Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Foto de mulher com a mão na boca

Fale pouco de você, muito de Deus e nada dos outros

“Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura” (Provérbios 12:18-19). A Bíblia já nos mostra o poder das nossas palavras. Com elas, podemos ferir alguém, mas também podemos curar, desde que sejam palavras de amor, principalmente proferidas em oração. Além disso, tudo que falamos expressa o que há em nosso coração; por isso, falar dos outros apenas reflete o que há de errado conosco. Portanto lembre-se de sempre vigiar o que sai da sua boca e aprenda a falar com sabedoria, discernimento e amor. Nesta página, separamos bons conselhos que o ajudarão a entender a importância de falar menos de você, mais sobre Deus e nada sobre os outros. Leia e compartilhe!

continue lendo
Compartilhar

Hora de se calar

Foto de mulher com boca tampada por fita

Falar demais de si ou dos outros inevitavelmente expõe sua vida. Atente-se para isso quando você não souber com quem está lidando. Em nossa vida, infelizmente há pessoas más e invejosas. O melhor a fazer é observar todas as coisas e pedir sabedoria a Deus para perceber a hora de ficar calado.

Aprenda a perguntar e ouvir

Para se comunicar de forma saudável e ter diálogos produtivos, comece a dar mais atenção ao que as pessoas falam. Essa simples atitude é essencial para se encontrar o equilíbrio em qualquer conversa. Quer um conselho? Faça afirmações apenas quando tiver certeza. Se não tiver plena convicção do que irá falar, é melhor fazer uma pergunta. Dessa forma, você preserva a si mesmo enquanto demonstra humildade para aprender com o próximo.

Confira salmos evangélicos para reflexão

O poder da palavra

Uma palavra dita no momento certo gera compreensão, amor, alegria, respeito, admiração e generosidade. Porém, ao mesmo tempo, uma palavra mal colocada pode gerar sarcasmo, ódio, inveja e ressentimentos. Você escolhe se deseja criar ou destruir com base no que profere. “Há palavras que ferem como espada, mas a língua dos sábios traz a cura” (Provérbios 12:18-19).

Pense duas vezes

Foto de mulher sentada olhando pela janela

Infelizmente nem todas as pessoas são dignas da nossa confiança – e quem sabe a hora de ficar calado preserva a própria vida e evita más interpretações. Quando sentir o desejo de compartilhar algo, pense duas vezes antes de dizer. O simples ato de ficar em silêncio pode protegê-lo de muitos problemas.

Proteja-se das pessoas negativas

Tirar satisfação com pessoas negativas é dar a oportunidade para que simplesmente tirem você do eixo. Apesar de ser uma tarefa difícil, você deve manter sua paz e não permitir que ninguém seja capaz de atrapalhar a sua felicidade. Blinde sua mente contra situações negativas e sinta hoje mesmo como sua vida pode ser mais leve.

Eu, eu e eu...

Mulheres conversando

Tenha cuidado com o número de vezes que você diz “eu” numa conversa. Esse pequeno detalhe pode revelar muito sobre sua personalidade. Num próximo diálogo, demonstre interesse na pessoa com quem você está conversando em vez de dizer – de forma muitas vezes inconsciente – incansavelmente “eu, eu, e eu”.

 

Palavras são como bumerangues

Nossas palavras têm muito mais poder do que imaginamos. Uma simples analogia é compará-las com um bumerangue. Tudo o que falamos e emanamos tende a voltar para nós – simples assim. Se você profere boas palavras, logo atrairá boas coisas para sua vida. Mas se você diz palavras negativas que destroem, infelizmente irá atrair negatividade para si. Reflita como você está agindo no dia a dia, e se isso é, de fato, o que você busca para sua vida.

20 motivos para ser grato a Deus

Edificar ou destruir? Escolha!

As palavras têm o poder de edificar ou destruir – e por isso é necessário muito cuidado com o que você diz. Reflita a respeito do que você fala no seu dia a dia e aprenda a ouvir e observar a outra pessoa durante uma conversa. Acredite: essa simples atitude pode construir preciosos e duradouros relacionamentos na sua vida.

Se você fala demais…

Foto de mulher

Se você é uma pessoa que fala demais, é importante ter em mente a necessidade de dosar essa característica. Afinal ela pode ser a responsável por abrir ou fechar diversas portas na sua vida pessoal e/ou profissional. Mesmo em situações de estresse, nervosismo e ansiedade, é necessário que você tenha empatia com a pessoa com quem você está dialogando. É assim – e somente assim – que você poderá construir relacionamentos duradouros e saudáveis com quem está ao seu redor.

Preste atenção em si

Quantas vezes nos pegamos comentando sobre o que os outros fazem de errado enquanto esquecemos de olhar para nossos próprios erros? É fácil listar defeitos dos outros – o difícil mesmo é fazer o certo com nossas próprias ações. Por isso cale-se quando você falar do próximo.

A capacidade de ouvir

Foto de homem e mulher conversando

A capacidade de ouvir é uma das habilidades mais importantes que você pode desenvolver. Afinal, é ela que te permitirá construir bons relacionamentos. Durante um diálogo, experimente concentrar-se no que está ouvindo em vez de querer formular o seu próximo comentário. Faça o exercício de não se preocupar com o quanto você “concorda ou discorda” da outra pessoa enquanto ela fala e veja como isso o ajudará a selecionar suas palavras com muito mais critério, calma e sabedoria.

Fale com sabedoria

Fale com sabedoria: sem excessos e sempre ouvindo mais do que fala. Afinal não é à toa que Deus nos fez com dois ouvidos e apenas uma boca. Evite participar de rodas de conversas nas quais o assunto é sempre a vida de outras pessoas e foque suas energias em assuntos produtivos para edificar a vida de seus amigos, colegas e familiares.

Compartilhe mensagens de agradecimento a Deus

Aja de maneira sábia!

Se você convive com uma pessoa “tagarela”, saiba que ela – provavelmente – tem uma grande necessidade de ser ouvida e de receber atenção. Isso acontece porque ela precisa preencher os próprios conflitos emocionais. Por isso, tenha sabedoria com suas palavras e não se irrite. A pessoa “tagarela”, muitas vezes, nem sequer tem consciência dessa característica – e justamente por esse motivo está em suas mãos agir de maneira sábia ou não.

fechar