Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Dia de Santo Eduardo

Você sabia que a família real britânica também possui linhas religiosas? De 1042 à 1066, acontecia o reinado do rei Eduardo, que viria a ser canonizado pelo papa Alexandre III em 1161, se tornando então o Santo Eduardo. E no dia 5 de janeiro, é comemorado o dia deste santo. Venha entender mais aqui!

continue lendo
Compartilhar

Quem foi Santo Eduardo

Santo Eduardo – também conhecido como Eduardo, o Confessor –, foi rei da Inglaterra. Filho do rei Etelfredo II e neto do rei Eduardo, o Mártir (também santo), foi conhecido por sua bondade, sabedoria e devoção. Nunca demonstrou nenhum ato de fúria para com seu povo e dedicou sua vida para melhorar o bem-estar de seus súditos.

Conheça mais sobre os santos clicando aqui!

A Infância de Santo Eduardo

Santo Eduardo, também conhecido como Eduardo III, nasceu em 1003. Com apenas 10 anos, foi exilado para o noroeste da França, juntamente com sua mãe, em uma cidade chamada Normandia, quando a Inglaterra havia sido dominada por inimigos. Foi em Normandia que recebeu sua educação cristã. Por lá permaneceu até seus 39 anos, quando finalmente se tornou o rei da Inglaterra.

Diplomático e pacificador

Santo Eduardo era conhecido por suas políticas de pacificação. Era anglo-saxão, mas já havia convivido entre os normandos. Decidiu promover atos de unificação entre as duas tribos. Além disso, aboliu várias leis injustas em vigor na época, além de doar muitas de suas riquezas para os miseráveis de seu país.

Casamento

Para se conciliar com seu inimigo político mais difícil, o Barão de Golwin, casou-se com sua filha, Edite Golwin. O casamento fora arranjado, mas ele era de fato apaixonado por sua esposa. O Barão, entretanto, era um homem difícil de lidar, pois, sendo sogro do rei, achava-se no direto de governar a Inglaterra. Eduardo III exilou-o e colocou sua esposa em um convento por um tempo, mas logo a trouxe de volta para casa, quando tudo estava sob controle.

Peregrinação

Santo Eduardo fez uma promessa a Deus: se acabasse seu exílio e ele pudesse voltar à Inglaterra, faria uma peregrinação a Roma. Entretanto, o papa o exonerou dessa promessa. Dessa forma, todo o dinheiro que ele utilizaria para essa viagem foi destinada aos pobres de seu país.

A História do anel

Santo Eduardo é geralmente representado junto com seu anel, devido à seguinte história: certa vez, um mendigo fora até o rei Eduardo III pedir esmola e disse: “Em nome de São João”. Eduardo III, percebendo que não tinha nenhuma moeda consigo, ofereceu o anel que carregava no dedo. Na verdade, o mendigo era o próprio São João Evangelista disfarçado, e, a partir daquele momento, Eduardo III tinha um lugar reservado no paraíso ao lado do santo.

 

Morte de Santo Eduardo

Santo Eduardo morreu em 1066, aos 63 anos, e foi sepultado na Abadia de Westminster , que ele mesmo havia mandado restaurar, em um ato de gratidão a Deus. Infelizmente, como não teve herdeiros, a disputa pela sucessão causou muitas invasões normandas na Inglaterra a partir do ano de sua morte.

Oração a Santo Eduardo 2

“Ó, Deus, que concedestes a Santo Eduardo a graça de governar com justiça, promovendo o verdadeiro bem para seus governados, concedei-nos a graça de governar nossas vidas e nossos bens com justiça e procurar verdadeiramente o bem do próximo. Por Cristo, Nosso Senhor, amém. Santo Eduardo, rogai por nós.”

fechar