Poemas / Autores

Frases de Molière

Com um papel de grande destaque na dramaturgia francesa, Molière foi um dos expoentes sua época. Conheça um pouco mais do célebre francês aqui no MCA.

Nada vale o mérito

Jean Molière

Nada vale o mérito de uma mulher que desconhece a bondade.

Compartilhar

Explicar os seus pensamentos

Jean Molière

A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos. Os pensamentos são retratos das coisas da mesma forma que as palavras são retratos dos nossos pensamentos.

Compartilhar

Foge a razão

Jean Molière

Foge a razão perfeita a toda a extremidade,
E deve a gente ser sagaz com sobriedade.

Compartilhar

Suprema vergonha

Jean Molière

[...] Para quem acha os chifres a suprema vergonha, não casar é a única maneira de estar bem seguro.

Compartilhar

Missão da comédia

Jean Molière

A missão da comédia é representar em geral todos os defeitos do homem, e, em particular, dos homens de nosso tempo.

Compartilhar

Contra a maledicência

Jean Molière

Contra a maledicência não há muralhas.

Compartilhar

Animais

Jean Molière

Os animais não são tão animalescos como se pensa.

Compartilhar

Prever as consequências

Jean Molière

São pusilânimes os espíritos que se empenham em prever as consequências últimas das coisas e com isso não se atrevem nunca a empreender nada.

Compartilhar

Suas promessas

Jean Molière

Os homens são parecidos em suas promessas. Eles só diferem em seus atos.

Compartilhar

Maledicência geral

Jean Molière

O mundo [...], que coisa estranha é o mundo! A maledicência geral, por exemplo. Como todo mundo gosta de falar dos outros!

Compartilhar

Certas ocasiões

Jean Molière

Convém em certas ocasiões ocultar o que se traz no coração.

Compartilhar

Combater uma obra

Jean Molière

Considero tão difícil combater uma obra que o público aprova como defender outra que ele condena.

Compartilhar

Facilmente enganados

Jean Molière

Somos facilmente enganados por quem amamos.

Compartilhar

Ciúme

Jean Molière

[...] [o ciúme] é uma coisa... que deixa a gente inquieto... [...] Vou te dar um exemplo, pra que você entenda com facilidade: você está na mesa, a mesa arrumadinha, vai começar a comer seu mingau, quando passa por lá um esfomeado e começa também a querer comer a comida que é tua.[...]

Compartilhar

Explicar os seus pensamentos

Jean Molière

A palavra foi dada ao homem para explicar os seus pensamentos, e assim como os pensamentos são os retratos das coisas, da mesma forma as nossas palavras são retratos dos nossos pensamentos.

Compartilhar

Não somos responsáveis

Jean Molière

Não somos responsáveis apenas pelo que fazemos, mas também pelo que deixamos de fazer.

Compartilhar

A virtude é...

Jean Molière

A virtude é o primeiro título de nobreza; eu não presto tanta atenção ao nome desta ou daquela pessoa, mas antes aos seus atos.

Compartilhar

Julgar os outros

Jean Molière

Deveríamos olhar demoradamente para nós próprios antes de pensarmos em julgar os outros.

Compartilhar

Nos deixamos enganar

Jean Molière

Facilmente nos deixamos enganar por aquilo que amamos.

Compartilhar

A glória

Jean Molière

Quanto maior for o obstáculo, maior será a glória de tê-lo superado.

Compartilhar

Não se distingue

Jean Molière

Um tolo que não diz palavra não se distingue de um sábio que se cala.

Compartilhar

Pessoas de qualidade

Jean Molière

As pessoas de qualidade sabem tudo sem nunca terem aprendido nada.

Compartilhar

O amor

Jean Molière

O amor é um mestre admirável que nos ensina a sermos o que nunca fomos; e, muitas vezes, com as suas lições, muda completamente, num instante, os nossos costumes.

Compartilhar

As pessoas

Jean Molière

As pessoas podem ser induzidas a engolir qualquer coisa, desde que suficientemente temperada com elogios.

Compartilhar

Um marido é...

Jean Molière

Um marido é um emplastro que cura todos os males das solteiras.

Compartilhar

Não encontramos

Jean Molière

Não encontramos [maridos] de todas as variedades, acomodados cada um de um jeito? Este junta mil bens para que a esposa os divida, adivinha com quem? Com quem o corneia.

Compartilhar

Pílula amarga

Jean Molière

O desprezo é uma pílula amarga, que se pode engolir, mas que se não pode mastigar sem fazer caretas.

Compartilhar

comentários

anterior

Você me deixou para trás

Nem sempre o amor é suficiente para manter um relacionamento

próxima

Rindo com o Whatsapp

Para você alegrar o seu dia com algumas mensagens!