Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Foto do Pedro Cardoso

Pedro Cardoso

Com certeza você conhece Agostinho Carrara, o irreverente e memorável taxista da série televisiva "A Grande Família". Mas você também conhece o homem por trás desse personagem? Pedro Cardoso marcou sua carreira com Agostinho, mas seus pensamentos e ideais são muito bem fundamentados e são dignos de atenção tanto quanto seu bom humor. Sendo agora um cidadão português, Cardoso nunca escondeu sua extrema preocupação com seu país natal, sempre integrado às notícias do Brasil e envolvendo-se em debates políticos. Ator, humorista, redator, roteirista e também escritor, sua inteligência sempre é derramada em todos os trabalhos de que participa. Que tal conhecer um pouco mais sobre ele?

continue lendo
Compartilhar

Conhecendo Pedro Cardoso

Foto de Pedro Cardoso

Pedro Cardoso é ator, autor, humorista, roteirista, redator e escritor brasileiro. E muitos ainda podem se surpreender com essa informação, mas ele também é primo do ex-presidente do Brasil Fernando Henrique Cardoso. Ficou extremamente conhecido ao interpretar o icônico Agostinho Carrara na série “A Grande Família”, da TV Globo. Natural do Rio de Janeiro e grande crítico das políticas públicas e do atual governo do Brasil, hoje vive em Portugal, onde consegue manter uma qualidade de vida muito superior. Depois de sua saída dramática da Rede Globo, que lhe deixou mágoas, seguiu com sua carreira no teatro, e hoje produz e encena peças que apresentam um apelo social necessário, pois abordam temas que ainda precisam ser curados em nossa sociedade.

Paparazzi

KD Frases

“Essa indústria que vende a nossa vida, ela só vende a mentira. Infelizmente uma enorme parte da classe artística, ou pseudoartística, não compreende esse fenômeno e acha que está sendo formador de opinião ao falar sobre qualquer assunto, sobre qualquer coisa. Não é verdade. Isso é tudo mentira.”

Conheça Chris Evans

Quando faltam palavras

Pensador

Foto de Pedro cardoso

“Eu acho que agressividade é sempre uma insatisfação da pessoa com a sua própria capacidade de argumentar. A pessoa que não consegue articular um pensamento, ela agride. A agressividade assim, ela é filha da infelicidade, né? Eu lamento.”

Discrepância

Programa “Provocações”, da TV Cultura

Pedro é completamente contra o sistema que permite que alguns fiquem ricos à custa do trabalho de outros que continuam sendo muito pobres.

“Nenhuma pessoa fica rica sem explorar a mais-valia imensamente. Estou pra encontrar um economista que me mostre uma outra estrutura de ficar rico que não seja você não dividir a riqueza do seu trabalho de maneira justa com as pessoas que produziram esse trabalho pra você.”

Mais-valia

Programa “Provocações”, da TV Cultura

Foto de pedro cardoso

O ator explica que, se ele não se levantar e sair de casa para trabalhar, não existe uma outra forma de ele ganhar dinheiro para se sustentar.

“Eu tenho 57 anos e eu não tenho uma economia que me possibilite não trabalhar. Eu venho ao Brasil trabalhar pelo dinheiro da bilheteria. Se eu não acordar de manhã e não for trabalhar, não existe uma estrutura de exploração do trabalho de outras pessoas que faz dinheiro pra mim enquanto eu apenas emprego o meu capital ali, e eu não acho isso uma relação justa, acho isso uma relação que produz pobreza.”

 

Por que escolheu Portugal para morar

JC Online

Ele explica que em Portugal existem bons serviços públicos, então as pessoas não têm muito a ambição de ficarem ricas, como é no Brasil.

“Em Portugal, eu tenho muito menos ansiedade de ganhar dinheiro do que no Brasil. Eu mesmo, eu Pedro, não meu eu hipotético. É uma das razões que me fazem me sentir bem lá.”

Meio de interesses

HuffPost Brasil

Apesar de seu interesse em fazer com que as pessoas pensem mais sobre o atual cenário da política brasileira, Pedro concorda que há lugares melhores para se debater sobre isso.

“Eu não acho que o Instagram seja um lugar propício para isso... o Instagram é um lugar viciado, é uma praça de cracudos, é um lugar feito pra vender publicidade. Ele tem uma lógica de funcionamento muito precária para uma conversa verdadeiramente influente. Essa é minha opinião.”

Divirta-se conhecendo Dudu Camargo

Com o tempo passa

HuffPost Brasil

Ele conta que já aprendeu a controlar o nervosismo antes de subir ao palco, no teatro.

“Eu não fico nervoso, não; eu fico atento, hiperatento. Eu fico em um estado de concentração extremado, como um piloto de Fórmula 1 que vai correr uma corrida. Eu estou dedicado a contar a história, preocupado com a apreensão que a história vai ter. Eu aprendi a me acalmar. O nervoso atrapalha muito, né?! Dispersa.”

Chamado cívico

HuffPost Brasil

Foto de Pedro Cardoso

O ator explica que está no Instagram para o debate de ideias.

“Eu comecei a ficar uma pessoa muito ativa por lá a partir do momento que percebi uma grande imobilidade de pensamento nas pessoas.”

