Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Poesia do bem

Leia todos os seus sentimentos em incríveis poesias. Compartilhe com as pessoas que você ama (amigos, familiares, namorado) e faça do mundo um local melhor com poesias do bem!

Glória

Walter Cintra

É o raio de sol quando tudo é tempestade.
Você sempre está lá quando eu chamo
e se mostra feliz por poder ajudar.
E toda vez que eu precisar
"não há problema", você me dirá.

Por isso, eu quero que você
procure por mim quando precisar.
E espero que eu seja o que você tem sido para mim,
porque esse é o sentido da palavra "amizade".

Confiança, carinho e compreensão sem fim.
Agradeço a você por sua amizade tão especial,
e por me fazer sentir que sou alguém
com quem você se importa!

Palavras

Glória Salles

Perco-me quando escrevo...
Me perderia de qualquer forma.
Afinal, tudo é perda...
E calar é muito mais...
Escrevo porque preciso.
Escrever é como droga.
Vício do qual não me abstenho,
e no qual vivo.
É como veneno necessário.
Se compõe de fragmentos do sentimento.
Nos recantos dos sonhos é colhido.
Das margens bucólicas dos rios da alma.
Essas águas deixo escorrer por meus dedos.
Não quero o silêncio...
Por isso...

Que meu coração jamais se cale.
E o que eu não ouso dizer...

Isso ele fale.
E que o faça claramente.
Nunca com ambiguidade...
E sejam suas palavras, como rio
Que incógnito nasceu,
Cuja maré alta transforma em foz.

Viver

O que será viver?
Nascer para depois simplesmente morrer?
Ou, aproveitar o intervalo e fazer algo acontecer?

Não deixe a vida escorrer pelos dedos
Vença os inimigos, supere seus medos
Não seja apenas mais um peso morto
A vida está além do próprio corpo

Se o coração bate, dance no ritmo o amor
Se o ar entra nos pulmões, respire liberdade
Se o sangue corre nas veias, deixe pulsar a felicidade
Se o cérebro está ativo, faça o prazer vencer a dor.

Asas ao Tempo

Teresa Cordioli

Queria ser um pássaro voando
Perdendo suas penas ao vento
Levaria em revoadas
Meus sonhos...

Daria, por eles, asas ao tempo...
E ficaria à espera
De que voltassem
Cantando ao regresso,

Trazendo, lá de cima
A paz e o encanto para meu ninho...

Compasso do Amor

Seja em prosa ou poesia
esculpir-se em letras coloridas
numa cadência em melodia
fazer do peito um tamborim.

Sambar o compasso ritmado
de um coração já maltratado
que ainda busca o que sofrer.

Apenas por saber
que prazer maior não há
que encontrar alguém para dar
o que ninguém pode pedir.

Canto à Vida

Oh Vida Graça Sublime,
Bendita Fonte que redime,
a Vida é Deus a nos Amar.

Às vezes sofrida ferida,
noutras, vitória Guarnecida.
Mas quando a vida é temida
vem como uma longa noite maldormida.

Penso que na Vida,
do jeito que ela se apresentar,
igual numa corda bamba:
é melhor equilibrar.

Peço, com o coração ajoelhado:
Ensina-me Vida, a arte
de tecer meu próprio manto,
escrever a própria canção de acalanto,
a olhar-me com menos espanto
e a entender que vivo e danço
sempre ao som de meu tambor.

Era feliz e sabia

Mena Moreira

Nos meus tempos de escola
Eu era feliz e disto sabia
Só não sabia que esta felicidade
Se perdia, enquanto a gente crescia...

A vida era uma eterna festa
O mundo uma eterna regalia
Hoje o mundo é tão diferente
Não se parece com o que a gente vivia...

Prestava atenção às aulas
E à professora obedecia
Mesmo sendo uma boa aluna
Fazia muita estripulia...

Depois da aula gangorra, queimada e ping-pong
Pique-bandeira, pique-pega e 5 marias
Havia entre nós afeto, carinho
Celebrávamos a amizade a cada dia...

Dia dos pais e dos mestres
Nenhum de nós se esquecia
E para demonstrar nosso afeto
Serenata para eles a gente fazia...

E debaixo de suas janelas
Na mais profunda euforia
Ao som dos Beatles, Tim Maia e outros
Era aquela cantoria...

De repente, um "te amo" fora da hora
Provocava a desarmonia
E em meio a tanto riso
Era ainda maior a nossa alegria...

E para agradecer a serenata
Bombons para todos se distribuía
Retribuindo docemente o carinho
Aumentava nossa simpatia...

Mas com o passar do tempo
O mundo foi perdendo a magia
E hoje toda esta felicidade
É somente nostalgia...

Agora, adulta, por outros caminhos, eu trago
Doces lembranças da infância e adolescência
Tempo que vivemos intensamente
Tempo em que eu era feliz e sabia!

Eu vou te Amar

Lauro Daniel

Quando em meu dia tudo de bom se arranjar
E tudo for perfeito
Bem assim do seu jeito
Mais do que tudo
Eu vou te amar

Quando tudo der errado
E aos prantos ao chão eu me jogar
Ainda serei seu apaixonado
E mais profundamente
Eu vou te amar

Se o sol implodir sugando nosso planeta
Morrerei te aconchegando em um forte abraçar
Pois tu és minha linda borboleta
E eternamente
Eu vou te amar

Enquanto meu coração bater e meu pulmão respirar
Você será meu tudo
Meu doce amor, meu forte escudo
E para todo o sempre
Eu vou te amar!

Saudade

Saudade que dói,
Saudade que perturba,
Saudade doentia,
O choro não segura.

Aperta no peito
Que solitário está.
É que eu desejo,
Te ter, te tocar.

Como um som abafado,
Um canto desafinado,
Um sonho que ficou vago,
Um coração partido,
Um grito no vácuo.

Saudade que nunca,
Nunca passará.
Saudade que nem o tempo
É capaz de amenizar.

Maior Lição

Quero entrar em teu coração:

Nas palavras de uma poesia,
na harmonia de uma canção
ou em silêncio de compreensão.

Quero estar em teu coração:
Se houver tempestade, trazendo a bonança.
Se houver escassez, trazendo a abastança
ou em silêncio, segurando tua mão.

Sim, quero ficar em teu coração:

Nascemos para pares sermos,
e juntos, escrevermos
a poesia e a harmonia de uma bela canção,
as palavras de uma grata oração
e assim, todos,
cativarmos União

Sim, quero, eu e tu, Ser um só Coração,
como é ensinada a Maior Lição.

Festa

Dia de festa,
sorrisos na mesa.
A música cura,
as velhas fraquezas.
Enquanto por dentro,
o escravo do pensamento
vai disfarçando as lágrimas,
até a luz apagar.