Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Dia de Santo Antão

Acreditando ter sido chamado por Deus, Santo Antão foi um cristão que espalhou a palavra divina e se tornou santo perante à Igreja por seus grandes feitos. Venha conhecer um pouco mais sobre essa figura do cristianismo e celebre o Dia de Santo Antão em 17 de janeiro.

continue lendo
Compartilhar

Quem foi Santo Antão

Santo Antão foi um cristão egípcio, nascido na cidade de Conam no ano de 251 d.C., no início do Cristianismo oriental. Seus pais, pessoas simples do campo, que professavam sobre a fé em Cristo, faleceram quando Santo Antão tinha apenas 20 anos. Ele herdou os bens da família, passou a cuidar da irmã e viver uma vida bucólica, de muita oração.

Clique aqui para conhecer mais Santos Religiosos!

Chamado de Jesus

Apesar de ser verdadeiramente cristão e em momento algum duvidar de sua fé, tinha um sentimento de vazio. Procurava algo maior para sua vida. Até que um dia foi a uma missa, na qual o padre leu Mateus 19:21, em que Jesus dizia: “Se você quer ser perfeito, vá, venda os seus bens e dê o dinheiro aos pobres, e você terá um tesouro no céu. Depois, venha e siga-me". Santo Antão sentiu como se Jesus o chamasse para a perfeição. Coincidentemente, sua irmã havia se casado na mesma época, então ele vendeu tudo que tinha, e passou a viver no deserto uma vida de oração e sacrifícios.

No deserto

Apesar de procurar se isolar completamente da sociedade, muitas pessoas o procuravam para pedir conselhos e orações. Além disso, Santo Antão passou a atrair muitos discípulos que gostariam de viver como ele. Chegou a atrair tantos que teve que se isolar novamente. Dessa forma, passou mais de dezoito anos no deserto, num regime autoimposto muito rígido. Apesar de sofrer inúmeras tentações, venceu todas pelo poder da oração.

Saídas de seu isolamento

Santo Antão saiu poucas vezes de seu isolamento. Entretanto, por ser uma figura muito respeitada e procurada por padres e bispos, a fim de receberem aconselhamentos, ficou registrada algumas de suas saídas a esses fins. Uma das vezes, por exemplo, foi no ano de 311, quando se locomoveu a Alexandria, no Egito, para defender o bispo Atanásio das perseguições do imperador Diocleciano. Ele voltou a Alexandria em 335 para restabelecer a fé dos cristãos, que, na época, estava vacilante.

Comunidade de monges

Depois de muita insistência, Santo Antão decide aceitar discípulos, formando uma comunidade de monges cristãos. Mas existia uma característica interessante: cada um permanecia em uma gruta ou caverna diferente e apenas algumas vezes ao ano se reuniam para realizar uma oração em grupo.

Leia também: Frases de Fé

Imperador Constantino

Há quem diga que o imperador Constantino, que instaurou Roma como um império cristão pela primeira vez na história, consultou várias vezes Santo Antão em busca de conselhos e guia espiritual.

Morte

Santo Antão viveu 104 anos – o que já é muito hoje em dia, imagina na época. Profetizou sua morte, e faleceu na cidade de Coltzum, em 17 de janeiro de 356, serenamente, rodeado por discípulos que por ele rezavam.

 

Últimas palavras

Santo Antão morreu na presença de discípulos, e suas últimas palavras foram dirigidas a eles: “Lembrai-vos dos meus ensinamentos e do meu exemplo, evitai o veneno do pecado e conservai integra a vossa fé viva na caridade como se tivesse que morrer a cada dia”.

Oração para Santo Antão

Uma das orações a Santo Antão é: “Senhor Deus, que permitistes mesmo na solidão de uma gruta no deserto, Santo Antão fosse perturbado pelo demônio com violentas tentações, mas lhe destes forças para vencê-las, enviai-me do Céu o vosso socorro, porque eu vivo em um ambiente minado de tentações que me agridem pelo rádio, televisão, novelas, bailes, cinema, revistas, propagandas e maus companheiros. Santo Antão, ficai sempre a meu lado, vós que vencestes o demônio, me dareis força na tentação. Na hora da tentação, socorrei-me, Santo Antão. Santo Antão, eremita que nunca faltais com o vosso socorro aos que vos invocam, rogai por nós. Amém”. Ao final, rezar um credo, um pai-nosso e uma ave-maria.

Você também pode gostar: Orações clássicas

Oração de Cura de Moléstias da Pele

Existe uma oração feita a Santo Antão com o objetivo de curar moléstias da pele. Começa fazendo-se o sinal da cruz: “Em nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo. Deus Todo-Poderoso, que sentis prazer em glorificar os Vossos servidores, eu Vos peço, humildemente, que me socorrais na minha aflição, pela intercessão de Santo Antão, Eremita, que hoje estou implorando. Ouvi a minha prece, Senhor Deus, pelo sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo. Que assim seja”. Depois, repita três vezes a frase: “Santo Antão, Eremita, que nunca faltais com o Vosso socorro aos que Vos invocam, rogai por nós”. Ao final, rezar um credo, um pai-nosso e uma ave-maria.

fechar