Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Queria ser criança novamente

Todos os sentimentos que afloram no coração de uma criança são muito sinceros. Como não ter saudades daquela época? Leve sempre a essência da infância em seu coração e jamais deixe os sentimentos de alegria, gratidão e sinceridade te abandonarem!

continue lendo
Compartilhar

A maior das saudades

Se eu tenho uma saudade na minha vida, é a saudade da criança que um dia fui. Queria poder resgatar aqueles sentimentos, aquela alegria que sempre brilhava forte dentro de mim. Queria poder, com tudo o que aprendi durante a vida, ainda ter a mesma leveza. Queria poder, de vez em quando, ser criança por mais um dia - eu seria a criança mais feliz que esse mundo já conheceu!

As melhores recordações

Vamos sempre lembrar como é bom ser criança. Não apenas pela diversão e pelas brincadeiras. Mas por tudo o que a infância representa. Vamos lembrar como é bom ter o futuro inteiro pela frente e não temer o amanhã. Vamos lembrar o valor das amizades sinceras e de como toda amizade de infância é sincera. Vamos lembrar como é não ter vergonha de nós mesmos e de saber que podemos cantar, dançar e pintar, mesmo sem sermos excelentes nisso, mas apenas porque nos faz bem. Vamos manter essas crianças sempre vivas em nós.

A melhor fase da vida

Ser criança é viver em um mundo que é muito maior do que você. É não entender tudo o que se passa ao seu redor, mas ainda assim acreditar que tudo vai ficar bem. Ser criança é poder correr para a mamãe, ou o papai, ou a vovó, ou qualquer adulto que sabe as respostas e que pode te proteger. Ser criança é nunca deixar de acreditar que tudo é possível. Ser criança é bom demais. Se eu pudesse, viveria como criança por todos os meus dias.

A criança dentro de mim

A infância pode ter passado, mas eu nunca perco de vista a criança que existe dentro de mim. Ela me ensina a ter esperança no futuro, a confiar na bondade das pessoas. Ela me ensina a rir de mim mesmo e, acima de tudo, ela me ensina que não existe dor tão forte que seja mais forte do que eu.

Tristes pessoas

Como são tristes as crianças que crescem e deixam de acreditar na força dos seus sonhos. Crianças que crescem e deixam de achar que mentir errado, passando a pensar que isso é parte da vida. Como são tristes as crianças que crescem e não mais imaginam um mundo melhor. Bom seria se todas as pessoas do mundo mantivessem a fé e a bondade das crianças que eram. Pois não há tristeza maior do que decepcionar a criança que um dia foi você.

Muita sorte

Quando penso na minha infância, não penso no desejo de viver tudo aquilo novamente. É claro que eu viveria, pois quem recusaria a chance de reviver momentos felizes? Mas não, penso muito mais em tudo o que aquela época me ensinou. A alegria que me proporciona até hoje, quando as saudades dos dias felizes de infância me mostram que eu fui a criança com mais sorte que posso imaginar.

Pequenas bênçãos

Quando somos crianças, a felicidade é mais fácil de alcançar. O tempo corre mais devagar, os sorrisos são mais sinceros, o amor corre mais fundo em nosso peito. Um bolo de chocolate e um dia de sol são tesouros, um amigo para brincar é o maior dos presentes. Ser criança é bom, não porque as responsabilidades da vida adulta ainda não existem, mas simplesmente porque crianças sabem aproveitar melhor todas as pequenas bênçãos que a vida traz.

 

Minhas lembranças

As lembranças da minha infância são capazes de me fazer viajar para um lugar maravilhoso. Um lugar que as risadas e as brincadeiras não têm fim. Um lugar no qual todo dia era um dia de diversão, onde até existiam lágrimas, mas elas duravam pouco, pois chorar é besteira quando se sabe que há tantos motivos para ser feliz. As lembranças de infância são capazes de me aquecerem nos meus dias mais difíceis, elas fazem de mim uma pessoa melhor.

