Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

O caos pode ser ordem

Você já se encontrou em meio a um caos de problemas em sua vida? Calma, isso é completamente normal! O importante é saber manter a calma e se reencontrar mesmo em meio à bagunça. Comece organizando seu coração para depois organizar sua vida!

continue lendo
Compartilhar

Caos criativo

Não se preocupe com organização o tempo inteiro. Quem é que não tem o seu próprio caos criativo? Permitir um pouco de bagunça em sua vida não apenas evita o desenvolvimento de neuroses e outras manias, como pode trazer aquele impulso de criatividade que só a fuga dos planos permite. Na dose certa, o caos não faz mal a ninguém, pelo contrário, pode ser exatamente aquilo que você estava precisando.

Seu verdadeiro eu

Não passe tanto tempo se esforçando para cumprir as expectativas dos outros, ou você corre o risco de perder de vista o que é importante para você. Por mais que seja bom ser aquilo que os outros esperam, isso nunca vai dar certo o tempo todo, então já não cobre isso de si mesmo. Descubra o seu verdadeiro eu, mesmo que ele seja incerto, bagunçado e às vezes até perdido. Se você se conhece bem, logo se encontra.

Nossos erros

Nada do que fizer vai estar completamente errado. Você pode sim, se desviar do que desejava alcançar, mas pense que, talvez sem esse desvio, você nunca aprenderia o jeito certo de fazer. Ou, então, simplesmente repetiria o jeito como outros fizeram, sem descobrir a sua própria maneira. Nossos erros também são lições, e não existe jeito certo de viver. Cada um descobre o seu, vivendo, errando, descobrindo, a cada passo.

O espaço

Para começar, entenda que você pode sim ter um plano, onde cada segundo da sua vida está determinado. Mas entenda, logo em seguida, que a vida pode não concordar com esse seu plano. A vida vai te desafiar, vai te questionar, vai bagunçar tudo o que você já tinha como certo. Então permita-se esse espaço, o espaço para o erro, para o caos, para a dúvida. Nesse espaço também se vive!

Uma verdade absoluta

Existe um fato sobre a vida que, embora controverso, pode ser considerado como uma verdade absoluta: um pouco de caos cai bem. Pense bem nisso, afinal, quem quer uma vida que não permite espaço para um pouco de desordem? Sem o caos, a vida é muito mais séria, muito mais sem graça, muito mais chata. Um pouco de bagunça convida cada um de nós a sorrir um pouco mais, a rir de nós mesmos, a aceitar o que vem. E tudo isso é absolutamente necessário para viver de verdade.

De um jeito único

Às vezes, pode ser na bagunça que se descobre o jeito certo de encarar a sua vida. É como se, de cabeça para baixo, você visse o mundo com muito mais clareza. Parece maluquice, mas faz total sentido. Nenhuma ordem é tão ordenada que sirva para absolutamente todos os seres humanos o tempo inteiro. Sempre existem as horas em que a gente precisa escapar das regras e descobrir que certas coisas, para nós, tem um jeito único de funcionar.

O caos do amor

Existe caos que é muito bom. Quer caos melhor do que o amor? Ele nos faz questionar nossas certezas, bagunça nossa cabeça, nosso coração e, quando não, a nossa vida. Mas continuamos amando, seguimos pela vida determinados a encontrar um amor verdadeiro. Essa é a prova de que aquilo mesmo que bagunça, que enlouquece e que traz em si uma forma saudável de caos pode ser essencial a nossa vida.

 

Testando os limites

O melhor jeito de se descobrir os próprios limites é quebrar aqueles que os outros impuseram para você. Arriscar fazer diferente, ir além, testar o impossível. As pessoas podem ter as melhores intenções quando nos dizem que não podemos fazer isso ou aquilo, mas podem estar completamente erradas. Afinal, boas intenções não são tudo. Somente quando testamos algo por nós mesmos é que temos certeza se podemos algo ou não.

