Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Bernardinho

Bernardo Rocha de Rezende, o Bernardinho, é uma referência mundial no vôlei. O ex-jogador começou sua carreira como técnico em 1994 e seu trabalho à frente das seleções masculina e feminina transformou essas equipes. Conheça-o!

28/05/1959
continue lendo
Compartilhar

O sucesso de um negócio

Bernardinho

É preciso saber que existe uma enorme distância entre um projeto e o resultado final.
Eu diria que o mais importante é o engajamento, o que significa aperfeiçoamento constante do plano original, determinação para vencer as etapas necessárias (como conseguir um financiamento e conquistar mercado, por exemplo) e lucidez para saber que as dificuldades vão aparecer e é preciso ter força para superar os obstáculos. É importante entender, sobretudo, que uma boa ideia leva tempo para se concretizar, e a perseverança é uma das qualidades mais importantes para se chegar ao ponto desejado

Início no vôlei

Bernardinho

Eu comecei a jogar vôlei aos 11 anos. Eu tinha um vizinho um pouco mais velho que jogava no Fluminense. Eu e meus irmãos fomos levados por ele para fazer uma aula experimental no clube. Lá, nós conhecemos o nosso primeiro treinador, o Bené. Foi um tremendo professor e uma pessoa que fez uma diferença enorme na minha vida. Na minha e de tantos outros jovens. Ele foi o primeiro treinador de muitos dos jogadores da geração de prata, como Bernard, Badá, Fernandão. Além de descobridor de talentos, ele era um grande motivador de pessoas de uma forma geral, um cara fantástico.

O esporte para a educação

Bernardinho

Eu acho que o esporte, assim como as artes, é uma ferramenta muito interessante no processo de Educação como um todo. Quando se pratica um esporte, exerce-se uma série de valores. Entre eles, disciplina e comprometimento com o objetivo coletivo. Tem a ver com socialização, cooperação, solidariedade. O esporte é muito importante no processo de Educação como um todo.

No Brasil

Bernardinho

A Educação certamente está muito aquém daquilo que um país como o Brasil merece e precisa. Assim como a Saúde, a Educação é uma área fundamental para o desenvolvimento de qualquer país. E nós estamos mal nesse quesito.

 

Ler e escrever

Bernardinho

Gosto de ler um pouco de tudo. E também de escrever, claro. Por conta disso, eu estou muito envolvido com o mundo editorial. E gosto demais disso. Então eu leio muito, tenho uma biblioteca muito ampla. E grande parte dela é em inglês, porque há poucas publicações em português na área do esporte, de projetos esportivos, na área de treinamento.

Sua educação

Bernardinho

Eu passei a infância no Rio de Janeiro e estudei no Colégio Andrews, que é uma escola muito tradicional. Estudei lá desde o antigo primário até o vestibular. Fiz grandes amizades. Foi uma ótima escola de preparação e desenvolvimento de relações. Depois, fiz faculdade de Economia na PUC-RJ, que também foi muito importante para a minha formação.

Perfeccionista

Bernardinho

No fundo, é um paradoxo: sou um perfeccionista que sabe que a perfeição jamais será atingida. E, se isso fosse possível, também não gostaria de alcançá-la. Seria o fim dos objetivos e eu não conseguiria viver sem eles.

Estudos e o esporte

Bernardinho

Nos anos 80, não tinha nada a distância, internet, nada disso. Eu ia para a faculdade, pegava cadernos emprestados, fazia cópias, levava livros para as viagens. Essa era a minha rotina. Eu brinco que eu era a alegria da copiadora da faculdade. Eu ia lá e gastava quase tudo o que eu ganhava com cópias, para poder acompanhar.

Corrupção

Bernardinho

O vôlei é um esporte lindo. Dediquei boa parte da minha vida a uma causa e, com base em todas essas evidências de corrupção, posso dizer que algumas pessoas se beneficiaram de um trabalho honesto.

Instituto Compartilhar

Bernardinho

A ideia é promover o desenvolvimento humano através do esporte. Queremos levar a prática esportiva a comunidades que não têm essa oportunidade, seja em escolas públicas seja em comunidades carentes. Capacitamos e motivamos professores, estabelecemos uma metodologia e cobramos que eles eduquem os alunos, além de treiná-los.

Pensamento

Bernardinho

Eu penso muito. Hoje me preocupo com o futuro da minha cidade, do meu país, das minhas filhas pequenas [Júlia, 12, e Vitória, 4]. Olha a violência na nossa cidade, a falta de perspectiva.

Responsabilidade

Bernardinho

Nunca deixar de assumir total responsabilidade pelo projeto. Profissionais que, diante de um fracasso, transferem a responsabilidade para os outros estão sendo injustos. Tenho profunda aversão a isso. Não adianta ser apenas o mais bem preparado, eficiente e competente se não for capaz de reconhecer as próprias falhas.

Sentimento injusto

Bernardinho

Quando perdem, acham que a culpa é delas; e quando ganham, dizem ou pensam: “Ah, mas também treinando com o Bernardinho, o time tinha mais é que ganhar!”

Esse é um sentimento muito injusto e, para neutralizá-lo, sempre procurei a maior proximidade possível com todos com quem já trabalhei para que a equipe saiba que sou apenas o técnico e o maior responsável pela performance da equipe, mas o resultado depende do esforço de cada um

A frente

Bernardinho

A unica forma de se manter a frente em qualquer área é dedicar-se ao processo de preparação com pelo menos o mesmo entusiasmo do segundo colocado.

fechar