Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Dicas para adotar um pet

A vida é boa. Mas, ao lado de um amigo de quatro patas ela fica muito melhor. Ou se preferir, uma nadadeira, grandes orelhas ou um pequeno casco. Os animais estão aí para nos fazer muito mais felizes.

Defina os Locais

Apresente o filhote a nova casa, ambientes onde ele pode entrar e etc. É super importante nesta etapa definir onde o filhote deve fazer suas necessidades.

Deixe Claro Que Você Manda

Quem manda aqui? Esta é a primeira pergunta que o animal se faz quando chega a uma nova casa, por isso, deixe claro quem manda no território e que a posição dele é abaixo da sua e da dos demais integrantes da casa.

Acostume-o na Coleira

É proibido por lei sair às ruas com o animal sem coleira ou guia. Assim, acostume-o quanto antes a caminhar utilizando esses acessórios.

Planeje-se

Antes de adquirir o filhote, planeje o que espera do animal, o comportamento desejado, o espaço de que dispõe para a criação, o tempo que dedicará a ele e quanto gastará em média para mantê-lo.

Faça uma Escolha Consciente

Quando for escolher o filhote, conheça diversas ninhadas antes de se decidir, ou locais. Repare em seus detalhes físicos e de movimento para se certificar de que é um animal saudável.

Planeje o Tempo

Você e sua família estão dispostos a manter tudo isso por vários anos? Um gato ou cachorro vive entre 15 e 20 anos, você cuidará do seu sempre, como se fosse o primeiro dia?

Pense no Seu Objetivo

Pense bem no objetivo de adotar seu animalzinho. Você quer esse animal para quê? Companhia, guarda? Você terá paciência para educar esse cão ou gato?

Como Saber se Ele é Saudável?

Secreção nos olhos, pelagem opaca, descamação na pele, odor na boca e nas orelhas são sinais de que há algo errado com a saúde de seu amigo. Se ele não apresentar nada disso, ainda assim solicite os laudos médicos. Muitos animais disponíveis para adoção foram vítimas de violência ou passaram por tratamentos de saúde. Na carteira de vacinação de cães devem constar as vacinas antirrábica e V8. Na dos gatos, antirrábica e, se possível, a V3.

Já Tenho Um Pet e Quero Adotar Outro

O processo de adaptação pode ser longo e exigir paciência. Profissionais recomendam que cães se conheçam fora de casa, em território neutro. saia para passear com um deles e peça a outra pessoa que traga o outro. Deixe que se cheirem e estabeleçam a hierarquia. No caso de um ficar agressivo, repreenda-o, mas não deixe de confortar ambos, demonstrando sua vontade de que convivam bem juntos. Na casa, cada um deve ter brinquedos e tigelas próprios.

Como Adotar?

Cada centro de adoção tem suas regras, mas há medidas comuns à todos. O adotante precisa ser maior de idade e apresentar CPF, RG e comprovante de residência. Antes de levar o bicho para casa, passará por entrevista em que será possível verificar se realmente tem condições de adotar. Feito isso, é preciso assinar um termo de responsabilidade, declarando assumir os cuidados com ele. Alguns locais, como o Centro de Controle de Zoonoses e a ONG Natureza em Forma, cobram taxas de adoção, que variam de R$ 16,20 a R$ 120.

Qual o Melhor Pet?

A decisão de escolher qual tipo de pet será adotado deve ser tomada em conjunto com toda a família. Nenhum membro da casa onde esse animal viverá deve ter medo de animais ou até mesmo da espécie escolhida. Quando se fala em adotar, a grande maioria só pensa em cães e gatos, mas aves, peixes, coelhos, pequenos répteis, como tartarugas, jabutis e cobras, e alguns ferrets também fazem parte da lista de adoção.

Esteja Preparado para os Gastos

Você está e estará disposto a bancar com o que seu amiguinho precisar na hora em que ele precisar, pelo tempo necessário? Um animalzinho de estimação exige alguns gastos e cuidados.