Sem fórmula

A vida não é como uma fórmula matemática, onde tudo precisa estar no seu lugar certo para dar certo ao final. A vida nos dá um pouco de folga, ela pede mais relaxamento. Na vida, cai bem quebrar certas regras de vez em quando, nem que seja para que se compreenda melhor para o que essa regra serve. Na vida, a gente pode tirar o objetivo final de vista para poder enxergar melhor o que está bem a nossa frente.

Reviravoltas bem-vindas

Se a vida não tivesse o inesperado e o inconstante, ela logo seria tomada pelo tédio. Tudo aquilo que vira a nossa vida de cabeça para baixo pode às vezes ser bem-vindo. Pode ser exatamente o chacoalhão que estávamos precisando para mudar o nosso rumo e nos fazer encontrar aquele caminho que realmente queremos seguir. As reviravoltas, as surpresas, tudo pode fazer bem se vier para o bem.

O sentido da vida

Se às vezes a vida não faz sentido para você, não se preocupe. Quase todo mundo está se sentindo assim também. Não é que a vida não tenha sentido, mas é porque a gente não precisa descobri-lo logo de cara. O sentido da vida se descobre em cada risada, em cada dia bom, em cada amizade e em cada paixão. Se descobre na alegria e nas lágrimas, nas vitórias e derrotas. Quem sabe um dia a gente não descobre que o sentido da vida é simplesmente viver?

Perca-se

Nem todo caminho é certeiro, nem toda estrada é reta. Atalhos caem bem. Desvios também. Às vezes você pode abandonar o mapa por completo, porque tem vezes que a gente precisa se perder um pouco para conseguir se encontrar. Por isso, cada pessoa tem que descobrir por conta própria para onde quer seguir. O caminho dos outros não vai ser o certo para você, então vá logo enfrentar a sua estrada!

Muitas belezas

Existe uma beleza em tudo aquilo que nos cerca. A beleza dos pequenos detalhes, a beleza da confusão e até a da constância eterna do nascer e do pôr do sol. Existe a beleza da incerteza das pessoas que ainda assim continuam acreditando, afinal existe a maior beleza de todas: a da esperança. Existe a beleza no brilho dos olhos de cada um. A beleza do céu e da terra. A beleza de se estar vivo, estar aqui.

Outra perspectiva

Existem coisas que a gente só nota quando muda de perspectiva. É um pouco como só se aprecia de verdade a primavera depois que se viveu o inverno. Da mesma forma, quando entramos no inesperado, conseguimos compreender melhor a nossa rotina. Talvez exista lá uma qualidade que nos passava despercebida, ou então notamos algo que precisamos desesperadamente mudar. O que quer que seja, vale a pena mudar para descobrir.

Desequilíbrios

Equilíbrio é algo extremamente benéfico para a nossa vida, todos sabem disso. O que pouca gente fala, porém, é sobre os benefícios de um pouco de desequilíbrio de quando em quando. Perder o balanço implica em depender mais dos nossos instintos e incentiva a nossa criatividade. Você conhece mais sobre si mesmo quando está fora da sua segurança habitual, conhece seu lado mais valente, conhece uma força que nunca imaginou ter.

Amor pede emoção

Existem pessoas que fazem revolução em nossa vida. Pessoas que fazem batuque nas nossas melodias, pessoas que nos bagunçam em todos os sentidos. Não raro, são essas as pessoas mais importantes da nossa vida. Amor, em todas as suas formas, não precisa de ordem e organização. Precisa de emoção e intensidade. Precisa ser aquilo que vai fazer história em tudo o que somos nós. Que sejam bem-vindas essas revolucionárias.

Surpresas sem fim

Tudo o que você vivenciar vai te mudar um pouco. Você vai aprender muito, e nem sempre vai ser fácil. Haverá dias nos quais você vai rir até a sua barriga doer. Em outros vai chorar até lhe faltar o ar. Vai se apaixonar e vai ter o seu coração partido. Todo tipo de coisa vai acontecer com você. E você vai acontecer no mundo. E sabe a melhor parte? Você nunca vai fazer ideia do que o amanhã trará. Vai ter todas as chances do mundo de se surpreender.

fechar