Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Mensagens de Saudade

Não deixe que a saudade tome conta de você, guarde as recordações do que foi bom, esqueça o que aconteceu de ruim, levante a cabeça e dê a volta por cima. Medite em algumas mensagens sobre saudade que separamos.

No fim só é saudade...

Enquanto pequenos, tudo gira em torno da nossa família mais próxima. Tudo é mãe, pai, irmãos quando existem. Todo o nosso mundo parece convergir para o seio pequeno e confortável daquele grupo.
Aos poucos nos vamos revoltando contra esse núcleo, e o vamos culpando por tudo o que de mal começa a acontecer em nossas vidas. As hormonas da juventude se apossam de nós.
Mais tarde, ainda que mais calmos, a vida continua a atirar todo o tipo de obstáculos, desafios e distrações no nosso caminho, e nos vamos afastando, nos vamos esquecendo desse seio em volta do qual em tempos girou nosso mundo.
E esquecemos de visitar, esquecemos de cuidar, esquecemos de dizer ‘te amo’!
E quando lembramos do esquecimento, quantas vezes não é já tarde demais, e aqueles que verdadeiramente nos amaram, e a quem nunca deixamos de amar, apenas esquecemos de o dizer, foram chamados para junto de Deus.
E então resta apenas a saudade.
Ficam as memórias. Fica o amor que será eterno. Fica o desejo impossível de um retorno. Fica a presença metafísica e constante daqueles que então se transformaram em anjos. Fica o insustentável peso da saudade, a única que nunca morrerá.

Saudade que não para de crescer

Podem os nossos olhares não se cruzarem, por agora, e o rumo dos acontecimentos terem levado você para longe de mim. Mas nada tira você do meu coração ou faz com que me esqueça de todos os nossos momentos.

Esta saudade cresce e agora é tanta que não sei se consigo viver mais um dia sem você. Volte rápido para mim, meu querido marido, que este desejo por seu abraço não para de crescer.

Tenho razão de sentir saudade...

Tenho razão de sentir saudade, tenho razão de te acusar.
Houve um pacto implícito que rompeste
e sem te despedires foste embora.
Detonaste o pacto.
Detonaste a vida geral, a comum aquiescência
de viver e explorar os rumos de obscuridade
sem prazo sem consulta sem provocação
até o limite das folhas caídas na hora de cair.

Antecipaste a hora.
Teu ponteiro enlouqueceu, enlouquecendo nossas horas.
Que poderias ter feito de mais grave
do que o ato sem continuação, o ato em si,
o ato que não ousamos nem sabemos ousar
porque depois dele não há nada?

Tenho razão para sentir saudade de ti,
de nossa convivência em falas camaradas,
simples apertar de mãos, nem isso, voz
modulando sílabas conhecidas e banais
que eram sempre certeza e segurança.

Sim, tenho saudades.
Sim, acuso-te porque fizeste
o não previsto nas leis da amizade e da natureza
nem nos deixaste sequer o direito de indagar
porque o fizeste, porque te foste.

Hoje a saudade nos faz mais uma visita…

Compreender os propósitos de Deus muitas vezes pode ser uma tarefa bem difícil, principalmente quando a tristeza bate na nossa porta porque acabamos de perder um ente querido. Lágrimas passam pelos nossos olhos constantemente e o vazio da saudade aumenta o sofrimento severamente.

Hoje a saudade nos faz mais uma visita, mas não vem acompanhada da tristeza como protagonista. Com corações mais confortados, dedicaremos este dia para relembrar os bons momentos que foram compartilhados e como a presença de uma pessoa tão querida foi capaz de transformar tantas vidas abençoadas.

Que a dor da nossa perda possa ser diminuída um pouquinho a cada dia e que daqui para frente esta ausência seja capaz de fortalecer ainda mais os laços da nossa família. O vazio que ficou jamais será preenchido, mas com a paz de Deus em nosso corações será bem menos difícil. O céu comemora hoje mais um ano da vida eterna de uma pessoa muito querida, que para sempre estará na nossa memória e influenciará eternamente a nossa história.

