Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Poemas de amor para o Dia dos Namorados

Algumas palavras podem tocar de um jeito aquela pessoa especial, e o dia dos namorados é o melhor momento para mostrar ao parceiro que você sente por ele, cada dia mais, aquele amor verdadeiro. Inspire-se!

continue lendo
Compartilhar

Uma colisão

Mariana Siqueira

Dois mundos tão opostos quanto podem ser.
Colidiram numa tarde como outra qualquer.

Ninguém nunca havia visto nada parecido.
Só séculos depois entenderam o acontecido.

O maior deles, era orbitado por uma grande lua.
Enquanto o outro, bem menor, mal tinha a sua.

Com a colisão, eles se tornaram um mesmo.
E encontraram rumo, no que antes era esmo.

Mas esse mesmo mundo é na verdade dois, sabia?
Quando num hemisfério é noite, no outro é dia.

Eu e você. Somos um só planeta, um só mundo.
Da mais alta montanha ao vale mais profundo.

De tempos em tempos o céu sobre nós se ilumina.
E eu vejo dois planetas, um garoto e uma menina.

Tudo é...

Mariana Siqueira

Esse coração que tanto ama
Já depende de te amar
Sem o teu beijo,
Teu sorriso
Nada é.

Todo o resto se torna pouco
O muito é você, sou eu
Nada mais importa
Nos teus braços.
Tudo é.

Antes de te encontrar ...

Mariana Siqueira

Se nessa vida, como nas outras, eu fosse sua
Você me chamaria de esposa e seguraria minha mão.
Mas minha vida ainda não cruzou com a tua,
Por isso espero você chegar no meu portão.

O destino me disse que eu te reconheceria
Pelo cheiro, pelo sorriso e pelo olhar.
Que a tua voz me encontraria
E faria o meu coração acelerar.

Assim, eu procuro noite e dia
Sem nunca parar para descansar,
Debaixo do sol intenso ou da garoa fria,
O garoto que da solidão vai me resgatar.

O destino disse que ele também está me procurando
E que o Universo conspira ao nosso favor.
Um dia desses quando você acabar me encontrando
Verá em meus olhos séculos de amor.

Amor sem fim

Pablo Neruda

Quero apenas cinco coisas..
Primeiro é o amor sem fim
A segunda é ver o outono
A terceira é o grave inverno
Em quarto lugar o verão
A quinta coisa são teus olhos
Não quero dormir sem teus olhos.
Não quero ser... sem que me olhes.
Abro mão da primavera para que continues me olhando.

Amor

William Shakespeare

De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

Se...

Fernando Pessoa

Não se acostume com o que não o faz feliz, revolte-se quando julgar necessário.
Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas.
Se achar que precisa voltar, volte!
Se perceber que precisa seguir, siga!
Se estiver tudo errado, comece novamente.
Se estiver tudo certo, continue.
Se sentir saudades, mate-a.
Se perder um amor, não se perca!
Se o achar, segure-o!

 

Cinzas

Álvaro Mar

O brilho, orla metálica
deslizando sobre
as falanges desertas
simples arremesso
entre o sentido
e a palpitação
fluindo sob o adarve da aorta
e a masmorra do ventrículo
como se a noite depusesse
a pétala, no cinzeiro lírico do amor
e aguardasse uma só face
estendida na promessa,
oxigenando o rosto do beijo,
sobre o jorro das cinzas agasalhadas
numa só face…
a tua face,
desenleando ternos olhares nas mãos
que te ampararão.

O mundo todo não importa sem você

Mariana Siqueira

Eu poderia conhecer Veneza,
Passear de barco pela cidade do amor.
Mas nenhum romance chega aos pés da sua beleza
E ver os casais apaixonados só me traria dor.

Eu poderia conhecer Paris,
Onde os sonhadores românticos juram para sempre se amar
Mas tão longe estaria o que eu sempre quis,
Que nem La Tour Eiffel conseguiria me conquistar.

Eu poderia conhecer Dubai,
Mas de quê me importa a riqueza e a imponência?
Quando tudo o que me tem valor se esvai
E nem o luxo me faz esquecer a sua ausência.

Onde quer que eu vá sozinha
Não tem graça e não importa o lugar.
Porque entrelaçar a sua mão com a minha
Faz com que todo o resto deixe de importar.

A Rosa

Mariana Siqueira

Era uma vez, um jardim encantado onde só entrava quem recebia permissão
Esse jardim cheio de flores se chamava coração.
Lá havia um tipo especial de flor, uma rosa alaranjada,
Ela amava todas as flores e por todas era amada.

Um rapaz mal intencionado, percebeu que a flor era especial
E na calada da noite, sorrateiramente invadiu o roseiral.
Ele queria que a rosa embelezasse seu paletó,
Mal sabia que a rosa laranja por ele só sentia dó.

Ele a arrancou de seu solo fértil e pra longe a levou
A rosa murcha de tristeza aos poucos se fechou.
Aquela pequena flor que brilhava para quem a sorria
Agora a cabeça abaixava e chorando todos os dias vivia

Suas pétalas desbotadas já não embelezavam o terno do moço
Ele então arrancou pétala por pétala e as jogou no fundo do poço.
A pequena rosa que antes foi bonita e perfumada
Agora era história, lembrança de outra vida, uma vida em que foi amada.

O rapaz nunca mais roubaria de um jardim outra flor
Aquela rosa não podia ser colhida, devia ser plantada, ela se chamava amor.

Com o caule morto da rosa já despedaçada, o homem se deu a chorar.
Suas lágrimas e as poucas sementes do caule, fizeram no solo uma nova flor brotar.

E de algo que não deu certo, machucou e virou pó
Surgiu uma nova roseira, bonita como só.
O amor agora foi cultivado com amor
E o homem aprendeu que só assim a vida floresce e só assim a vida dá flor.

Insensatez

Vinícius de Moares

Ah, insensatez que você fez
Coração mais sem cuidado
Fez chorar de dor o seu amor
Um amor tão delicado
Ah, por que você foi tão fraco assim
Assim tão desalmado
Ah, meu coração, quem nunca amou
Não merece ser amado
Vai, meu coração, ouve a razão
Usa só sinceridade
Quem semeia vento, diz a razão
Colhe sempre tempestade
Vai, meu coração, pede perdão
Perdão apaixonado
Vai, porque quem não pede perdão
Não é nunca perdoado

O amor

Luís de Camões

Amor é fogo que arde sem se ver;
É ferida que dói e não se sente;
É um contentamento descontente;
É dor que desatina sem doer.

É um não querer mais que bem querer;
É um andar solitário entre a gente;
É nunca contentar-se de contente;
É um cuidar que se ganha em se perder.

É querer estar preso por vontade
É servir a quem vence o vencedor,
É ter com quem nos mata lealdade.

Mas como causar pode seu favor
Nos corações humanos amizade;
Se tão contrário a si é o mesmo amor?

O amor é o fim

Anuska

O amor é o fim
O amor é a estrada
O amor é o inicio da caminhada
O amor é o que une
O amor é o que ata
O amor o medo despedaça
O amor é chama
O amor é a brasa
O amor é viajante que retorna a casa
O amor liberta
O amor não passa
O amor é um estado de graça
O amor é consciência
O amor é real
O amor é a ausência do mal
O amor é tudo aquilo que somos
Quando os nossos passos são fieis aos nossos sonhos.

Silêncio

E faz tanto tempo que estou aqui
Te observando em silêncio...
Confesso que não ouvir nem uma palavra
Que me disseste
Porque a tua beleza me fascina
E o teu sorriso me faz feliz!

fechar