Mensagens Com Amor Menu Search Close Angle Birthday Cake Asterisk Spotify Play PPS Book Download Heart Share Whatsapp Facebook Twitter Pinterest Instagram YouTube Telegram Copy Up Check

Siga-nos

Poetizando a rotina

A poesia existe, porque a vida não basta. Poesia na rua, na calçada, no ar e no mar. Confira aqui uma seleção de belas poesias para poetizar a sua rotina.

continue lendo
Compartilhar

Contramão de mim

Lucas Dia Leite

Os pés na contramão de mim
dão voltas sem voltar
Os olhos que olham o nada
dizem tudo sem falar
A boca que mastiga os lábios
na verdade morde o coração
Os pensamentos que ali se foram
vieram em minha direção
O que só parece, desaparece.

À sombra de tua morada

Tereza Duzai

Tô sem eira,
À beira da bobeira,
Empoleirada e faceira
Na soleira de tua alma empoeirada.
Em pose de mariposa,
Pirada e perfumada
Num breu despirocado;
Epiléptica,
Anacrônica, embriagada
A parir partituras abstratas
À sombra de tua morada.

Fagulha e explosão

Rogério Nascente

Sou o que de mim vem vindo.
Incompleto, inconcluso, em confusão.
Em calmaria, em monotonia
Tanto quanto em fagulha e explosão.

Desperto, mas sem rumo certo.

Construo-me por onde esteja indo.
Respiro o frio, o morno, o calor.
E tanta vez, outra vez, me disperso
Que faço e desfaço meu universo
E sigo-me aonde eu for...

 

Encanto. Mulher.

André Viana

Seus olhos não são como o Sol
Tão pouco se comparam ao Céu
Tudo que há se torna ordinário
À sua presença singular

Encanto

À sua presença
A paisagem acanhada
Evanesce
O Mundo é o seu palco
A vida a sua espectadora
Os olhos da eternidade
Convergem para você

Mulher.

Perfurar o coração

Nicolas Behr

Olhar e ver tudo torto, errado
das vantagens de ser incoerente
demente, temente, tenente, patente
das vantagens de ser repititititititivo
das vantagens de ser livre, foda-se!
das vantagens de se fingir de morto
qual peixe na feira, olho aberto, parado
das vantagens de ser totalmente louco,
pirado, sem nenhum compromisso com
nada, escravo da mente, sem consciência
celular, sem celular, sem a porra da
agenda, sem rima, sem nada,
só a loucura insana a te emoldurar
a alma
loucura - esta bela armadura
esta couraça intransponível
este colete a prova de tudo
este poema, impiedoso,
a te perfurar o coração.

Pensamentos provocam

Rogério Nascente

Pensamento
provoca o vento
que provoca o tempo
que provoca o sonho
que provoca a vida
que provoca o mundo
que provoca todos
que provocam tudo
que provoca a vida
que provoca o sonho
que provoca o tempo
que provoca o vento
que provoca o pensamento

que muda o que há
que não deixa nada como está...

Escrever-te!

Thaís Abbês

Escrever-te
assim como o poeta
escreve um verso
e o verso torna-se poesia
de onde brota a vida
e nasce o verbo
escrever-te
deixar-te (apenas) no papel
porque não cabes mais em mim.

O beijo virou saudade

Lipe Felix

Duas vezes toquei os lábios seus
Numa noite tão bela te abracei
Mas depois sem querer, eu estraguei
E não pude tocar os lábios teus
Eu só peço uma coisa para Deus
Que me dê outra oportunidade
Que eu errei, mas foi pura ansiedade
Ao querer te tocar, sentir teu beijo
Eu parei pra pensar e hoje vejo
Que o seu beijo virou uma saudade.

fechar