Uma ajudinha

HuffPost Brasil

Desempenhando um papel necessário, porém que não desejava.

“Eu ocupei o lugar que os políticos deixaram vazio, porque todos mentiram tanto que as pessoas começaram a ter que falar de política... Espero que a política se organize novamente para que eu possa silenciar e ser ator, que é só o que eu quero fazer.”

Políticas públicas

JC Online

Foto de Pedro  Cardoso

Pedro foi morar em Portugal, o que o possibilita ter um estilo de vida completamente diferente do que o que vemos por aqui no Brasil.

“A razão da nossa pobreza é não ter serviços públicos. Quando a sociedade não tem serviço público de qualidade, todo mundo luta por ter muito dinheiro, porque você acha que com muito dinheiro você vai se livrar do hospital público, transporte público, da insegurança pública e tudo mais, que é tudo ruim.”

Intolerância

Programa “Provocações”, da TV Cultura

Parafraseando um pensador que disse que a intolerância não pode ser tolerada, porque ela nega o próprio fundamento da convivência, Pedro faz crítica ao pensamento do atual presidente do Brasil, Jair Bolsonaro.

“A intolerância, a pessoa que acha que o pensamento dela dá a ela o direito de se impor ao outro, como agora: ‘Deus acima de tudo’, que é o lema do fascismo vigente no Brasil. Como Deus pode estar acima de mim que não creio em Deus? Como alguém pode dizer pra mim que o Deus dele está acima de mim? Porque quando a pessoa diz isso, é o Deus da pessoa, não é o Deus de qualquer um. Na história da humanidade, todo mundo que fala em Deus está escondendo a sua vontade de ascensão social, de ganhar dinheiro.”

Compartilhe tudo sobre Harrison Ford

Desligamento da Globo

“Programa do Gugu”

Foto do Pedro Cardoso

Depois do sucesso absoluto como Agostinho Carrara, em “A Grande Família”, o ator conta como se sentiu quando soube que seu contrato com a rede Globo teria chegado ao fim.

“Tristíssimo! Eu tinha contato com 50, 60 milhões de pessoas. Eu agora não tenho mais. Eu gostava de fazer televisão, eu gostava de falar com o público, eu gostava de influenciar o meu país, o meu povo. Mas eu também compreendo, são coisas da vida. As relações se esgotam, se refundam, mas eu não achei bom, eu achei ruim, eu queria estar no ar, eu queria ter um programa meu, eu queria continuar falando com o público.”

Falta de reconhecimento

“Programa do Gugu”

Pedro Cardoso se sentiu desvalorizado quando foi desligado da Globo, e achou que a decisão da emissora não foi uma boa estratégia.

“Eu acho que eu merecia a chance de ter desenvolvido um projeto meu. Eu acho que eles fizeram uma má avaliação empresarial, eles deviam ter olhado pra mim e dito: ‘Pô, esse cara está aqui há tanto tempo, olha aqui o resultado do trabalho dele, vamos ver se ele não é capaz de capitanear um projeto.”

Sem hipocrisia

“Programa do Gugu”

Foto do Pedro Cardoso

Uma das coisas que Pedro Cardoso sente falta da Rede Globo era do salário que de lá recebia.

“Eu gostava imensamente do dinheiro que eu ganhava lá. Também, a gente não pode fingir para o público que a gente não pensa nisso. Eu ganhava, no final, bastante bem, nada que me fizesse poder parar de trabalhar. A Globo ganhou comigo muito mais do que eu com a Globo, mas eu ganhava um dinheiro que no Brasil não era fácil de ganhar.”

Falta de personalidade

HuffPost Brasil

O ator explica melhor qual é a visão que tem sobre o fascismo.

“O que me surpreende no fascismo é que a pessoa abdica da personalidade dela a favor de uma personalidade coletiva, ela cede quem ela é para o grupo. Tanto é que elas se sentem profundamente ofendidas quando você desautoriza o grupo, enquanto uma pessoa, com uma personalidade mais apoiada em si mesma, não fica tão ameaçada com isso. Porque ela não pertence apenas ao grupo, ela pertence, antes, a ela mesma.”

Descubra Chris Evans

Descartado e magoado

“Programa do Gugu”

Quando acabou “A Grande Família”, o ator apresentou um projeto para a parte artística e administrativa da emissora, mas nenhuma das duas demonstrou interesse em seu andamento.

“A TV Globo teve o mais absoluto desprezo pelo meu trabalho.”

Muito sincero

“Programa do Gugu”

Foto do Pedro Cardoso

Suas declarações em relação ao seu desligamento poderiam fechar as portas com a TV Globo para sempre.

“O artista tem um compromisso muito grande com a verdade. Se você começa a dizer coisas convenientes, coisas políticas… a política só é uma atividade lícita numa democracia, onde há eleição. Na profissão nossa, ninguém é eleito nada, você tem que falar o que pensa e dizer a verdade. Se não me querem pelo que eu penso e digo, não me querem por uma boa razão. Agora o que eu penso e digo dá um certo dinheirinho. Eles deveriam pensar melhor nisso!”

Do contra

Istoé

Pedro admite que odeia receber ordens.

“Não gosto nem quando o guarda apita. Se ele faz sinal para eu ir, quero ficar.”

fechar