Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Poder de cura dos cachorros

Pesquisas científicas provam o que todos já sabem há séculos: é bom ter um cachorro em casa. Cachorros nos fazem companhia, nos ajudam a ficar ativos, e podem nos avisar se há algum estranho por perto. Mas você sabia que cachorros podem melhorar a saúde mental e física de seus donos?

continue lendo
Compartilhar

Alerta precoce

Pesquisadores da Universidade da Flórida descobriram que alguns cães podem detectar convulsões e enxaquecas antes que eles aconteçam, por perceber coisas como lábios trêmulos.

Acima de 54 anos

A maioria das pessoas com mais 54 anos e que tem cachorros, visitam menos os médicos do que as que não tem. As pessoas que tem cachorro também tomam menos remédios.

Crianças

Ter um cachorro desenvolve o senso de cuidado e a afetividade nas crianças. Faz aprender a respeitar, a ter limites e a compartilhar, dividir carinho, atenção e responsabilidade.

Idosos

Ter um cachorro afasta a solidão, motiva idosos a se exercitarem/caminharem, faz com que se sintam úteis tendo um ser dependendo deles, ocupa a mente e, portanto, combate a depressão.

Apoio Emocional

Alguns cães serviram soldados americanos que voltavam do Oriente Médio. Os cães foram treinados para acariciar os soldados quando eles sentem sinais de um ataque de pânico que se aproxima.

Toque calmante

Fazer carinho em um cachorro pode liberar oxitocina, serotonina e prolactina no cérebro, melhorando o humor e reduzindo a dor. Isso também reduz o cortisol, uma substância química associada com o estresse.

 

Aumentar a imunidade

Pesquisadores da Universidade da Califórnia acreditam que a exposição aos germes que os cães carregam pode deixar o sistema imunológico de uma pessoa mais resistente. Isto pode ajudar a diminuir o número de resfriados e pode até diminuir o risco de uma criança desenvolver asma.

Adolescentes

Numa época em que a garotada passa por mudanças físicas e emocionais, o animal representa a aceitação total: o amigo fiel está ali, para o que der e vier.

Tratamento de TOC

Um cão treinado pode perceber quando seu companheiro começa a realizar comportamentos repetitivos associados com transtorno obsessivo compulsivo (TOC), tais como lavar as mãos repetidamente. O cachorro, então, tenta interromper esse comportamento cutucando seu dono.

Resumindo...

A convivência com um cão pode oferecer muitos dos benefícios da medicina. E não há efeitos colaterais. Adote um cachorrinho!

fechar