A mais intensa luz

Aqueles dias de infância eram dias eternos. Entre o nascer e o pôr do sol, as mais maravilhosas aventuras podiam ser vividas. A felicidade não era só feita de momentos esparsos: era tão constante e natural quanto o respirar. A infância foi uma época de descobertas, de alegria. Uma época na qual uma luz tão intensa brilhava em nossos espíritos, que ela nunca foi capaz de se apagar. E mesmo agora, quando a vida adulta me amedronta, pensar na infância de me dá forças para enfrentar tudo o que vier pela frente.

Os verdadeiros sábios

Sábio é aquele que sabe perdoar, que não guarda rancor, que tem o seu coração sempre leve. Sábio é o que nunca deixa de se encantar com o mundo, que é sempre curioso, que sabe que nunca deixou de ser um aprendiz. Sábio é aquele que pela vida inteira, sempre tem a alma de uma criança.

Deixou saudades

Que saudade eu sinto de ser criança. Parece que o mundo era simples e a felicidade estava sempre ao meu alcance. Que saudade dos amigos e das brincadeiras, das promessas de infância, que acabaram se perdendo com o tempo. Que saudade do faz de conta, do futuro imaginado, que saudade da pureza do meu coração. Que saudade de tudo o que foi, mas como é bom saber que a minha infância foi boa assim, para deixar tantas saudades.

Uma criança feliz

Fui uma criança de coragem e determinação. Para mim, todo desafio era um incentivo para a ação. Toda brincadeira era uma aventura e tudo se tornava fantasia no mundo da minha imaginação. Fui uma criança feliz e isso fez de mim o adulto que sou hoje. Alguém que se lembra desses dias com nostalgia e saudade, mas sempre de sorriso aberto. Na infância, aproveitei cada dia ao máximo. Hoje, continuo repetindo essa sabedoria que apenas as crianças podem nos trazer.

O que eu diria para mim mesmo

Queria poder ter dito ao meu eu de infância que ele não precisava temer o escuro. O escuro nunca escondeu motivo algum para temer. Diria a ele para aproveitar mais cada brincadeira, passar uma hora a mais na casa daquele amigo. Diria para ele não desperdiçar uma única oportunidade de brincar na chuva. Eu diria ao meu eu de infância que no futuro tudo vai ficar bem, e que ele deve aproveitar muito mais o presente. Passei tanto tempo pensando no que dizer ao meu eu de infância, que só agora percebi que são as mesmas coisas que o meu eu adulto precisa ouvir.

Como seria bom

Como seria bom ser criança de novo. Viver as maiores aventuras em mundos inventados. Fazer amizades sinceras, que desconheciam o significado da mágoa. Ralar os joelhos e nem se importar. Transformar tudo em uma brincadeira, uma risada, uma razão para ser feliz. Como seria bom voltar para aquele tempo e valorizar tudo aquilo que faz da infância a melhor fase da vida.

Leveza na alma

Que bom seria se a gente pudesse, de vez em quando, voltar a ser criança. Não é síndrome de Peter Pan, eu gosto muito do adulto que me tornei. Mas, às vezes, queria voltar para aquele tempo... À despreocupação que reinava nos meus dias, à minha alegria constante, às brincadeiras sem fim. Queria aproveitar de novo cada segundo e depois voltar e trazer essa mesma leveza para o meu agora, ter para sempre a alma de uma criança.

Dê asas para a sua imaginação

A nossa imaginação é a arma mais poderosa que possuímos. Ela é capaz de nos dar força para enfrentar o que quer que entre em nosso caminho. Ela nos apresenta saídas, ela nos garante um futuro melhor. É por isso que a infância é tão preciosa. Porque é a época na qual mais damos vazão à nossa imaginação. Podemos até não ser mais criança, mas a infância sempre tem algo importante a nos ensinar.

Celebrar a nossa infância

Poucas coisas nessa vida são tão puras quanto a impulsividade de uma criança. Uma criança não vive pela metade, ela não guarda seus sentimentos por medo de se machucar, nem seus pensamentos por medo de não se adequar. Uma criança sempre é exatamente aquilo que quer ser. Devíamos aprender a celebrar as crianças que um dia fomos. Todos nós. Devíamos voltar a amar sem medida, a carregar no peito a mesma pureza e a mesma sinceridade.

fechar