobel é a centralização do prêmio nas mãos dos europeus. Dos 108 escritores galardoados com o Nobel de Literatura, 80 são europeus. As Américas tem 16 ganhadores, a Ásia tem 6 ganhadores, a África teve 5 premiados e a Oceania somente 1.