Tanta saudade que dói

Apenas Deus e eu sabemos o quanto eu me esforcei por te esquecer, o quanto eu quis e fingi um pouco de sucesso. Tudo foi em vão, e esquecer por completo você se tornou uma impossibilidade, matar as saudades de ti uma utopia.

Você foi o melhor namorado, e mais importante eu te amava de verdade, eu te amo, e a saudade que agora sinto de você, aumenta assustadoramente a cada minuto que passa, e na sua dolorosa realidade eu me afundo, na sua intensidade eu me sufoco.

A saudade que eu sinto de você só pode ser medida em infinitos, em eternidades; é mais profunda que todos os oceanos juntos. Eu quero você de volta.

Eu preciso me aninhar no seu abraço de novo, sentir sua respiração se acomodar na minha, olhar nos seus olhos e pousar meu rosto no seu coração pulsante.
Eu quero você, de novo, para sempre!

A dor da morte vira saudade

Quando alguém que amamos morre, é como se uma parte nós também morresse. Um vazio instala-se no peito. A dor se mistura com a revolta de já não ter o ente amado ao nosso lado, de já não podermos lhe tocar a mão, abraçar-lhe e dizer palavras doces.

A morte de um ente amado é uma dor inigualável, que fere a alma e deixa sempre uma cicatriz. Mas uma dia, o sofrimento agudo há de ir se transformando, aos poucos, em uma saudade doída que está quase sempre a latejar, até tornar-se saudade e bem querer que, já não martela os sentimentos todos o dia.

Com o tempo, a dor e ausência causada pela morte vira apenas uma forte saudade que aparece por causa de uma antiga fotografia, um velho baú de recordações, uma história relembrada, ou um cheiro que surge do nada. A saudade é memória das coisas boas que ficam guardadas no fundo do peito. Às vezes aperta, mas não dói mais.

Ultrapassar a saudade

Sinto saudades suas, meu amigo! Desde a hora que você se foi, tudo virou melancolia, tristeza. O silêncio tem invadido minhas horas e a nostalgia abraça meu pensamento com uma força atroz!

Sei que vou retomar meu caminho, meu sorriso, minha esperança. Em breve você vai estar orgulhoso de minhas palavras que manterão você sempre vivo, sempre presente. Adeus, meu grande amigo! Até um dia.

Tanta saudade, Mãe

Mãe é única, insubstituível. O seu colo é o mais confortável, o seu carinho e amor incondicionais e uma certeza ao longo da vida, e a saudade que ela deixa quando ultrapassa a linha final da vida é inconsolável, eterna.

É uma saudade que pesa, que comprime, que sufoca, essa que eu sinto. É uma saudade que jamais será saciada, não enquanto eu caminhar com meus pés mortais, não enquanto respirar o ar da vida da sua ausência, minha mãe.

É a saudade que chega violenta quando procuro e não encontro o seu olhar compreensivo; quando preciso e não tenho mais os seus braços quentes de amor; quando necessito escutar suas palavras assertivas e carinhosas e apenas resta o silêncio.

Eu te amo tanto, mãe, antes, hoje e para sempre! É tão grande o vazio que você deixou na minha vida desde o dia em que Deus a chamou para junto Dele, tão profunda a saudade que vive no meu peito.

Saudade do Teu Nome

Tenho saudade do teu nome,
da cor da tua pele,
do sorriso que engole meu beijo,
do incolor das horas que vão depressa.

Tenho fome do carinho que conforta,
do colo que deita minha cabeça,
do calor que traz com o beijo,
as palavras que só amantes sussurram.

Tenho medo, algumas vezes,
que esqueça meu carinho noutro,
que nossa água não mate mais a sede
desta louca vida distante dos olhos.

Tenho sonhos, ainda agora mais apaixonado,
corro meus desejos por onde jamais imaginei,
faço planos para dois, nós é claro,
como se nada é espera, nada é para depois.

Tenho horas de desespero, um pouco,
quando lembro onde está, não sei com quem,
preciso então me lembrar que é amor o que sinto,
tanto, que jamais serei capaz de mostrá-lo.