Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Steve Martin

Com uma carreira recheada de êxitos, com sucessos como A pantera cor-de-rosa, O pai da noiva e Fé demais não cheira bem, Steve Martin é um dos grandes nomes do cinema mundial.

14/08/1945
continue lendo
Compartilhar

Participar de filmes de super-heróis

Steve Martin

Eu estaria interessado em fazer um vilão em um desses filmes. Não saberia dizer qual porque não os vi todos. Mas acho que um vilão de quadrinhos seria fantástico. Mas também vejo "A Pantera Cor-de-rosa" como uma espécie de cartum ao vivo e em cores, quase um personagem animado. Então, eu me animo fazendo o inspetor Clouseau.

Sobre sua iniciação nas artes plásticas

Steve Martin

Na faculdade tive um amigo artista. Isso tipo em 1964, então tinha muita coisa excitante acontecendo no mundo da arte. Tinha o Andy Warhol... Os expressionistas abstratos ainda estavam dominando o mercado, e o Andy Warhol e o Roy Lichtenstein mudando tudo. Foi muito romântico. Entre os expressionistas abstratos tinha o (Mark) Rothko, o (Willem) de Kooning, enfim, eu me interessei.Um tempo depois, quando estava rodando a América com minha stand-up comedy, os dias eram livres, porque você só trabalha à noite, por uma hora - e depois bebe por quatro horas. Mas durante o dia eu ia a museus, e fui a muitos campus de universidades que tinham bibliotecas onde passei e a estudar sobre esse hobby.

Sobre não dirigir filmes

Steve Martin

Não sei como Woody Allen faz isso. Escreve o roteiro, atua e dirige. Eu não poderia fazer isso. Eu preciso de um observador externo, como um diretor, para ver o que estou fazendo enquanto atuo. E gosto de colaborar como ator. Como diretor, acho demasiado.

Seus próprios filmes preferidos

Steve Martin

Gosto muito de 'O panaca', 'Roxanne', 'O tiro que não saiu pela culatra', 'Os safados', 'O pai da noiva', 'Os picaretas', eu gosto de todos... Não, é mentira, eu gosto desses. Me arrependo de alguns, mas é como insultar um dos seus filhos, então não gosto de dar nomes. Ah, eu gosto de 'LA story' também.

Sobre a concorrência entre atores no set

Steve Martin

Quando começaram a vir com os nomes dos atores que fariam 'A pantera cor-de-rosa 2' comigo (Andy Garcia, Alfred Molina, Jeremy Irons, Aishwarya Rai), cheguei a pensar que, se essas pessoas famosas entrassem no filme, iam tirar a importância do inspetor Clouseau, mas isso felizmente não aconteceu. Quando uma estrela vem fazer um papel pequeno num filme, se ele é um médico que só aparece rapidinho, por exemplo, você não acredita que é só um médico que aparece rapidinho, você faz 'Oh!', por ser uma estrela, então tem que ter cuidado com essas coisas.

 

As dificuldades de se adaptar aos diversos tipos de comédia

Steve Martin

Para uma pessoa da minha idade, entender uma comédia adolescente, que tipo de palavras usar, o que é permissível e o que não é, eles fazem coisas que eu não faria... Mas isso não as torna ruins. Por outro lado, há coisas de que gosto muito. Ben Stiller é muito engraçado; Adam Sandler é muito engraçado; Will Ferrell é muito engraçado. E eu sei como é difícil fazer qualquer tipo de comédia, então, respeito os filmes simplesmente por serem feitos.

Cantor, escritor, ator. Como lida com tantas atividades?

Steve Martin

Engraçado, eu realmente faço muitas coisas. Mas sempre pareço ter tempo para fazer mais. Então, nunca estou correndo com as coisas de um lado para outro ou sempre ocupado. Eu trabalho quando tenho vontade. E o resultado é isso. Um filme leva três meses para terminar. Esse é o maior tempo que eu dedico a um filme - o tempo de filmar e promovê-lo. Um livro pode levar um ano, mas não se trabalha todos os dias e trabalha-se em um ritmo próprio. Você não tem que levantar cedo. Fazer filmes é o que, para mim, se assemelha mais a trabalho. As outras coisas são diversão.

Sobre jovens comediantes

Steve Martin

Eles são péssimos! Brincadeira. Tem sempre bons comediantes surgindo. As pessoas me perguntam o que faz um bom comediante, e eu digo que são indivíduos: alguns podem usar uma linguagem suja e ficar horrível. E outros falam barbaridades e soa lindo, como o Richard Pryor (ator e comediante morto em 2005) - ele era ótimo! As pessoas tentam imitar, mas não funciona.

fechar