Orações

Prece de Natal

Senhor!

Sou como todos.
Também tenho os meu pedidos especiais.
Mas não se preocupe!
Tenho pouco de novo a pedir.
Tenho, é verdade, muito mais a agradecer.
Mas Natal não é Natal se a gente não se ajoelhar diante da tua Sabedoria pra refazer todos aqueles pedidos de que tua Bondade já sabe que a gente precisa.
Olha, dá um jeitinho de acabar com todas as guerras.
Essa gente já brigou por tanta coisa!!!
Faz com que eles vejam a inutilidade de tanta disputa.
Também tem aqueles que não sabem amar e só odeiam.
Faz com que eles entendam que o nosso tempo é tão curto para
se desperdiçar com sentimentos menores.
Ah… tem também aqueles que me magoaram.
Faz com que eu me esqueça do que houve
e me dá luz e grandeza prá eu aprender a perdoar.
Ainda tem aqueles que se encontram desesperados.
Dá-lhes conforto, um motivo de vida e mostra-lhes a maravilha
operada pela palavra Esperança.
Tem aqueles que já são meus amigos antigos.
Para esses eu peço o que sempre pedi:
Que eu possa sempre ser o que esperam de mim
e, se não o for, que possam entender meus limites.
Agora, tem os meus novos amigos.
Pará esses, o que eu peço é lindo e grandioso.
Que o milagre que fez a gente se encontrar
continue só operando belezas em nossas vidas.
Ah… e tem um alguém especial por quem eu quero pedir.
É alguém que tornou minha vida mais linda e feliz.
Dá um jeitinho desse alguém nunca sumir,
Já que não há como viver sem ter ele por perto.
Que eu possa esquecer as tristezas do ano passado
e, nesta prece, só te pedir alegria.
Faz com que eu possa acreditar que o mundo
pode ainda ser melhor,
E pra isso eu te peço…Fé.
Obrigado!
Amém!

Oração para um amor perdido

Senhor, às vezes sinto vontade de desistir de tudo: tudo me parece sem valor, não consigo progredir, não vejo com otimismo meu futuro. Quantas decepções tive e quanto meu coração se encontra machucado. Acreditei no amor de quem me dizia amar e vi meu castelo desabar em fartas ruínas. Acreditei na felicidade e me deparei com uma imensa dor. Acreditei na amizade e quanto fui decepcionada(o).
Por estas razões, Senhor, estou diante de Vós, pedindo-Vos que eu volte a acreditar que uma dia possa ser feliz. Sinto um imenso medo em sofrer de novo e acredito que já não teria estrutura alguma, frente a uma nova decepção. Embora sabendo que nas amargas horas consigo avaliar melhor a vida e minhas atitudes, sinto-me triste.
Fazei, Senhor, que eu consiga sonhar um novo sonho e que se torne real como tanto desejo. Curai as chagas de meu coração que tanto padece de solidão e angústia. Trazei-me de volta a alegria de amar, viver, recomeçar. Colocai em minha alma de volta a esperança, a paz, a alegria, a fortaleza de quem sabe que o sol brilha todos os dias, mas a cada manhã, de forma diferente. Diante das noites escuras, eu me lembre que quanto mais é escura a noite, melhor posso ver as estrelas. Tornai-me tudo novo, Senhor. Eliminai de mim tudo o que maltrata minha alma e colocai no lugar, santos e firmes alicerces que me levem a nunca desistir de ser feliz. Concedei-me Vossa constante proteção. Sendo Rei e meu Pai, estendei Vossas mãos generosas para esta(e) vossa (o)serva(o) e filha(o), que tanto Vos ama.
Amém.

Oração do Trabalho

I.
Senhor, livrai-me do espírito de preguiça, consumismo e desperdício para que não veja a pobreza e a necessidade dentro de meu lar. Dai-me um grande amor ao trabalho, responsabilidade e serenidade diante de minhas obrigações. Ao me levantar, Senhor, jamais me esqueça de Vos agradecer por mais um dia que me concedeis e a tudo faça com alegria, amor e em segurança, mesmo diante dos que tentarem enlaçar meus pés em suas emboscadas, certa(o) de que cuidais de mim em todo o tempo. Que eu não ame o sono mais que o necessário para minha saúde, para que não venha a empobrecer e até mesmo o simples pão de cada dia venha me faltar. Fazei-me pontual, cumpridor(a) de toda a palavra que empenhar, mesmo que muitos não cumpram comigo o que me prometam. Que meu sim, seja sempre sim, e meu não, não. Livrai-me de todas meias verdades ou insegurança, pois detestais a mentira e não Vos agradais da falsidade: o que trabalha com mãos enganosas, empobrece; nunca retenha o que não é justo reter ou me pertença para que eu não pague por ele cem vezes mais e ainda o perca. Fazei-me generosa(o) para que, além de Vos agradar, encontre sempre em prosperidade. Dai-me praticar a justiça para com todos para que meu espírito se livre de todo aprisionamento; minhas mãos trabalhem honestamente para que a pobreza não me alcance no fim do caminho; saiba conter os meus gastos, lembrando-me das necessidades de tantos irmãos que padecem; o espírito da violência se afaste de mim para que possa conhecer Vossas mais especiais bênçãos; não me veja nunca transtornada(o) por desobedecer Vossas Leis; a segurança e a fortaleza me acompanhem todos os dias por andar na sinceridade e sob Vossa proteção. Que eu Vos busque, Senhor, antes de todas as riquezas, pois Vosso fruto é mais que o ouro refinado e Vossas Palavras mais ricas que todas as jóias deste mundo. Amém.

II.
Senhor, sei o quanto o tempo passa depressa, e quanto tenho que trabalhar para dar conta do que me é dado, por obrigação, executar. Porém, dai-me a graça de nunca esquecer que não devo deixar de lado a melhor e única parte que não me será tirada: Vossa Palavra. Daqui nada levarei a não ser o que sou e fiz. Quanto tempo ainda me resta nesta terra? Só Vós o sabeis. Não permitais que daqui me vá sem ter realizado Vossa santa Vontade, a fim de que no dia previsto não Vos oculte meu rosto e perceba que é tarde demais para fazer o que posso começar a fazer, a partir de agora. Abençoai, Senhor, meus trabalhos, dai-me prosperidade e que nada me falte, fazendo-me escolher antes de tudo a melhor parte, a qual nunca me será tirada. Amém.

III.
Glorioso São José, modelo de todos os que se dedicam ao trabalho, obtende-me a graça de trabalhar com espírito de penitência para expiação de meus numerosos pecados; de trabalhar com consciência, pondo o culto do dever acima de minhas inclinações; de trabalhar com recolhimento e alegria, olhando como uma honra empregar e desenvolver pelo trabalho os dons recebidos de Deus; de trabalhar com ordem, paz, moderação e paciência, sem nunca recuar perante o cansaço e as dificuldades; de trabalhar, sobretudo com pureza de intenção e com desapego de mim mesmo, tendo sempre diante dos olhos a morte e a conta que deverei dar do tempo perdido, dos talentos inutilizados, do bem omitido e da vã complacência nos sucessos, tão funesta à obra de Deus ! Tudo por Jesus, tudo por Maria, tudo à vossa imitação, ó Patriarca São José ! Tal será a minha divisa na vida e na morte. Amém.

Comentários