Exercícios

Algumas raças precisam de mais exercícios que as outras, mas todas precisam de passeios diários. Você sairá com ele todos os dias, faça chuva ou faça sol? Cada raça tem necessidades especificas.

Os Animais Precisam Estar Castrados?

Sim. Prevista pela lei 12.327/97, esta é uma condição imposta às ONGs. A regra, em vigor desde 2000, instituiu a Campanha de Controle da Natalidade de Cães e gatos no Município de são Paulo. Mais do que inibir o aumento de animais abandonados, a castração colabora com a boa saúde e qualidade de vida deles. Também é lei que o animal venha com o microchip implantado sob a pele. A tecnologia permite armazenar informações como, por exemplo, a origem e o endereço dos donos.

Como Saber o Tamanho de Um Animal?

Antes de ser colocado para adoção, ele é tratado, vacinado e castrado. Durante esse processo, a entidade responsável passa a conhecer o bicho. Quando há um traço de personalidade que possa implicar dificuldades de relacionamento, os futuros donos são avisados. Em relação ao tamanho que irá atingir, não se pode afirmar com precisão. Profissionais estimam as medidas futuras do pet a partir do tamanho da pata – mas é sempre uma aposta. se estatura for uma questão importante para você, adote um adulto, que já passou da fase de crescimento.

Animais que Sofreram Maus Tratos São Agressivos?

Não. Pode acontecer de o bicho associar algum comando ou atitude do dono à época dos maus-tratos e, nesse caso, ficar bravo para se defender. As ONGs de adoção realizam trabalhos para recuperar animais traumatizados. Exercícios de adestramento também ajudam. É preciso apenas saber que atitude desencadeia a reação negativa e evitá-la.

Adotar um Adulto ou um Filhote?

Filhotes são como crianças: dão mais trabalho no início, porém, se forem espertos e tiverem incentivo positivo, aprenderão rapidamente. Adultos podem ter adquirido certos hábitos, mas são altamente adaptáveis, tendo muitas vezes a mesma facilidade de aprendizado de um filhote. Enquanto os filhotes precisam gastar energia, os adultos são mais calmos. Independente da idade, o temperamento determina o sucesso do adestramento. Alguns são mais rápidos, outros mais lentos. o importante é sempre respeitar o tempo do animal e presenteá-lo com recompensas.

Cães Gostam do Novo Dono?

Sim. Cães e gatos são adaptáveis e vivem o momento presente. Ao chegarem em uma nova casa não pensarão em seus donos anteriores ou no lugar em que costumavam ficar. Sendo bem tratados, ficarão calmos e felizes no novo lar. Adotar é um compromisso sério.

Pesquise!

Para fazer a escolha certa, antes de tomar sua decisão, observe todos os passos. Pesquise sobre a saúde, o comportamento de cada espécie e os gastos que deverá ter com a saúde e os cuidados com a higiene do seu futuro pet. Mas não se esqueça que carinho e amor são sempre essenciais.

Macho ou Fêmea?

Ao escolher o sexo do cão ou do gato adotado, a presença de outros animais do mesmo sexo ou do sexo oposto deve ser levada em consideração.
Adquirir pets do mesmo sexo pode gerar uma disputa de território e tornar a convivência entre eles insuportável. E quando o pet adotado tem o sexo oposto do pet da casa, pode ocorrer acasalamentos indesejados, gerando vários filhotes. As fêmeas entram no cio, o que pode ser enlouquecedor para alguns tutores.

Quanto Tempo Meu Pet Necessita?

As aves, os coelhos e os pequenos répteis exigem uma disponibilidade de tempo bem pequena para seus cuidados. Ao disponibilizar uma hora diariamente, tarefas como realizar a troca de água, comida e higienizar o local em que eles vivem são feitas com tranquilidade. No restante do tempo, deve ser dada atenção e muito carinho. Use a criatividade, invente novas brincadeiras e interaja cada vez mais com seu pet.