Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Razões para beijar

Beijo apaixonado, despretensioso, simples, romântico... Não importa qual o tipo, todos eles têm a mesma ligação e ainda ajudam a nossa saúde. Descubra os benefícios do beijo!

continue lendo
Compartilhar

Combate o estresse

O beijo é considerado um santo remédio para o estresse, de acordo com o estudo da neurocientista americana Wendy Hill. A profissional analisou o comportamento de 15 casais, divididos em dois grupos. Metade dos voluntários deveria se beijar, enquanto a outra não podia desfrutar da carícia. Depois disso, amostras de sangue e de saliva dos participantes foram analisadas. O nível de cortisol, relacionado ao estresse, despencou consideravelmente no grupo de beijoqueiros. Já o de oxitocina, hormônio relacionado ao prazer, aumentou nos homens e se manteve estável ou caiu nas mulheres.

Libera endorfinas

Pesquisas afirmam que o beijo estimula o cérebro a liberar endorfina, criando uma sensação de bem-estar. Segundo a principal agência de terapia sexual britânica, a Relate, quanto mais excitante e apaixonado, maiores são os benefícios para a saúde.

Oxigena o sangue

Quem não gosta de um beijão daqueles, que tira o fôlego e deixa o coração acelerado? Pois bem, esse aumento dos batimentos cardíacos melhora a oxigenação do sangue.

Alivia sintomas de alergia

Se você sofre com espirros e coriza causados por alergias sazonais, e não por doenças contagiosas, beijar pode ser uma boa ideia para melhorar sua crise. Um estudo japonês descobriu que casais que se beijaram por 30 minutos tinham menores níveis de IgE, proteínas que desencadeiam sintomas como espirros e coriza.

Queima calorias

Como toda atividade física, queima calorias. Isso não significa que beijar equivale a meia hora de exercício aeróbico na sua academia. Mas, em compensação, você não cansa de beijar por meia hora. Então, faça as contas. Beijos queimam de duas a seis calorias por minuto, de acordo com o Self.com. A quantidade só depende de você, que determina as séries e as repetições.

Pouco a pouco

Há diferentes tipos de beijos, marcados pelo momento e a intensidade, quando duas pessoas começam a se beijar, normalmente começam de forma lenta e carinhosa. Aproxime-se da pessoa e comece com um selinho, suavemente, você pode beijar ao redor da boca também de maneira suave e gentil, sua mão pode acariciar seu rosto como sinal de carinho, mas faça-o naturalmente.

Beijar a mulher antes de ir pro trabalho só traz benefícios

Pra quem não é afim de casar, saiba que um estudo de psicologia alemão acompanhou durante dez anos a rotina de alguns casais durante a década de 1980 e descobriu que os maridos que beijaram suas esposas antes de sair pro trabalho, além de serem mais amados do que os outros, também tiveram em média cinco anos a mais de vida, ganham de 20 a 30% a mais do que os não beijadores, e, de quebra, ainda correm 50% menos probabilidade de sofrer um acidente de carro. Mas poderia um beijinho matinal ser tão milagroso assim? É claro que não, o lance mesmo, segundo os cientistas, está na atitude, que gera mais positividade no dia a dia.

 

A química

É uma boa maneira de saber se o casal tem "química". O motivo de despertar paixões ou provocar o desencanto ainda é desconhecido pelos sexólogos.

Esquenta o clima

O beijo prepara o corpo para a relação sexual. Não é à toa que o famoso Kama Sutra ressalta sua importância no relacionamento. "O primeiro ensinamento do guia indiano é a intimidade entre corpos, a invasão de um pelo outro. O beijo, carícia inicial básica do sexo, é descrito como a luta das línguas, isto é, estabelece a intensidade dos passos seguintes do ato sexual", afirma a psicanalista e sexóloga Regina Navarro Lins, autora de "O Livro de Ouro do Sexo".

Movimenta os músculos

Beijar também é um exercício. Movimenta 29 músculos, sendo 17 só da língua. Alguns dermatologistas apontam que esse trabalho muscular pode ajudar a manter o rosto jovem por mais tempo, além de melhorar a sustentabilidade da pele.

Cuidado com a saliva

Você está beijando, ou seja, trocando fluídos com outra pessoa. É lógico que existe saliva no meio, mas se há algo desagradável em um beijo é quando o outro lhe enche de saliva e lhe deixa a boca toda molhada. Evite que isso aconteça, principalmente se você tem os lábios grossos.

Aumenta a imunidade

Pesquisadores acreditam que a troca de beijos, antes da gravidez, é uma forma de introduzir vírus em uma mulher, em pequenas doses, provocando seu corpo para criar uma resistência a ele, de maneira que ela jamais poderá transmiti-lo à criança, de acordo com a Popular Science. Interessante, não? Beije muito, futura mamãe. Claro, respeitando as recomendações médicas.

É bom para a higiene bucal

Há uma razão para o beijo, aquele beijo, ser chamado de "beijo molhado". O "beijo molhado", aquele sem frescura, estimula a produção de saliva, que pode limpar as bactérias nocivas presentes na boca, e ainda reduz o acúmulo de placas bacterianas. E nem adianta fazer cara feia, fazendo tipo de quem está com nojo, porque na hora H, quem vai lembrar desses detalhes?

O ritmo

Existe uma coisa que você sempre deve cuidar, durante o primeiro beijo e todos os outros: é o ritmo. Durante o primeiro beijo é normal que, por falta de experiência, as pessoas se aventurem a beijar de forma rápida e desesperada, colocando a língua bruscamente na boca do outro: evite isto, até porque pode ser incômodo e desagradável. Os primeiros beijos são sempre mais lentos e, à medida que a situação for se animando, vocês inconscientemente aumentarão a intensidade.

Lembranças do 1º beijo

A não ser que você tenha conheça a sua futura namorada em uma micareta ao som de Chiclete com Banana, muito provavelmente as lembranças do seu primeiro beijo vão ser bastante fortes em sua memória. John Bohannonx, da Universidade de Butler, descobriu em pesquisa realizada com cerca de 500 pessoas que podemos recuperar até 90% dos detalhes do primeiro beijo – mais ainda do que de uma primeira transa.

fechar