Poemas de Amizade Verdadeira

Deixe o dia ainda mais belo com verdadeiras declarações de amizade! Emocione seus amigos e transmita seus sentimentos.

Poema para um amigo

Aprigio Barcelos

Amigo,
Não me importa que não tenhas estudo,
E que não tenhas frequentado uma Faculdade!
Não me importa também, se fores um doutor,
Não estou interessado no teu diploma!
Não me importa que tenhas a mão calejada,
E a fronte suada de um trabalhar sem fim!
Não me importa que sejas um jogador,
Ou que tenhas a mão de um banqueiro,
Não estou interessado no teu dinheiro!
Não me importa que estejas na cadeia,
Cumprindo pena pelo teu erro!
Na cadeia ou fora dela,
Eu irei te visitar!
Não estou interessado no teu crime!
Não me importa que tenhas família,
Que tenha filhos, ou que tenhas mulheres!
Não me importa também,
Que não tenhas ninguém por ti,
Que seja um abandonado ou um solitário!
Não estou interessado no teu passado!
Amigo,
Eu quero te oferecer a minha mão amiga,
Para quando não tiveres um amigo,
Você possa contar comigo!
Eu quero te oferecer o meu perdão!
Para quando tu não souberes perdoar,
Eu possa perdoar por ti!
Estou interessado na tua sensibilidade,
No teu íntimo, nas tuas horas amargas e tristes!
Para eu poder te dizer, uma palavra amiga!
E quem sabe dividir meu pão contigo!
Estou interessado nas tuas lágrimas,
Quando choras a perda de um ente querido!
Quero que sintas nos meus olhos,
A sinceridade, o afeto e o amor!
Saibas perdoar, pois perdoando,
Estarás bem perto do filho de Deus!
Que mandou perdoar,
Quantas vezes necessário fosse!
Eu quero poder te ouvir,
Para podermos entender o teu problema!
Eu quero falar, e quero que me ouças!
Quero que sintas a minha mão,
E não penses que a ofereço a ti,
Interessado em alguma coisa!
Não amigo, a minha mão,
É o símbolo da amizade, da fraternidade e do amor,
Que tudo dá, e nada pede em troca!
Amigo,
Eu ofereço a minha amizade,
Sem precisar retribuir!
E se precisar de mim,
Me mande um recado,
Pelo tempo ou pelo vento,
Pela noite ou pelo dia,
Pela chuva ou pelo sol,
Que eu saberei te ouvir!

Comentários