Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Whatsapp Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube 9 Giga Up

Bruno Gagliasso

Confira as declarações do ator global sobre televisão, cinema, vida pessoal e carreira. Conheça o outro lado de Bruno Gagliasso e compartilhe.

Abandono

Bruno Gagliasso

O maior absurdo que cometi foi abandonar pessoas que sempre estiveram ao meu lado.

Racismo

Bruno Gagliasso

É óbvio que a gente sempre soube, mas viver isso de perto e dentro de casa é muito forte. É agressivo, machuca e a gente só sente isso quando está dentro da nossa casa.

Casamento

Bruno Gagliasso

Acreditamos no amor que sentimos um pelo outro, e queremos passar por todas as dificuldades juntos.

Crise no casamento

Bruno Gagliasso

Amar é aparar arestas e estamos passando por mais um obstáculo, difícil e doloroso, em nossas vidas, mas não impossível.

Sem cobranças

Bruno Gagliasso

Minhas relações nunca são pautadas por cobranças. Posso te dizer que a sensação de amar é uma das que mais prezo na vida.

Fama de galã

Bruno Gagliasso

Marlon Brando era galã, James Dean era galã, Johnny Depp é galã, Leonardo Di Caprio é galã. Eu acho que quem não gosta desse rótulo é porque não gosta de ser elogiado. A partir do momento que não interfere no seu trabalho, pelo contrário, eu adoro um elogio!

Atuação

Bruno Gagliasso

Você pode ser pessoas tão diferentes, entrar em outros mundos. Sem dúvida é uma experiência que me enriquece como pessoa, como ser humano e me faz entender melhor os outros e a mim mesmo. Sou um sortudo!

Mato Sem Cachorro

Bruno Gagliasso

Estou muito feliz por estrear com um filme em que acredito, pelo qual visto a camisa, não só por estar atuando mas também por gostar de ver.

Arte com qualidade

Bruno Gagliasso

São caminhos completamente diferentes, mas com o mesmo propósito, que é fazer arte, e arte com qualidade. Fazer questionar.

Danilo Gentili

Bruno Gagliasso

A gente conviveu muito, teve muitos ensaios, e digo que vou levar essa amizade para sempre, porque ele é um cara realmente amigo.

Desafios

Bruno Gagliasso

Eu gosto de ser desafiado, gosto que duvidem de mim, porque isso me estimula a fazer personagens diferentes.

Não se levar tão a sério

Bruno Gagliasso

Com o Danilo tudo muda. Eu olho para a cara dele e tenho vontade de rir. Ele veio para a entrevista de Robin Hood, isso é genial. Eu perguntei: "você está de sacanagem, né?!", e ele tá aí, assim. Esse é o tesão de não se levar tão a sério.

Erros

Bruno Gagliasso

Todos erramos, uns mais, outros menos, e vivemos para aprender e crescer com esses erros.

Bruno Gagliasso

Aprenda, sobretudo, a ter fé. O universo irá conspirar a seu favor!

Beijo gay

Bruno Gagliasso

Hoje em dia o beijo gay é tão normal, que não faz sentido não existir na teledramaturgia brasileira.

Crítico

Bruno Gagliasso

Sou muito crítico e perfeccionista com o meu trabalho. Isso me faz ter um desgaste físico e emocional.

Prazer maior

Bruno Gagliasso

É difícil eu assistir e pensar: "Estou satisfeito com o resultado". Na verdade, prefiro não me assistir, o prazer maior está na execução.

Blog

Bruno Gagliasso

Utilizo o meu blog para escrever sobre esquizofrenia. Acho muito legal poder passar essas informações e ajudar os outros através desse veículo.

Direcionamento

Bruno Gagliasso

Graças a Deus, o direcionamento que eu me dei na TV me permitiu fazer personagens que exigiram muito de mim como ator e como pessoa.

Parceria com Leandra Leal

Bruno Gagliasso

Trabalhei com uma pessoa que gosto muito que é a Leandra. Acredito muito nas escolhas que ela faz e com certeza isto me ajudou a aceitar fazer o filme, Mato Sem Cachorro. A gente é fã um do outro e temos afinidades fora de cena, o que ajudou muito.

Papel de mocinho

Bruno Gagliasso

Posso ser sincero? Eu não fiz antes por preconceito. E também porque eu queria fazer um que me desafiasse como ator e como ser humano.

Joia Rara

Bruno Gagliasso

As pessoas confundem ser bom com ser bonzinho. E o Franz não é bonzinho, ele é bom. E isso é comum, porque ninguém é 100% bom ou mau.