Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

20 coisas que casais saudáveis não fazem

Confira os sinais e perceba se você e seu parceiro formam um casal feliz ou não. Caso a resposta seja não, confira as dicas para melhorar a relação e reconstruir o amor!

continue lendo
Compartilhar

Não mascaram sentimentos

Se tem uma coisa que os casais inteligentes fazem é ser o que são, sem mascarar seus sentimentos ou desejos. Se estão amando, vão demonstrar. Se estão chateados, vão falar. Tudo com transparência.

Não vivem do passado

Todo casal saudável sabe a importância de deixar o passado muito bem resolvido, para que ele não seja motivo de discórdia no presente e no futuro dos dois.

São companheiros

Todo relacionamento tem seus momentos bons, mas também tem os momentos ruins. E os pares que são saudáveis entendem isso e ajudam um ao outro a superar os desafios, seja na vida a dois ou em outros setores da vida, como quesitos profissionais, familiares e em círculos de amizade.

Não há segredos

Casais saudáveis dividem sua vida sem que isso seja um sacrifício para eles. A honestidade, sinceridade e companheirismo fazem parte desta prática, que não precisa esconder “segredos” para ser pacífica.

Não esperam nada em troca

Casais que mantêm uma relação sadia têm suas ações naturalmente, sem esperar que o outro o elogie ou o “presenteie” por ter feito isso ou aquilo - e não se decepcionam com isso. Eles apenas agem e não cobram seu parceiro por não ter atitudes iguais, pois ele entende que cada um é de um modo e age como tal.

Não impedem o crescimento um do outro

Eles se orgulham com o crescimento um do outro e não impedem que isso aconteça, não sentem inveja ou colocam obstáculos para que o outro tenha que ultrapassar. Eles entendem que esse processo de mudança é natural e fundamental para o progresso humano.

Não são acomodados

Casais acomodados tendem a destruir as coisas belas da relação. Viver novas oportunidades, sair da rotina e inovar é saudável e ajuda a manter o relacionamento sempre vivo.

 

Não querer mudar o outro

Eles entendem que a melhor maneira de mudança é a que vem de dentro, por livre e espontânea vontade. Logo, se estão insatisfeitos, buscam dentro de si as respostas e não tentam mudar o comportamento e escolhas do seu par. Afinal, eles se conheceram e amaram um ao outro da maneira que são.

Não se desrespeitam

Mesmo nos momentos de fúria, ciúmes, indireta da sogra, brigas no serviço ou seja lá qual for, jamais se desrespeitam, não se xingam, não traem. Um relacionamento que perde o respeito está fadado ao fracasso.

Não guardam rancor

Errar é humano, e se o parceiro cometeu um erro e o casal já se reconciliou, não há motivo para delongar o acontecido, menos ainda para se vingar ou jogar na cara do outro que isso aconteceu. O que passou eles realmente deixam passar.

Não deixam de se divertir

Eles sabem a importância de se divertir, de ser quem são e de não tornar-se prisioneiro após começar uma relação. Viver a dois é também sair, viajar, fazer novos amigos e participar de comemorações. É saber balancear tudo e aproveitar ao máximo cada momento.

São confiantes

Todo casal que se ama passa por momentos de medo e apreensão, porém, não permitem que esse domine seu sentimento e o transforme em desconfiança. Eles sabem que a insegurança, vinda do medo, quando começa a ter espaço dentro de um relacionamento, tende a destruir laços e arruinar tudo o que vê pela frente, fazendo com que a ilusão tome o lugar da razão. Por isso, eles buscam autoconfiança e sempre esclarecer tudo com o parceiro.

Sabem ouvir

Os casais inteligentes que buscam levar uma vida saudável entendem que há hora de falar e de ouvir. E mais do que isso, que o outro também precisa ser ouvido, além de que, o desabafo alivia.

Não são pessimistas

Quando um problema surge, eles buscam solucioná-lo e não se lamentam do ocorrido, arrumando desculpas para desistir de tudo. Eles sabem que acreditar que as coisas possam se ajeitar, juntamente da boa vontade e atitude, pode realmente mudar as coisas.

Não tentam ser perfeitos

Eles não passam a aceitar e viver uma vida de acordo com o pensamento e costumes do outro. Eles sabem falar não e entendem que perfeito ninguém é. Cada um tem seu modo de agir e isso é o que difere um ser humano do outro e o torna interessante e especial.

Não dão ouvido aos outros

Casais saudáveis sabem como é o relacionamento a dois e como ele deve ser vivido. Por isso, não precisam pedir conselhos constantemente sobre como dar o próximo passo com a pessoa amada, tampouco escutam e seguem as barbáries que os amigos e familiares falam do parceiro. Eles apenas os ignoram ou o defende, sem ferir sua integridade e sem causar problemas na vida conjugal.

Não deixam que a crise financeira vire crise amorosa

Viver apertado, com dívidas e precisando economizar não é nada agradável, mas quando acontece, é preciso compreensão e cabeça no lugar. Um casal que não tem como esbanjar sabe reavaliar as finanças juntos e priorizar o que é necessário, assim como reaprender a fazer novas programações que caibam no bolso.

Não ameaçam

Ninguém gosta de viver de ameaças e sob pressão. E o casal saudável sabe perfeitamente disso. E é justamente por isso que eles não cutucam o outro em busca de causar uma dor que, na verdade, não pretendem causar - como ameaçar terminar, deixar de visitar os entes do companheiro, ameaçar destratar aquele amigo na próxima reunião ou deixar de ajudar com as tarefas.

Não acabam o dia brigados

Uma briga boba, ou não, sempre precisa ser resolvida. Casais que costumam discutir, virar as costas e dormir brigados tendem a alimentar esse sentimento e ressentimento, fazendo com que isso seja cada vez mais frequente e insuportável.

Não fazem da impaciência sua aliada

Ás vezes, o parceiro tem algumas tarefas que precisam ser respeitadas e aceitas, com paciência, para que isso não transforme o dia a dia num campo de guerra. Por exemplo: parceiros que possuem filhos ou precisam ás vezes fazer hora extra, viajar a trabalho, passar a noite no hospital com um familiar. Tudo isso precisa ser visto com cautela e aceito com paciência pelo par.

fechar