Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

20 coisas que você não sabe sobre morar junto

Morar junto com o seu parceiro amoroso pode parecer uma paraíso, mas nós estamos aqui para dizer que apesar das partes boas, também existem partes um pouco mais complicadas... Mas é claro que, com muito amor, qualquer coisa pode virar um mar de rosas!

continue lendo
Compartilhar

O amor só aumenta

Se você tem receio de morar junto com o seu amor e não aguentar a convivência intensa, relaxe! Se os sentimentos entre vocês forem verdadeiros, eles só tendem a aumentar mais a cada dia. Isso porque você conhece o seu parceiro cada vez melhor e vice-versa. É uma entrega sem tamanho.

Finais de semana são muito pequenos

Quando vocês passam a morar juntos, você começa a ter a real noção do tamanho de um fim de semana e não consegue entender como antes vocês sobreviviam com apenas estes dias para se encontrar.

Tarefas são infinitas

Não importa o quanto você já tenha feito no dia anterior, a casa sempre lhe dará uma tarefa nova. E obviamente tudo ficará mais fácil e prazeroso caso vocês dividam as tarefas, então tenham uma conversa séria sobre isso e exijam cooperação um do outro.

Cozinhar é divertido

Principalmente para quem se ama, aliás, se torna muito mais gostoso quando feito em conjunto. Não é raro que inclusive vocês passem mais tempo juntos na cozinha. Descobrir receitas e sabores é uma forma nova de dizer eu te amo.

Intimidade não tem limites

Quando você acha que já atingiu o nível máximo de intimidade, você sempre descobre que ainda tem como ir além... Não importa o quanto você saiba ou o quanto de coisas que já tenha visto o seu parceiro fazer, sempre existe como descobrir algo a mais.

Espaço próprio

Morar no mesmo teto não significa que vocês estarão juntos o tempo todo. É saudável que vocês fiquem separados por um tempo, seja saindo com os amigos ou ficando em cômodos separados e fazendo coisas distintas. No começo, pode até ser estranho ou desnecessário, mas com o passar dos dias fará total sentido.

Cuide da rotina

A rotina é o monstro de muitos relacionamentos e uma das primeiras causas citadas em casamentos que não deram certo. Então, a regra é clara: quebre a rotina sempre que possível! Use a criatividade e surpreenda seu amor sempre que conseguir.

 

Respeito é primordial

Independentemente do amor, vocês são pessoas distintas com gostos, manias e costumes diferentes. Logo, saber respeitar o jeito do outro é primordial. A maturidade de conversar ao invés de brigar também é requisito básico.

O sexo deixa de ter hora marcada

E automaticamente se torna bem mais prazeroso. Afinal, na maior parte das vezes seu parceiro estará por perto quando bater aquela vontade. A intimidade também aumenta e a criatividade surpreende.

Sair já não é mais tão necessário

A casa de vocês passa a ser como um verdadeiro ninho de amor e sair deixa automaticamente de ser necessário. As noites no sofá comendo quitutes feitos por vocês ou uma bela pizza enquanto assistem uma maratona de seriados na Netflix, parecem bem mais interessantes do que pegar uma fila em um restaurante e depois enfrentar um cinema lotado.

Orgulho reina

Provavelmente, em algum momento desta nova experiência, você vai parar, olhar ao seu redor e sentir um baita orgulho do que conquistaram. É uma sensação de liberdade e de felicidade indescritível.

Brigas precisam ter fim

Como agora vocês moram na mesma casa, acabou aquela situação de cada um ir para o seu canto e depois resolver procurar ao outro. É preciso ter maturidade o suficiente para resolver uma briga ou um desconforto o quanto antes, afinal, vocês dormem na mesma cama e não dá para dividir o edredom com alguém que está muito bravo ou magoado com você.

Piadas internas

Como qualquer convivência, é natural que brotem piadas internas aos montes. Vocês ficarão cada vez mais parceiros e cúmplices.

É possível ficar sozinho, juntos

Você descobre que é perfeitamente possível ficar ao lado do seu amor fazendo tarefas completamente diferentes ou ler dois livros distintos. A companhia passa a fazer sentido através do silêncio confortável.

Linguagem do amor

Cada um de nós ama de uma forma diferente e consequentemente também se sente amado de forma diferente. Não perca tempo dando o amor que você gostaria de receber. Preste atenção ao seu parceiro e descubra qual a forma que ele se sente amado. Pode ser que ele precise muito mais ouvir que é importante na sua vida do que ganhar um presente.

Tudo é caro

Vocês vão aprender que qualquer coisa é muito cara e que comprar comida é uma coisa que nunca tem fim. A lista de supermercado sempre vai assustar, e por mais que se organizem, ela sempre estará lá... Firme e forte!

O reencontro é uma delícia

E ele acontece magicamente todas as noites. E quando o amor é de verdade, o frio na barriga sempre acontece, seja no beijo de boa noite ou no barulho da chave na fechadura quando o outro está chegando.

É preciso fazer concessões

É necessário que o “eu” dê o lugar para o “nós” para a vida a dois funcionar. Aprenda a fazer concessões e a ser compreensivo de verdade em relação a tudo. Não adianta ter um gênio difícil e criar caso para cada gosto diferente. É preciso aprender a viver em dupla.

Somar amigos faz parte

Agora que vocês moram juntos é natural que amigos de seu parceiro frequentem a casa de vocês. É necessário e muito gostoso aprender a gostar de pessoas que antes só eram amigas do outro. De repente, tudo vira uma grande família.

Vida adulta

A vida adulta finalmente chegou, não existe mais como correr dela ou fingir que ainda se é adolescente. É preciso encarar as responsabilidades, as contas e as inúmeras compras. Mas relaxe, é possível e até prazeroso!

fechar