Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Quando éramos crianças

O que marcou a sua infância? Para as crianças dos anos 90, certas coisas são impossíveis de esquecer. Brinquedos, desenhos, bandas, doces e chocolates que não existem mais... Relembre, e mate as saudades!

continue lendo
Compartilhar

Antigamente...

Quando éramos crianças, o mundo era outro. Não tinha DVD, tablet, smartphone nem ipod. Internet era só discada. Queria ver um filme? Tinha que ir até a videolocadora alugar um VHS (e rebobinar depois!). Tirou uma foto? Tinha que levar o filme todo para revelar e esperar um bom tempo para ver o resultado. É, não era nada fácil. Mas era bom!

Desenhos

Nós acompanhávamos Ash em sua jornada para se tornar um grande mestre Pokémon, salvávamos a cidade de Townsville com As Meninas Superpoderosas, aprendíamos a proteger a natureza com o Capitão Planeta, fazíamos experiências impossíveis no O Laboratório de Dexter, víviamos aventuras fantásticas com os Cavaleiros do Zodíaco, todas as noites tentávamos dominar o mundo com o Pinky e o Cérebro, jogávamos no incrível torneio de cartas de Yu-Gi-Oh, e nos perguntávamos se algum dia voltaríamos para casa em A Caverna do Dragão. Depois disso tudo, ainda dava para assistir Dragon Ball Z, O Fantástico Mundo de Bobby, Hey Arnold!, Animaniacs, Marsupilami, Bob Esponja, Digimon, Doug, Os Anjinhos, Sailor Moon, Sakura Card Captors e tantos outros...

Brincadeiras

Quando éramos crianças, ainda dava para brincar na rua. Ou seja, dava pra brincar de esconde-esconde, pega-pega, elefante colorido, passa-anel e corre cotia com a turma da vizinhança. Se chovia, era hora de uma partida de stop, ou de fazer cama de gato com um barbante. Ainda tinha aquela brincadeira de pera uva maçã salada-mista (com música da Xuxa para acompanhar), onde crianças inexplicavelmente podiam escolher "beijo na boca".

Música

A gente ouvia Mamonas Assassinas e É o Tchan, e ninguém via maldade nas letras. Toda menina sonhava em ser uma das Spice Girls e passou pela fase de febre das boy bands, de Backstreet Boys a N Sync (embora hoje muitas ainda sejam apaixonadas pelo Justin Timberlake). Foi o início de Sandy e Júnior, Shakira, Los Hermanos e Britney Spears e o auge do Nirvana. Mas a gente também não perdia os hits da Xuxa, Eliana, Angélica e todos aqueles CDs das Chiquititas.

Programas de TV

A televisão tinha os melhores programas. Queriamos fazer parte do Disney Cruj, sonhávamos em encontrar o Castelo Rá Tim Bum. E quem nunca quis um gravador como o do Lucas Silva e Silva do Mundo da Lua? E fazer todas as experiências do Mundo de Beakman, cantar como as Chiquititas, ou fazer a hora de morfar, como os Power Rangers? Queria aprender qualquer coisa? Era só assistir X-Tudo. Ou tentar entender como as pessoas entravam naquelas fantasias de peixe do Glub Glub. E ainda tinha Rá Tim Bum,Tv Colosso, Planeta Xuxa, Caça Talentos, Bom Dia & Cia, Cocoricó e Família Dinossauro.

Informática

Sim, ela existia quando éramos crianças! Afinal, quem não se lembra de jogar Paciência e Campo Minado no computador da família? E a alegria de ver as cartas enchendo a tela quando você ganhava o jogo? E também vivemos os primeiros dias da popularização da internet, com conexões discadas que faziam aquele barulho inesquecível (e irritante). E claro, enquanto você coloria desenhos no site da Turma da Mônica, seus pais pegavam o telefone e acabavam com a diversão...

Brinquedos

Será que algum brinquedo supera a diversão que era ter seu próprio Tamagotchi? Mas nem tudo eram flores: tinha o estresse de ter que cuidar desse "bichinho virtual", alimentar, dar banho (e chorar quando o monstrinho morria). Além disso, vários brinquedos vinham como "brinde": Tazos Mini Craques, Mamíferos Parmalat, Geloucos e pirocópteros. E os bonequinhos de desenhos, como Power Rangers e Cavaleiros do Zodíaco, que sempre davam briga para ver quem seria quem. Barbies e videogames existem até hoje, mas a sensação de jogar Super Mario Kart num Super Nintendo é incomparável. Também tinha as "modernidades", como o gravador Meu Primeiro Gradiente, ou o Pense Bem, mais legal que um tablet, vai?

 

Doces e Comida

Naqueles tempos politicamente incorretos, comíamos cigarrinhos de chocolate e o suco colorido de feira, que até hoje existe em vários formatos, vinha até em forma de arma. Kinder Ovo existe até hoje, mas os brindes não valem mais a pena. A perigosa bala Soft que, segundo a lenda, podia sufocar criancinhas. A bala Freegells e suas figurinhas. Ioio nut, que a gente comia como hoje comemos Nutella, o Lollo (que voltou!), o chocolate Surpresa e o da Turma da Mônica, que ganham até evento no Facebook pela sua volta. O controverso pirulito Push Pop. O guarda-chuva de chocolate que, como o Dadinho, tinha o gosto de gordura hidrogenada que não se vê mais. E os "saudáveis" Ki-Suco, pirulitos com açúcar Dip n Lik, chicletes Minis, Ploc e Ping Pong. E claro, a pasta de dentes Tandy. Quem nunca comeu um pouquinho antes de escovar os dentes, que atire a primeira pedra!

fechar