Famosos / Música / Cantores / Cantores nacionais

Kid Vinil

Cantor e radialista, Kid Vinil ganhou destaque no cenário musical dos anos 80, com o grupo Magazine. Hoje, além de se dedicar à música, possui seu próprio programa de rádio. Conheça mais sobre ele!

Origem de Kid Vinil

Kid Vinil

Kid Vinil foi um apelido criado em 1979 para um programa de rádio na Excelsior sobre punk e new wave. O nome foi bolado por mim e pelo produtor Pena Schmidt. A origem foi Kosmo Vinyl (manager do Clash) e Kid Jensen (locutor da BBC), Kid de um e Vinil do outro.

Compartilhar

Sempre na ativa

Kid Vinil

Se o Paul McCartney e o Mick Jagger podem, eu também posso. O Tom Zé tem mais de 79 anos e está aí na ativa, ele é um garoto no palco!. Não vou forçar a barra de ficar viajando excessivamente, mas eu curto viajar pelo Brasil, fazer shows no interior. Nunca é tarde para se estar na ativa.

Compartilhar

Coleção de CDs e discos

Kid Vinil

Não está cabendo mais em casa e não tem como eu me desfazer porque tem muita coisa com valor não só comercial, mas afetivo.

Compartilhar

Trilha de novela

Kid Vinil

Naquela época todo mundo queria ter uma música em trilha de novela porque explodia.

Compartilhar

Década de 80 e a cena independente

Kid Vinil

Na década de 80, com o Verminose batíamos de porta em porta com uma fita cassete, a cena independente mal existia. Tínhamos que batalhar muito mais pra arranjarmos onde tocar e, além disso, o equipamento que era muito caro. Hoje é fácil ter um amplificador, gravar em um estúdio caseiro, tudo muito mais simples. Pena que com todos esses recursos muita gente não sabe como aproveitar.

Compartilhar

Colecionador de discos

Kid Vinil

Na década de 80, viajava pra fora e voltava com malas cheias de discos. Continuei fazendo isso até o final dos anos noventa. Depois, com essa facilidade de se comprar tudo online nem é preciso mais viajar.

Compartilhar

Saudosista

Kid Vinil

Sou muito saudosista. Gosto dos clássicos, mas também da Jovem Guarda, Roberto, Mutantes, Rita Lee, Caetano... E também de coisas da minha geração., como Titãs, Paralamas, Ultraje.

Compartilhar

Rock brasileiro dos anos 80

Kid Vinil

Foi uma época interessante para o rock brasileiro, já que nada acontecia no início dos anos 80. Lá fora, o punk e a new wave reinavam. Foi quando uma nova geração despertou pra isso em nosso país. Pra nossa sorte as rádios abraçaram o novo som.

Compartilhar

Conjunto Magazine

Kid Vinil

Só acabou porque cada um foi para um lado na época. Deu tão certo que fizemos muito sucesso.

Compartilhar

Ser independente na música no século 21

Kid Vinil

De certa forma, o independente moderno não sofre tanto quanto na década de 80. Hoje, com toda essa tecnologia à nossa disposição não tem muito como errar. Questão de bom senso e saber usar os dispositivos da internet.

Compartilhar

Punks

Kid Vinil

Minha convivência com os punks era difícil, por ser considerado um burguês bem sucedido e fora do ideais punks. Mesmo assim não deixei de gostar de punk, apenas me afastei pra não criar problemas.

Compartilhar

Biografia

Kid Vinil

Eu não esperava uma biografia, mas o Duca Belintani que é amigo meu há anos e foi meu guitarrista na década de 90 veio com a ideia de me homenagear com uma biografia e eu acabei aceitando. Não esperava um retorno tão bom de imprensa, TV, rádio e público, os lançamentos foram um sucesso e o livro está vendendo bem. Fiquei surpreso e feliz.

Compartilhar

Sucesso repentino nos anos 80

Kid Vinil sobre sucesso da banda Magazine

Nenhum de nós esperava que fossemos fazer tanto sucesso, tudo aconteceu de repente. Num instante estávamos no Chacrinha e em todos programas de auditório da TV brasileira. Corríamos o país inteiro fazendo shows, nossas músicas eram executadas à exaustão nas rádios. Eu fiquei assustado com tudo aquilo, tanto que num dado momento tive uma crise de estresse e resolvi dar um basta.

Compartilhar

Dias atuais

Kid Vinil

Depois de tanto tempo me sinto à vontade pra fazer o que quiser, não tenho mais a preocupação de gravar um novo hit. Hoje as coisas são diferentes, tenho meus pés no chão, sem pretensões. Quero tocar com minha banda e me divertir um pouco.

Compartilhar

Fãs

Kid Vinil

É bem legal isso, muitos me cumprimentam pela carreira como músico e outros pelas coisas como apreciador de música. Muitos me pedem dicas e opiniões sobre bandas novas ou antigas. É muito bom essa aproximação com fãs que acabam se tornando, muitas vezes, grandes amigos.

Compartilhar

Música "Eu Sou Boy"

Kid Vinil

Não, "Eu Sou Boy" faz parte da minha vida, é uma música que tenho orgulho de um dia tê-la gravado. Nós a fizemos inspirados na new wave, o arranjo é em cima de "Shake It Up" do sensacional The Cars, do genial Rick Ocasek. Durante os anos 90 existia um preconceito muito grande em relação a minha pessoa por causa do sucesso dela. Hoje, o preconceito é menor, mas ainda têm alguns ignorantes por aí, que não tem noção da origem disso.

Compartilhar

Almanaque do Rock

Kid Vinil

O livro foi bem legal pra mim, divulgou ainda mais meu nome e me abriu muitos espaços. Realmente, viver de rock hoje em dia não é fácil, mas não é impossível. Não acho que o rock morreu, apenas existem outros meios de se fazer e divulgá-lo.

Compartilhar

comentários

anterior

Reginaldo Rossi

As melhores frases do rei do brega

próxima

Acalme o seu coração

Coloque o mais sincero sorriso no rosto e viva levemente!