Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Top 20: mulheres poderosas da ficção

De desenhos animados aos livros, as personagens femininas ganham cada vez mais espaço na ficção. Quais são suas queridinhas? Conheça 20 mulheres que são top quando o assunto é cinema, jogos e literatura.

continue lendo
Compartilhar

Nyota Uhura

Considero a Uhura, a oficial-chefe de comunicações da Enterprise, uma das mais especiais dessa lista. Ela foi uma das primeiras personagens femininas em uma série/filme de ficção científica num cargo importante. Na verdade, a ideia original é que o Oficial Comandante fosse uma mulher, mas a equipe achou que seria muito surreal, então mudaram para um homem. Conforme o tempo foi passando, ela foi sendo promovida da patente de Tenente para as de Tenente-Comandante e Comandante.

Mônica

Essa é literalmente poderosa, a menina mais forte do mundo. E não é só sua força física que a destaca, mas sua personalidade tão dura e doce ao mesmo tempo, e a maneira com que ela ama os amigos, mesmo aqueles mais pentelhos. Além de, claro, ser um dos maiores símbolos brasileiros.

Viúva Negra (Natasha Romanoff)

www.garotasgeeks.com

Apesar de seu caráter inconstante, Viúva Negra se livrou do lado negro da força. E ela consegue ser extremamente forte sem quase nenhum poder especial, dependendo apenas de suas ótimas skills em artes marciais e manejamento de armas. Tudo bem que experiências do governo russo retardaram seu envelhecimento e a deixaram com uma super agilidade, mas ela é muito mais humana do que o Capitão América, por exemplo.

Hua Mulan

O filme da Disney, apesar de ótimo, não é uma história original (como quase todo mundo deve saber). Ela teve origem em um poema chinês que contava sobre esta heroína que se vestiu de guerreiro para salvar o pai e acabou salvando a China. Até hoje ninguém tem certeza se realmente existiu uma moça que originou o poema ou se ela é apenas uma ficção, mas o que realmente importa é o exemplo que ela dá a milhões de mulheres do mundo: algumas regras precisam ser quebradas.

Amy Farrah Fowler

Amy Farrah Fowler foi quem salvou a série The Big Bang Theory, que já estava bastante repetitiva e cansativa na quarta temporada (não tiro os méritos de Bernadette, ela também é genial). Amy é extremamente inteligente e muito divertida. Pontos para a atriz. Amy é interpretada pela linda Mayim Bialik, exemplo de mulher na vida real.

Lisbeth Salander

Mesmo sombria e cheia de problemas, ela não deixou com que as coisas ruins que lhe aconteceram lhe fizessem desistir de tudo. De certa forma, ela me lembra um pouco a Beatrix Kiddo, mas mais realista. Ela consegue se vingar de uma forma que contempla várias mulheres que já sofreram violência sexual.

Dorothy

Ela já faz parte do pequeno nicho de protagonistas mulheres que são realmente heroínas. E mais, de um filme em que o personagem mais sábio (Glinda) e o vilão (Bruxa Má do Oeste) também são do sexo feminino. E o principal, ela salva o dia fazendo amigos. O Mágico de Oz passa uma mensagem muito importante, não apenas para mulheres, mas para o mundo.

 

Mulher Maravilha

A primeira heroína a ser criada pela DC Comics. E que heroína. A Mulher-Maravilha é uma das maiores representações da força feminina, e ela usa todos os seus poderes para lutar pela paz.
"A Mulher-Maravilha é a propaganda psicológica para o novo tipo de mulher que deve governar o mundo", segundo William Moulton Marston.

Éowyn

Mesmo com tantas proibições, Éowyn foi para a guerra (mais uma que quebrou as regras para salvar o dia). Definitivamente, se ela não estivesse lá, alguns resultados seriam muito mais catastróficos. Além disso, ela representa todas as mulheres que, mesmo com o coração partido, não perdem suas forças.

Elsa

O que dizer sobre essa rainha? Nova diva da Disney, Elsa começa princesa e acaba rainha, mas não é isso que a faz tão especial. O que a destaca é sua independência, força e instinto de proteção que ela tem com a irmã mais nova.

Condessa de Grantham (Violet Crowley)

"Eu acho que o lugar da mulher é, eventualmente, em casa, mas não vejo mal algum em ter divertimento antes de chegar lá". Essa viúva não é uma das pessoas mais fáceis do mundo, mas não podemos negar o quanto essa mulher é forte.

Katniss Everdeen

Ela colocou sua vida em risco para salvar a irmã, ganhou os Jogos Vorazes e não foi por sorte! Suas habilidades com o arco e flecha poderiam ser dignas de um aprendiz de Legolas. Além disso, ela é a inspiração que levou os distritos a se rebelarem contra a Capital. Como não amar?

Mafalda

Essa personagem é poderosa, mas de uma forma muito mais singela. Ela é uma grande inspiração até hoje, em diversos aspectos diferentes. Inteligente, divertida e sempre questionando questões sociais, Mafaldinha é uma querida!

Lara Croft

Sobreviveu a um acidente de avião, depois a uma longa caminhada de dias e, anos após a morte do pai, saiu para desbravar o mundo e sobreviveu a mais uma porrada de coisas também. Mais do que uma sobrevivente, Lara é linda, inteligente e atlética.

Samus Aran

Uma das primeiras protagonistas femininas de jogos eletrônicos e uma das únicas que não andam semi nuas por aí (e nem por isso é menos amada pelo público masculino). Ela conseguiu ser a única sobrevivente de seu planeta e depois, como se não bastasse, ainda concluiu diversas missões que todos consideravam impossíveis.

Fênix (Jean Grey)

Jean Grey: semideusa, telepata, tem poderes telecinéticos, jogadora de futebol, renasce das cinzas… Dá para fazer um gif biográfico igual ao da Daenerys.

Princesa Leia

Ela foi praticamente a única personagem feminina dos primeiros filmes de Star Wars, pelo menos a única com um papel realmente importante. Principalmente em O Império Contra-Ataca e O Retorno de Jedi, Leia é muito participativa em vários momentos decisivos.

Morgana "das Fadas" (de As Brumas de Avalon)

Morgana é representada de várias maneiras por diferentes autores no Ciclo Arturiano, normalmente de uma forma negativa. Mas a minha preferida é a Morgana de As Brumas de Avalon, em que a história do Rei Arthur é contada por sua perspectiva. Através de seus olhos, podemos sentir todas as dificuldades e preconceitos que uma mulher fora do padrão estabelecido para este sexo na época medieval passava. Os livros são uma das melhores obras de fantasia de todos os tempos.

Beatrix Kiddo (ou Mamba Negra)

Beatrix é um exemplo para todas as mulheres que precisam engolir sapo todos os dias. A vida dela foi arruinada, mas ela não deixou barato. Ela foi atrás de um por um dos que lhe fizeram mal, e conseguiu sua tão desejada vingança.

Hermione Granger

Hermione não precisa de muitas apresentações, afinal, quem não entende o fato dela estar aqui? Se o título fosse "Hermione Granger", não haveria mais de dois livros, pois ela já teria derrotado Voldemort e provavelmente teria se tornado Ministra da Magia até o final do curso. Talvez J. K. Rowling também tenha percebido isso e tornou Harry seu protagonista para vender mais. Exagero? Talvez.

fechar