Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Herbert Vianna

Com dom para a música, Herbert Vianna é um dos melhores guitarristas e vocalistas do Brasil. Vale a pena conhecer este músico que tem uma vida para contar aos seus fãs.

04/05/1961
continue lendo
Compartilhar

Expansão

Herbert Vianna

A nossa expectativa é muito grande. Porque a gente desde 86 toca muito na Argentina, Uruguai, Paraguai, Chile, Venezuela, Espanha, Portugal, França... Montreux a gente já tocou duas vezes, Estados Unidos a gente já tocou muito, tem uma população latina grande lá. Mas nunca teve um desdobramento porque a gente nunca tinha tido um disco gravado em espanhol. Então agora eu acho que a gente vai poder tocar no rádio, as pessoas vão poder comprar, ouvir em casa. Eu acho que vai ser uma coisa grande, eu espero que seja uma coisa grande, que a gente possa excursionar, tocar bastante. Expandir mesmo.

Filme Ideal

Herbert Vianna

Voltar é como um sonho. Como um filme ideal no qual você escolhesse um personagem. Aí, você faria com que esse personagem sofresse, passasse lá perto da morte. Aí, tivesse um começo de recuperação, empenho, e aí voltasse com a coisa que ele faz melhor, a coisa que ele tem mais no coração. E fosse alegria. É muito ideal, muito idealista mesmo.

Concepções

Herbert Vianna

Acho que a pessoa precisa ter autocrítica de perceber, por exemplo, que você musicalmente não tem nenhuma novidade pra acrescentar, que em termos poéticos ou em termos de crônica que a tua letra possa fazer, você não tem nenhum ponto de vista novo. É não lançar um disco só por lançar, sabe? Não fazer música só por fazer, só pra lançar e ver se a música toca no rádio, aí você faz show, não sei o quê. Isso não existe no nosso plano de vida, na nossa concepção.

Alguma Reação

Herbert Vianna

A nossa ideia é de, quando a gente tiver um trabalho que seja consistente, diferente, estranho, de alguma maneira provocador, que faça com que as pessoas tenham algum tipo de reação.

Miséria

Herbert Vianna

Os médicos ganham muito pouco. Os professores ganham praticamente nada. Tem muita gente desempregada, tem muita gente subempregada. A miséria é geral, então num país como esse, onde as pessoas não têm o que comer, não têm saúde, não têm onde estudar, obviamente música e muito mais ainda rocknroll ou qualquer coisa que seja pura diversão não significa nada e não tem a menor importância.

Pedra no Futuro

Herbert Vianna

Eu tenho uma memória de ter uma obsessão por isso, mas não lembro nada e não quero relembrar. A Lucy foi para o além e eu sou a pedra no futuro, na criação das crianças. Isso é uma prioridade muito maior do que qualquer curiosidade aeronáutica que eu possa ter.
(Sobre a morte de sua esposa)

 

Daniela Mercury

Herbert Vianna

Daniela Mercury é muito grande. Ela é muito grande. Na Argentina, ela vende mais discos do que a gente, sem cantar em espanhol, sem esforço e sem tanto tempo, porque a gente toca na Argentina desde 86.

Um Novo Brasil

Herbert Vianna

O Brasil foi colonizado de uma maneira em que o país colonizador era muito forte, tomava todas as decisões. Então a gente se acostumou a não tomar decisão e esperar pelos outros, enquanto que, por exemplo, os Estados Unidos, que foram colonizados pela Inglaterra, tinham essa coisa de responsabilidade individual. Cada um é responsável pelas comunidades, pelas atividades comunitárias e tal. Então todo mundo sabe que cada um fazendo, o todo vai melhorar. No Brasil, não, a gente espera que alguém faça pro todo melhorar. E nunca vai mudar.

Desinteresse

Herbert Vianna

Tem que acabar com tudo para que as pessoas caiam na realidade nua e crua. Não tem como lutar pra mudar essa situação através da imposição da música pras pessoas. Quando as pessoas têm roupa, quando elas têm comida e quando elas têm casa, a música é uma diversão. Mas se elas não tem isso, a música é uma coisa supérflua que não interessa.

Recuperação

Herbert Vianna

Faço muito exercício, tenho acompanhamento médico circular. Sou visitado o tempo todo. Tenho feito também nado peito, nado crow com respiração bilateral. de 3 a 4 vezes por semana.

Palco ou Estúdio

Herbert Vianna

Eu acho que a gente é bom no palco. Acho que no estúdio a gente já teve coisas boas, mas a gente já cometeu alguns erros também. Eu não sei, é mais frio o estúdio, é sempre uma negociação, o resultado de um disco é um mínimo múltiplo comum dessa negociação que é feita ali. E no palco não, as músicas que a gente grava, eu vejo que elas mudam muito, assim acaba virando outra coisa, porque a gente vai ao primeiro show e fala: “Hum, isso aqui não funciona”. Então, vamos subir o tom, vamos esticar essa parte, vamos não sei... Então, você vai dando uma forma orgânica para música, como a gente chama, que é ir tendo a resposta direto da platéia. Eu acho que no fundo no fundo a gente funciona melhor no palco.

Evoluir

Herbert Vianna

Uma coisa que serviu para mim, e que está muito clara no meu dia a dia, que, baseado nas minhas convicções espiritualistas, vejo isso [o acidente] como uma oportunidade para aprender, crescer, evoluir emocionalmente.

O Acidente

O músico Herbert Vianna, 39, vocalista e líder do grupo Os Paralamas do Sucesso, e sua mulher, Lucy Needhan-Vianna, 36, sofreram na tarde de 04 de fevereiro de 2001, um acidente com um ultraleve em Angra dos Reis, litoral sul do Rio, próximo ao Hotel Portobello. O acidente ocorreu por volta das 15h25. Vianna estaria no comando e teria perdido o controle da aeronave ao tentar executar uma manobra conhecida como "looping". O ultraleve caiu no mar. Lucy ficou presa no cinto de segurança e acabou morrendo afogada. O cantor teria sido transferido em estado grave do Hospital Geral de Mangaratiba para outro, no Rio de Janeiro.
Herbert Vianna possuía brevê para pilotar o ultraleve.

Reviver na Música

Herbert Vianna

Eu sempre digo para os meus médicos que a ciência ainda não conseguiu sintetizar em palavras o efeito químico que a música e a convivência com os amigos pode fazer por um doente. Você esquece das perdas, das dores, das tristezas. Sem os Paralamas, provavelmente eu não estaria aqui.

Dimensão

Herbert Vianna

Eu, honestamente, não o vejo como a extremidade de uma estrutura completamente distorcida. Acho que está sendo trazido à tona, com muito mais clareza, toda a turbulência corrupta da classe política. Isso num governo que, por casualidade, é a de um trabalhador que foi eleito. O grau de cobrança e de transparência estão sendo redimensionados.

(Sobre o ex-presidente Lula e o escândalo de corrupção).

Momento difícil

Herbert ficou internado durante 44 dias, parte deles em estado de coma. O músico ficou paraplégico e perdeu parte da memória depois do acidente, porém, em um processo de recuperação gradual, retomou sua carreira, voltando aos palcos, e já tendo gravado quatro álbuns após o acidente.

fechar